domingo, 31 de março de 2019

Em reunião na Vila Progresso, Jeisael defendeu a presença, de verdade, da gestão municipal nas comunidades


Na última sexta-feira, 29, o pré-candidato a prefeito de São Luis, Jornalista Jeisael Marx, esteve reunido com os moradores da Vila Progresso, a convite da presidente da Associação daquela comunidade, Maria Cosma, e do líder comunitário Ferreira SF Filho.
Jeisael falou, mais uma vez, sobre a ideia de descentralização da gestão municipal através das subprefeituras. Mas falou também que é preciso atuar junto às comunidades em parceria, de forma prática.

“O poder público municipal precisa estar presente nas comunidades, de verdade, e não somente na propaganda. Prefeito presente é aquele que discute diretamente com o povo durante todo o mandato, e não aquele que só é presente em momentos de crise. É possível fazer um monte coisas, obras pequenas, em parceira com a própria comunidade, em regime de mutirão. A prefeitura fornece material, por exemplo, e a comunidade, a mão de obra”, assinalou.

Jeisael disse que isso não é algo distante ou impossível, e citou o Mutirão Rua Digna, do governo Flavio Dino, como exemplo. Lembrou também que em muitos bairros, alguns comunitários e vereadores encabeçam ações dessa natureza. “E por que a Prefeitura não faz? Porque falta um modelo de gestão voltado para a base, para a comunidade. Nós defendemos um lema: prefeito cidadão, cidadão prefeito”, salientou.
Alguns membros da igreja evangélica também participaram da reunião, como o Pastor Elson Mota, da igreja Paz Church, o advogado James Raposo e o empresário Leandro Dourado. Eles estiveram durante a semana visitando famílias da Vila Progresso, e estão em mobilização para levar alguns serviços voluntários e melhorias.

“Nós sabemos que sozinhos não somos tão fortes. E por isso, estamos aqui, sem interesses outros que não sejam apenas de contribuir de forma positiva com a vida das pessoas. Mas, nós precisamos fazer isso juntos, com todos vocês”, exortou o Pr. Elson.

Um dia antes, Jeisael já havia visitado a comunidade para conferir a situação das ruas, a pedido de alguns moradores. A Caema fez a instalação de tubos de esgoto na área, mas não recompôs a camada asfáltica. Há uma grande erosão na rua de acesso à comunidade causada pelas águas da chuva, o que pode deixá-la isolada se nada for feito a tempo. Alguns carros já não conseguem passar. Os moradores pretendem, em regime de mutirão, tentar recuperar a rua com entulho e sacos de terra.

Ao passar em frente à Associação, Jeisael foi provocado em tom de brincadeira por populares, resolveu logo ajudar a dar uma mãozinha de tinta nas paredes do prédio, com seu jeitão espontâneo conhecido do público. Também foi “intimado” a participar da reunião que já estava marcada para o dia seguinte, sexta-feira, e não se fez de rogado.

“A gente gostou muito de ver ele aqui. A gente só via pela televisão. O povo aqui gosta muito dele. É legal ver que ele tem umas ideias muito boas”, disse uma moradora, após posar para foto ao lado do apresentador.

Sem comentários:

Enviar um comentário