quinta-feira, 19 de março de 2020

Itália supera a China em número de mortos pelo coronavírus


Itália supera a China em número de mortos pelo coronavírusO país registrou 427 novos falecimentos em 24 horas, o que levou a um total de 3.405

A Itália superou a China nesta quinta-feira (19/3) em número de mortes por coronavírus, com 427 novos falecimentos em 24 horas, o que levou a um total de 3.405, segundo uma contagem da AFP baseada em dados oficiais.

Assim, a Itália se torna o país com mais mortes por Covid-19, à frente da China (3.245), Irã (1.284) e Espanha (767).

A Itália registrou suas primeiras mortes pela doença em 22 de fevereiro.

Há uma semana, a Itália tinha 1.016 mortos. Esse número triplicou desde então. O país registra 56 mortes para cada milhão de habitantes, em comparação com a Espanha (16 mortes por milhão).

A China, por seu lado, tem 2,2 mortes por milhão de habitantes.

Mais de dois terços das mortes registradas na Europa desde o início da pandemia ocorreram na Itália.

A Lombardia, região que inclui Milão, capital econômica do país, continua sendo a mais afetada, com quase 20.000 casos e 2.168 mortes, seguida por Emilia Romagna (5.214 casos e 531 mortes) e Veneza (3.484 casos e 11 mortes).

Na Secid, Rubens define ações de prevenção do servidores ao Covid-19

O secretário das Cidades e Desenvolvimento Urbano (Secid), Rubens Júnior, divulgou, nesta quarta-feira (18), orientações com medidas de prevenção contra o coronavírus, a serem tomadas por todos os servidores da Secretaria. Uma delas trata de uma das suas maiores iniciativas: o Programa Cheque Minha Casa.

A Secid orienta que, a partir desta quinta-feira (19), antes do público recorrer ao atendimento presencial, do Programa Cheque Minha Casa, é necessário entrar em contato pelo número (98) 98557-6857.

“Em atenção às medidas de enfrentamento à pandemia de coronavírus, a Secretaria das Cidades implementou o atendimento on-line por WhatsApp. Algumas ações que deverão ser tomadas para proteger a população. As medidas seguem orientações com base no decreto emitido pelo governador, Flávio Dino. Muito importante fazermos a nossa parte para promover ações preventivas. A responsabilidade é de todos nós”, disse Rubens Júnior.

Os atendimentos presenciais destinados ao público externo, quando essenciais, deverão ser previamente agendados via telefone e/ou Whatsapp, por meio do mesmo número. Na sala de Coordenação do Programa Cheque Minha Casa, o atendimento ao público será prestado durante das 13h às 17h.

“É muito importante que cada um faça sua parte para que possamos barrar a propagação da doença. Seguir as orientações de prevenção também é fundamental para garantir o bem-estar dos maranhenses”, reforça a coordenadora do Cheque Minha Casa, Malu Teixeira.

quarta-feira, 18 de março de 2020

Itália é o país mais afetado pelo surto de vírus corona na Europa


2
A Itália aparece logo atrás da China e da Coreia do Sul com 3.089 casos, de acordo com o último balanço publicado pela Proteção Civil (Crédito: Eduardo Andreassi)

De acordo com o último relatório da Proteção Civil divulgado na quarta-feira (4), morreram 107 das 3.089 pessoas infectadas e a epidemia do COVID-19 continua a se expandir.

Eduardo Andreassi (texto e foto)*



O órgão disse que mais de 2 mil pessoas foram infectadas pelo vírus, a maioria na região da Lombardia, no norte da península, e 149 já estão totalmente recuperadas. 
Itália muda estratégia contra o coronavírus para combater o alarmismo e proteger a economia
O vírus, concentrado em sua maioria nas regiões da Lombardia e Vêneto, motores econômicos do país, no norte, abalou fortemente o turismo, com uma queda expressiva nas reservas hoteleiras perto da época da Semana Santa, e castigou com dureza a Bolsa de Milão, que não via números tão negativos desde o referendo do Brexit, em 2016.

País fecha escolas e universidades após total de mortes por coronavírus superar 100


O governo italiano decidiu nesta quarta-feira (4) fechar todas as escolas e universidades até o meio de março para conter a disseminação do coronavírus num dia em que a barreira simbólica dos cem mortos foi superada. A decisão foi tomada com base em recomendações sanitárias e por precaução, disse o primeiro-ministro da Itália, Giuseppe Conte.

Outras medidas podem ser adotadas

As escolas e universidades das três regiões do norte mais afetadas pelo coronavírus, Lombardia, Emilia Romagna e Veneto, já estavam fechadas.
Quase todas as 21 regiões italianas identificaram casos de contágio, com exceção do Vale de Aosta, que faz fronteira com a França, e por isso a medida foi estendida a todo o território nacional.
A Itália aparece logo atrás da China e da Coreia do Sul com 3.089 casos, de acordo com o último balanço publicado pela Proteção Civil. 
As autoridades querem evitar eventos que possam reunir muitas pessoas, por isso as partidas do campeonato de futebol devem ser disputadas sem público.
Feiras, congressos e eventos serão adiados, em particular os que envolvem o setor da saúde, a fim de liberar os trabalhadores dessa área.
Também será recomendado que todas as pessoas com mais de 75 anos permaneçam em suas casas e evitem locais públicos. 
A epidemia da COVID-19 – nome da doença – diminui na China, mas no restante do mundo continua aumentando o número de casos. Na Europa, a Itália é o país mais afetado e teme por uma grave recessão econômica, já que as regiões mais afetadas estão entre as mais produtivas do país.  

ATENÇÃO: Clientes Estrelas Internet


terça-feira, 17 de março de 2020

Câmara de Vereadores de Paço do Lumiar suspende sessões ordinárias

Seguindo as orientações dos governos federal, estadual e municipal em relação às medidas de proteção ao coronavirus, a Câmara de Vereadores de Paço do Lumiar decidiu em sessão realizada nesta terça-feira (17), suspender por tempo inderteminado, as atividades legislativas em plenário.

O presidente da Casa, vereador Fernando Muniz abriu a sessão pedindo a compreensão dos presentes, ou seja, palamentares, funcionários e comunidade que se encontrava na galeria acompanhando a sessão. O presidente também pediu que por uma questão de segurança, a sessão ocorresse de forma rápida, evitando assim que os vereadores usassem a tribuna. Destacou que outras instituições como a Câmara Federal, Senado e Tribunais já suspenderam suas atividades.

Após a leitura da ata da sessão anterior, o presidente fez a leitura do decreto publicado pelo governo do Estado sobre as orientações relacionadas à epidemia, a fim de se evitar a proliferação do vírus. O decreto n° 3562/2020 segue os direcionamentos da portaria publicada pelo Ministério da Saúde, prevê várias medidas entre elas a suspenção de aulas nas escolas da rede pública, bem como a realização de eventos com grandes públicos, dentre outras. 

Todas as indicações apresentadas foram aprovadas. No total foram ...,
dentre as indicações estão as dos vereadores Miguel Ângelo, Inácio Ferreira, Júlio Pinheiro, Drielle da Pindoba.

segunda-feira, 16 de março de 2020

Contra coronavírus, decreto suspende eventos do Governo do Maranhão que impliquem aglomeração


O governador Flávio Dino editou decreto suspendendo eventos feitos pelo poder público estadual que impliquem grandes aglomerações de pessoas. É uma… [  ]
 16 de março de 2020
O governador Flávio Dino editou decreto suspendendo eventos feitos pelo poder público estadual que impliquem grandes aglomerações de pessoas. É uma medida de prevenção e combate ao coronarívus (Covid-19), que ainda não foi registrado no Maranhão.
“Peço a compreensão de todos. Outras medidas poderão ser adotadas, à luz da evolução do problema sanitário”, disse o governador Flávio Dino nesta segunda-feira (16).
Entre os eventos suspensos, estão congressos, seminários, plenárias e similares organizados pelos órgãos e entidades do Poder Executivo, ou que sejam realizados nas suas dependências, que não sejam urgentes e inadiáveis.
O decreto também prevê a suspensão de eventos de qualquer natureza com previsão de grande presença de público e que precisem de licença por parte dos Bombeiros ou da Delegacia de Costumes. Excepcionalmente, poderão ser feitos eventos de grande porte mediante análise prévia das justificativas.
Órgãos públicos e servidores
Todos os órgãos públicos terão funcionamento normal. Sempre que possível, as reuniões administrativas serão preferencialmente não presenciais, utilizando-se dos meios tecnológicos de informação e de comunicação disponíveis.
Especificamente sobre os servidores públicos estaduais e demais colaboradores, serão afastados administrativamente por até 14 dias aqueles com sintomas respiratórios e/ou febre. Deverá haver comunicação imediata e comprovação.
Sempre que possível e observada a natureza da atividade, servidores afastados trabalharão a distância.
“Não faz sentido, no momento, adotar medidas extremas que paralisem totalmente serviços públicos e empresas. Medidas extremas exigem prudência, pois também tem consequências negativas. Estamos agindo com informações e senso de proporcionalidade”, explicou Flávio Dino.
Segurança do consumidor
O decreto também estabelece que, para segurança dos consumidores, os restaurantes e similares deverão colocar as mesas no mínimo dois metros de distância umas das outras. Os estabelecimentos deverão ser o mais arejado possível.