sábado, 11 de janeiro de 2020

Carro despenca da ponte e atinge uma casa no bairro do Jaracati

Carro despenca da ponte e atinge uma casa no bairro do Jaracati

Quatro pessoas sendo um casal e duas crianças estavam na residência no momento do acidente

Divulgação
Um carro com três ocupantes acabou despencando da Ponte Bandeira Tribuzzi e e atingiu uma casa na madrugada deste sábado (11), em São Luís.
De acordo com informações do Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBMMA), o motorista que seguia do Centro para o bairro do Jaracati, perdeu o controle, deslizou na pista molhada e caiu sobre uma casa. Quatro pessoas, sendo um casal e duas crianças estavam na residência no momento do acidente.
A mulher foi levada a um hospital com ferimentos leves, o marido seguiu para a delegacia, onde será ouvido. As crianças não tiveram ferimentos.
Segundo a polícia, o motorista e os dois ocupantes do veículo foram conduzidos ao Plantão Central para prestar esclarecimentos. O condutor do veículo realizou o teste do bafômetro que constatou a embriaguez e acabou sendo preso.
Uma equipe de Corpo de Bombeiros foi acionada e está no local realizando os processos de segurança e isolamento da área. Devido o acidente, a ponte foi bloqueada com galhos de árvores no início da manhã pelos moradores da região. O trânsito está parado nos dois sentidos.
Divulgação
Outro acidente
Na madrugada do dia 8 de setembro, um acidente de trânsito na Avenida Carlos Cunha, no bairro do Jaracati, acabou matando 5 pessoas.
O condutor do veículo, Victor Yan, perdeu o controle do carro no início da ponte Bandeira Tribuzzi, saiu da pista, capotou várias vezes e despencou atingindo várias pessoas que estavam em uma área residencial nas proximidades.
Os corpos foram removidos pelo Instituto Médico Legal (IML). As outras pessoas que foram atingidas pelo veículo foram atendidas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhadas para os hospitais Socorrão I e II.

sexta-feira, 10 de janeiro de 2020

Crianças pedem providências da polícia após terem bola “subtraída” por vizinha


Crianças pedem providências da polícia após terem bola “subtraída” por vizinha

Crianças de Presidente Dutra, cidade a 347 quilômetros da capital maranhense, procuraram a Delegacia Regional para pedir providências a respeito da subtração de uma bola.
“Hoje essa turma procurou a Polícia Civil e informou que estava jogando bola na rua, oportunidade em que a vizinha pegou a bola por ter batido em sua porta. Assim, pediram providência policial em razão da subtração”, conta publicação que já possui mais de 5.300 curtidas em uma rede social da 13ª Delegacia Regional de Presidente Dutra.
Na foto, que também já foi compartilhada na página Razões para Acreditar, aparecerem cinco crianças e o delegado regional César Ferro. Na página, a publicação contava até às 11h desta sexta-feira (10) com quase 100 mil curtidas e 4 mil comentários.
“Relataram, ainda, que a bola estava bastante velha e murcha, mas era a única que tinham. Comovida com a história, a Polícia Civil doou uma bola nova e intimou a vizinha para que não subtraia mais a bola”, informou a Polícia Civil.

quarta-feira, 8 de janeiro de 2020

Assaltantes invadem casa de gerente de banco e fogem sem levar nada



Assaltantes invadem casa de gerente de banco e fogem sem levar nada


Imagens de monitoramento interno registraram uma tentativa de assalto à residência de um gerente de agência bancária no bairro Antenor Viana, em Caxias, na região dos Cocais. O caso aconteceu na noite desta terça-feira (07).
Pelo registro, é possível ver os assaltantes em um veículo Volkswagen Saveiro de cor branca na frente da casa. Enquanto o gerente aciona o fechamento do portão, os homens entram no local. Não há informações se os assaltantes já estariam seguindo a vítima antes de chegar na residência. Nada foi levado pelos assaltantes, que fugiram em seguida. Até agora, ninguém foi preso.
Assim que foi acionada, uma equipe da Policia Militar iniciou as buscas para identificar e localizar os bandidos. O caso de tentativa de assalto será investigado pela Delegacia Regional de Caxias.

terça-feira, 7 de janeiro de 2020

Escolas não podem exigir garantias como fiador e cheque pré-datado para matrículas


Escolas não podem exigir garantias como fiador e cheque pré-datado para matrículas

Para quem tem filhos, o início do ano pode se tornar uma preocupação extra, principalmente na hora de realizar ou renovar matrículas escolares. Por isso, é importante ficar sempre atento, já que algumas instituições de ensino exigem garantias consideradas abusivas.
O Instituto de Promoção e Defesa do Cidadão e Consumidor do Estado do Maranhão (PROCON/MA) alerta que, conforme o Art. 39, II e art. 51, IV do Código de Defesa do Consumidor, a escola não pode exigir dos pais garantias como: fiador, nota promissória ou cheque pré-datado, assim como não pode exigir documento que comprove a quitação de débitos com a escola anterior.
É sempre importante lembrar que o contrato de prestação de serviços educacionais deve ser lido e esclarecido antes de ser assinado. De acordo com a portaria nº 224/2019, expedida pelo PROCON/MA, é obrigação da instituição de ensino divulgar, em local de fácil acesso ao público, o texto da proposta de contrato, no período mínimo de 45 (quarenta e cinco) dias antes da data final para matrícula.
Se o consumidor se deparar com uma situação como essa ou verificar qualquer irregularidade nas relações de consumo, deve formalizar uma reclamação por meio do app PROCON MA, site ou em uma das nossas unidades físicas de atendimento.
Com informações do Procon/MA.