quinta-feira, 31 de janeiro de 2019

Paço do Lumiar: Vereadores buscam proteção e investigação policial contra perseguição através de fake news que tem como um dos divulgadores o ex-presidiário Paulo Sampaio, miliciano expulso da PM

Na segunda-feira, 28, pela manhã, os vereadores FERNANDO MUNIZ, LEONARDO BRUNO, MIGUEL ÂNGELO, INÁCIO FERREIRA, HELDER VAGNER, ANA LÚCIA, JÚLIO PINHEIRO E WELLINGTON SOUSA estiveram na Delegacia de Polícia da sede de Paço do Lumiar. Eles foram recebidos pelo delegado titular Sidney Oliveira de Sousa, que abriu procedimento para garantir proteção aos vereadores e investigar a perseguição sofrida por eles, além dos crimes de injúria, calúnia, difamação e até ameaça de morte.
O caso registrado na delegacia é considerado extremamente sério e grave, uma vez que um dos elementos que está perseguindo os vereadores e divulgando a danosa fake news sobre a existência de milícia em Paço do Lumiar (inventada pelo  blogueiro Domingos Costa) é o  ex-presidiário Paulo Sergio Sampaio Mendes, vulgo "Paulo Crânio" ou “Paulo Sampaio”, que era militar e foi expulso da Polícia Militar por assalto a banco, sequestro, estelionato, condenado pela justiça e é apontado como atual assessor informal do presidente da Câmara Municipal de Paço do Lumiar, Marinho do Paço (PROS).
Os vereadores admitiram que estão extremamente temerosos por suas vidas e de seus familiares, pois Paulo Sampaio já respondeu (e ainda responde) por vários casos, inclusive de ameaças de morte, e foi condenado e cumpriu pena por diversos crimes como assalto a banco, sequestro, estelionato quando era policial militar e criou uma “MILÍCIA” para cometer crimes, até a sua expulsão das fileiras da briosa Polícia Militar do Maranhão.


Sem comentários:

Enviar um comentário