quarta-feira, 28 de abril de 2021

Quem são os 206 MIL novos inclusos no pagamento do auxílio emergencial?

 


Caixa Econômica Federal (CEF) incluiu mais de 206 mil novos trabalhadores no auxílio emergencial de 2021. Estas pessoas são aquelas que contestaram o resultado do benefício junto ao portal Dataprev

Quem são os 206 MIL novos inclusos no pagamento do auxílio emergencial?
Quem são os 206 MIL novos inclusos no pagamento do auxílio emergencial?(Imagem: Marcos Rocha/ FDR)

A previsão de pagamento do auxílio emergencial para este grupo é a partir do dia 16 de maio, ou seja, em conjunto com os depósitos referentes à segunda parcela. Porém, é importante ressaltar que o pagamento acumulado é uma particularidade que ocorrerá somente no próximo mês.

Isso porque, da terceira parcela em diante o depósito dos valores nas contas poupança sociais digitais acontecerão em conformidade com o calendário estabelecido pelo Governo Federal.

Aqueles que ainda têm dúvidas sobre a aprovação nesta nova rodada do auxílio emergencial, bem como sobre o resultado da contestação, podem verificar a situação por um dos sites a seguir:

De acordo com os dados divulgados pelo Ministério da Cidadania, 206.126 mil novos beneficiários foram aprovados nesta rodada. Além do que, o cidadão que teve o pedido processado, mas que ainda assim não conseguiu obter um parecer positivo sobre o benefício, tem o prazo de dez dias para contestar o resultado. 

Vale mencionar que dois novos grupos recebem a primeira parcela do auxílio emergencial nesta quarta-feira, 28. É a vez dos inscritos no programa de transferência de renda, Bolsa Família, cujo dígito do Número de Identificação Social (NIS) termina em 8. 

Também recebem o benefício pelo Caixa Tem ainda hoje, os aniversariantes do mês de novembro que foram aprovados pelo Cadastro Único (CadÚnico) ou pelo site/aplicativo do auxílio emergencial.

Na oportunidade, a pasta competente informou que um montante de R$ 2,98 bilhões serão distribuídos somente neste mês de abril entre 10 milhões de beneficiários do Bolsa Família. 

Do total mencionado, pouco mais de 50% compõem o grupo de mães solteiras chefes de família, ou seja, 5.098, as quais receberão parcelas no valor de R$ 375. Enquanto isso, 3,34 milhões terão direito às parcelas no valor médio de R$ 250. Por fim, 1,56 milhão recebem a quantia mínima de R$ 150.

É importante ressaltar que os beneficiários do Bolsa Família que não foram aprovados de primeira no auxílio emergencial 2021, mas que acreditem e podem comprovar o cumprimento dos critérios, têm até o dia 1º de maio para contestar o resultado. O procedimento também deve ser feito pelo portal Dataprev. 

No geral, ambos os grupos recebem os valores diretamente nas contas poupança sociais digitais pelo aplicativo Caixa Tem, visando evitar aglomerações nas agências da Caixa Econômica. 

Sem comentários:

Enviar um comentário