segunda-feira, 1 de junho de 2020

DEREK CHAUVIN, POLICIAL QUE MATOU GEORGE FLOYD, É TRANSFERIDO PARA PRISÃO DE SEGURANÇA MÁXIMA


O caso da morte do jovem negro ficou bastante famoso e serviu de estopim para uma série de revoltas nos EUA contra os abusos das autoridades de segurança
ANDRÉ NOGUEIRA PUBLICADO EM 01/06/2020, ÀS 13H00

Derek Chauvin - Divulgação
Derek Chauvin - Divulgação
O ex-policial da cidade de Minneapolis (Minnesota, EUA) Derek Chauvin foi transferido definitivamente para uma prisão de segurança máxima no estado após ser declarado culpado de homicídio contra George Floyd, num caso que tomou as redes sociais. O oficial manteve-se ajoelhado na garganta de Floyd por nove minutos, apesar dos pedidos que ele se levantasse e dos anúncios do jovem que não conseguia respirar.
Chauvin foi, num primeiro momento, demitido e levado a uma cadeia do condado de Ramsey, até que fosse levado a Hennepin, onde aguardou um anúncio oficial definitivo. Então, segundo informou um relatório do Departamento Estadual de Correções do Minnesota, ele foi transferido para o centro penitenciário de Oak Park Heights, em Stillwater.
Crime deu origem a uma serie de protestos pelo país / Crédito: Divulgação

De acordo com o órgão, “Oak Park Heights é o nível mais alto de custódia no sistema DOC de Minnesota. No entanto, a maioria dos reclusos alojados aqui está sob custódia máxima e estreita, pois alguns reclusos precisam de um nível mais alto de segurança ”.
Segundo o comissário do local, Paul Schnell, a transferência foi um pedido do xerife de Hennepin, David Hutchinson, e que o ato não é incomum na dinâmica carcerária do Minnesota. Ouros três policiais também foram sentenciados à prisão pela morte de Floyd.

Sem comentários:

Publicar um comentário