“A melhor parte de mim foi arrancada de forma brutal”, diz Cléber Verde sobre assassinato dos pais

“A melhor parte de mim foi arrancada de forma brutal, violenta, sem compaixão, mas as lembranças de todo ensinamento de uma vida, que os meus pais me deixaram, com a fé que tenho em Deus, tornar-me-ao um homem melhor. Suas ausências físicas, serão substituídas pelas doces lembranças de afeto, amor, cumplicidade, e a vontade que acendeu em mim, ainda mais forte, de praticar o bem, união familiar, de amigos, sem esperar o amanhã, procurar na medida possível, fazer pra hoje. A vida espera mais da gente, e menos dos outros”.
O parlamentar agradeceu por todas as mensagens. “Obrigado a todos os amigos pelas mensagens, por todo abraço, e suas companhias que acalentam as nossas almas aflitas, com tantas palavras reconfortantes”, disse.
Os corpos dos pais do deputado federal foram enterrados nesta quinta-feira (16). O sepultamento, que ocorreu no cemitério do Vinhais, foi marcado por muita dor e comoção. Veja a reportagem exibida no Jornal da Difusora:
ENTENDA O CASO
O crime aconteceu na última terça-feira (14) na zona rural de Turiaçu, a 245 quilômetros de São Luís. Segundo as investigações, criminosos invadiram a fazenda da família para praticar um assalto e acabaram assassinando os idosos. Pelo que foi apurado até agora na cena do crime, Jesuíno teria tentado fugir ao perceber ação. O bando estaria sendo liderado por Fábio Cardoso, que morreu em troca tiros com a polícia. Outros suspeitos de participarem do ato criminoso continuam sendo procurados