sexta-feira, 9 de agosto de 2019

Gleisi Hoffmann erra ao excluir Flávio Dino e outros nomes como alternativas do PT em 2022


A deputada federal Gleisi Hoffmann disse ao UOL (veja aqui) que o PT só tem duas opções em 2022: o presidiário Lula (deve continuar cumprindo pena até lá) ou Fernando Haddad. Durante uma  hora de entrevista, Gleisi não citou sequer a possibilidade de apoiar um nome de outro partido (Flávio Dino, Guilherme Boulos etc). “Não construímos lideranças de uma hora para outra”, afirmou a presidente do partido, que cita Fernando Haddad com nome reserva em total ato de descortesia.
Enfraquecido depois de ter o seu líder preso e perdido as eleições, o PT continua com a visão míope de que ainda é protagonista da esquerda e os outros devem a vir a reboque.
Esse projeto individualista dos petistas acabou gerando um movimento de partidos do mesmo campo no sentindo de buscar um projeto alternativo. Melhor nome posicionado no momento para uma disputa presidencial, o governador Flávio Dino, por exemplo, tem buscado aproximação com o Centro (atitude acertada de quem enxerga a política sem radicalismo ideológico). O caminho é o Centro.
Ao insistirem com essa postura exclusivista e soberba, o PT corre o risco de ficar ainda mais isolado. Gleisi, atual presidente nacional do partido, já disse que disputará a reeleição. A legenda só tem a perder com ela no comando.


Leia mais: https://jornalpequeno.blog.br/johncutrim/gleisi-hoffmann-erra-ao-excluir-flavio-dino-e-outros-nomes-como-alternativas-do-pt-em-2022/#ixzz5w6r17RYS

Sem comentários:

Enviar um comentário