sexta-feira, 7 de setembro de 2018

Salário dos professores do Maranhão vira exemplo para o Brasil


Publicado Por Daniel Bandeira em 7 de setembro de 2018
O salário pago aos professores da rede pública do Maranhão voltou a ser destaque nacional, dessa vez durante debate entre os candidatos ao governo do Mato Grosso do Sul. O candidato Juiz Odilon (PDT) corrigiu um adversário ao lembrar que o Maranhão é o estado que paga o maior salário para professores com jornada de 40 horas.
“O Mato Grosso do Sul não paga o maior salário de professores, quem paga é o Maranhão. Lá pagam R$ 5.750. Esse é o salário do professor. E quem é que dirige o Maranhão? É o Flávio Dino”, destacou o pedetista.
Essa não é a primeira vez que o governo Flávio Dino (PCdoB) é citado como referência no quesito remuneração dos professores. Candidatos ao governo de São Paulo também usaram o piso salarial pago no Maranhão como bom exemplo de política educacional.
Dobro do piso nacional
Quem também já tinha usado o salário dos professores maranhenses como paradigma nacional foi o jornalista alagoano Ricardo Mota. Em coluna na TV, Mota destacou que o piso dos professores no Maranhão equivale a mais que o dobro nacional, que é de R$ 2,500.
“O estado que foi controlado durante mais de 40 anos pela família Sarney virou um sopro de esperança para quem desacredita na política e nos políticos”, disse o comentarista reforçando que a Educação é uma “clara prioridade” para o governo Dino
.

CONHEÇA OS FAVORITOS PARA DEPUTADO FEDERAL E ESTADUAL POR COLIGAÇÃO


Oito candidatos a federal brigam por seis vagas no chapão governista
Faltando exatamente um mês para as eleições que definirão o próximo presidente da República, governador, os dois senadores, dezoito deputados federais e 42 estaduais, o blog do Jorge Vieira conversou com um importante dirigente partidário para ouvir sua opinião sobre as futuras composições das bancadas que serão eleitas para a Câmara Federal e Assembleia Legislativa do Maranhão pelas suas respectivas coligações.
É bom lembrar, no entanto, que favorito não significa eleito e que em toda eleição ocorrem surpresas, inclusive desagradáveis.
Veja abaixo a relação dos favoritos por coligação ou partido segundo análise de um importante dirigente político, especialista no assunto, que fez o levantamento para o blog sob a condição de anonimato para evitar polêmicas com os que se consideram eleitos, mas que não constam na relação.
Esses são os favoritos para conquistar as 42 vagas na Assembleia:
A Coligação “Todos pelo Maranhão”, formada pelos partidos PCdoB/PDT/DEM/PR/PP/PTC/PSB/PRB/AVANTEtem chances de eleger até 23 deputados estaduais:
Othelino Neto
Detinha
Glauber Cutrim
Andreia Resende
Antonio Pereira
Fabio Macedo
Edson Araújo
Neto Evangelista
Marco Aurélio
Marcelo Tavares
Cafeteira
Cleide Coutinho
Edvaldo Holanda
Rafael Leitoa
Paulo Neto
Manoel Ribeiro
Valeria Macedo
Raimundo Cutrim
Zé Gentil
Daniela Tema
Júnior Verde
Levi Pontes
Ana do Gás
A Coligação “Maranhão Quer Mais”: PSD/PV/PRP/PMB/PSC/MDBessa coligação elegerá apenas seis deputados.
Adriano Sarney
Rigo Teles
Arnaldo Melo
César Pires
Andreia Murad
Roberto Costa
Na Coligação “Todos pelo Maranhão”, formada por Patriotas e Solidariedadedeve eleger três cadeiras na ALEMA, são eles: Helena Duailibe, J. Pinto e Fábio Braga.
O PSDB não coligou :
Os tucanos maranhenses devem fazer duas cadeiras no parlamento estadual. A primeira deve ser do deputado Welington e a outra do Guilherme Paz.
PSL não coligou:
O partido deve eleger dois deputados. O primeiro, será o empresário Pará Figueiredo (filho do presidente do TJ-MA), a outra vaga deve ficar com  o ex-vereador por São Luís, Fábio Câmara.
PRTB também não coligou:
Condição de eleger dois deputados estaduais:  Marcial Lima, vereador por São Luís e irmão do atual prefeito de Grajaú; Dr. Gutemberg vereador por São Luís.
A Coligação Juntos pelo Maranhão,  PHS e o PMN:
Provavelmente elegerá 01 deputado. Dois nomes despontam como favoritos,  Rose Sales, ex-vereadora por São Luís e o delegado Lourival Mendes,   ex-deputado federal.
Coligação Todos pelo Maranhão, PPL/PTB/PROS/PPS:
Esta coligação fará uma ou duas cadeiras na ALEMA, que será o deputado estadual Marcos Caldas, se fizer o segundo será o Pastor Cavalcante (Líder das Igrejas Assembleia de Deus no Sul do Maranhão).
PT saiu sozinho:
O Partido dos Trabalhadores decidiu sair sozinho e por consequência irá manter as duas cadeiras que elegeu na eleição passada na Assembleia Legislativa do Maranhão, elegendo o vereador por São Luís, Honorato Fernandes e  reelegendo o deputado estadual Zé Inácio.
Pra fazer um Maranhão melhor, Podemos/DC/Rede:
Dificilmente elegerá deputado.
Coligação Vamos sem medo de mudar o Maranhão – PSOL/PCB:
As duas legendas  não conseguirão eleger nomes para a ALEMA.
PSTU saiu sozinho: O partido não elege deputados.
Prováveis eleitos nas coligações que disputam as 18 cadeiras para a Câmara Federal:
Coligação Todos pelo Maranhão, formada pelo partidos: PC do B / PRB / PPS / SOLIDARIEDADE / PROS / PTC / PTB / PSB / DEM / AVANTE / PPLelege 05 (CINCO), ainda é possível eleger mais 01, ficando a coligação com 6 (seis)deputados federais. Oito fortes candidatos disputam as seis vagas.
Bira do Pindaré
Simplicio Araújo
Marcio Jerry
Jucelino Filho
Rubens Júnior
Kleber Verde
Pedro Lucas
Gastão Vieira
Coligação (PDT / PP / PR / PATRIOTA) elege 04 (quatro) vagas.
Josimar de Maranhãozinho
André Fufuca
Júnior Lourenço
Gil Cutrim
Na Coligação “Maranhão Quer mais”, composta pelo MDB / PV / PSD / PSC / PMB / PRP provavelmente vai eleger 04 (quatro) deputados.
Edilazio
Hildon Rocha
João Marcelo
Victor Mendes
Coragem e União para fazer diferente” (PSDB / REDE / PODE / DC), essa é a Coligação dos federais de Roberto Rocha. Dois (02) serão eleitos:
Aluizio Mendes
Sebastião Madeira
Coligação “Juntos pelo Maranhão” PMN/PHS esse dois partidos  elegerão apenas 01 um nome:
Eduardo Braide
A coligação PSL e PRTB, talvez eleja 01 deputado, único que tem chance de se eleger nesta chapa é o advogado Márcio Coutinho.
PT, saiu sozinho, dificilmente alcançará o quociente eleitoral, mas se fizer será o deputado Zé Carlos. 
O Psol e PCB infelizmente não elegerá nenhum deputado federal.

O PSTU não elegerá deputado federal.

Flávio Dino: “Márcio Jerry nunca deixou de trabalhar pelas causas do Maranhão”


9
“Conheço Márcio Jerry há muitos anos e uma coisa nunca mudou. Ele nunca deixou de trabalhar de manhã, de tarde e de noite pelas causas do Maranhão”. Foi assim que o governador Flávio Dino resumiu a trajetória política e de militância do candidato a deputado federal, Márcio Jerry. Os dois cumpriram agenda de campanha no município de Caxias, onde participaram do comício “Tá Combinado”, organizado pelo candidato a deputado estadual Adelmo Soares.
Em seu discurso, Márcio Jerry afirmou que quer ser deputado federal para ajudar o governador a continuar a fazer mais pelo Maranhão. “Sempre estive junto do governador Flávio Dino, trabalhando junto com ele para transformar o estado. A nossa candidatura nasce de uma luta social em nome de tudo que é bom, belo, justo e que defende os direitos dos trabalhadores.  Agradeço o apoio do governador Flávio Dino e de Adelmo Soares nessa caminhada”, disse Márcio Jerry.
O ato político foi realizado na Avenida Santos Dumont e contou com a presença de prefeitos de vários municípios da região, como Jorge Oliveira, de Duque Bacelar; Zé Reis, de Aldeias Altas; Chico Freitas, de Lagoa Grande; Laércio Arruda, de Lago da Pedra; Ruivo, de Cantanhede; e o vice-prefeito de Coelho Neto, Antonio Pires.
Também participaram representantes de mais de 30 sindicatos de trabalhadores rurais; da Federação dos Trabalhadores da Agricultura do Estado do Maranhão (Fetaema); do Movimento dos Trabalhadores Rurais sem-terra (MST); e o Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB).

quarta-feira, 5 de setembro de 2018

Roberto Rocha perdeu a paciência com Marcelo Minard "Tá querendo fazer graça"


Quem ouviu o programa Ponto e Vírgula da Rádio Difusora FM (05), que está fazendo uma sabatina com os candidatos ao governo do estado do Maranhão, percebeu o quanto incomodou o senador e candidato, Roberto Rocha, quando ele falou que alguns senadores eram de Sarney. 

"Os senadores de Sarney...". Disse Rocha. Minard logo percebeu que Rocha tinha deixado algo escapar sem querer. "E tem isso é? Senadores de Sarney?".

O senador tentou corrigir dizendo que eram os senadores do grupo Sarney (Lobão, João Alberto e ele próprio). 

"Minard tá querendo fazer graça". Retrucou Rocha...

PALESTRA EMPRESAS 4.0 SEBRAE Jaracaty - Auditório Armando Gaspar - São Luís, MA 12 de setembro de 2018, 19h-21h

SEBRAE Jaracaty - Auditório Armando Gaspar - São Luís, MA
12 de setembro de 2018, 19h-21h

Inscrição

R$ 0,00
Ingresso único
R$ 60,00
Pague em até 12x
Inscrições até 12/09/2018 0

REALIZAR INSCRIÇÃO

Descrição do evento

Saiba reconhecer as oportunidades de negócio de uma revolução que está em curso!

A Revolução Industrial transformou a vida das pessoas. Agora, qualquer um tem acesso à grande variedade de produtos, a novas formas de geração e distribuição de energia, a meios de transporte mais eficientes. Recentemente, a internet encolheu o planeta e revolucionou o acesso à informação e o modo de relacionamento entre as pessoas.

Vivemos agora uma revolução tecnológica que promete transformar novamente a maneira como o mundo funciona, proporcionando crescimento econômico, gerando empregos mais qualificados e propiciando elevação dos padrões de vida.

A Palestra Empresas 4.0: Descubra novas oportunidades para seu negócio visa apresentar este novo momento e como ele irá impactar sua vida empresarial. Esteja preparado!

Data: 12 de setembro de 2018

Horário: 19h

Local: Auditório do SEBRAE no Jaracaty

O Palestrante:

Reinaldo Lorenzato

Engenheiro Industrial Mecânico formado pela Escola de Engenharia da Universidade Mackenzie e MBA Internacional pela Rotman Business School da University of Toronto. Com mais de 30 anos como profissional de TI e automação foi executivo de empresas como Hewlett-Packard, Bertelsmann AG e Grupo Seiko-Epson. Atualmente é Sócio-Diretor da Lorian para as operações Brasil e América Latina e Conselheiro em Estratégias de Evolução Digital.

O Novo Marco Legal de Ciência, Tecnologia e Inovação

Conheça os princípios do novo marco legal, que trazem um leque de oportunidades para as empresas no Brasil.

    O novo marco legal de ciência, tecnologia e inovação altera regras importantes favorecendo a criação de um ambiente de inovação mais dinâmico no Brasil.
    Conhecer os princípios do novo marco legal permite aos pequenos negócios tomarem melhor proveito das grandes oportunidades trazidas por ele para o mercado e o sistema de inovação como um todo.
    Veja neste artigo de maneira bem simplificada as novidades trazidas pelo Decreto nº 9.283/2018, que regulamenta o Novo Marco Legal de Ciência, Tecnologia e Inovação (Lei nº 13.243/2016), a partir da Lei nº 10.973/2004 e da Emenda Constitucional no. 85/2015.

    O que é o novo marco legal de ciência, tecnologia e inovação?
    O Novo Marco Legal visa criar um ambiente mais favorável à pesquisa, desenvolvimento e inovação nas universidades, nos institutos públicos e nas empresas, através da alteração de nove Leis:
    • Lei de Inovação
    • Lei das Fundações de Apoio
    • Lei de Licitações
    • Regime Diferenciado de Contratações Públicas
    • Lei do Magistério Federal
    • Lei do Estrangeiro
    • Lei de Importações de Bens para Pesquisa
    • Lei de Isenções de Importações e Lei das Contratações Temporárias
      

    Quais são os princípios do novo marco legal de ciência, tecnologia e inovação?

    • A promoção das atividades científicas e tecnológicas como estratégicas para o desenvolvimento econômico e social;
    • A promoção da cooperação e interação entre os entes públicos, entre os setores público e privado e entre empresas;
    • O estímulo à atividade de inovação nas empresas e nas instituições de ciência e tecnologia (ICTs);
    • A simplificação de procedimentos para gestão de projetos de ciência, tecnologia e inovação e adoção de controle por resultados em sua avaliação.

    Quais são os tipos de entidades beneficiadas pelo novo marco legal?

      Qual o propósito do Decreto nº 9.283 / 2018?
      O Decreto visa regulamentar as medidas de incentivo à inovação e à pesquisa científica e tecnológica no ambiente produtivo, com vistas à capacitação tecnológica, ao alcance da autonomia tecnológica e ao desenvolvimento do sistema produtivo nacional e regional.
      O Decreto foi criado principalmente para atender dispositivos da Lei nº 13.243/2016 que necessitavam de regulamentação.
      O Decreto também regula dispositivos das Leis nº 8.666 (1993), nº 8.010 (1990), nº 8.032 (1990), do Decreto 6.759 (2009) e da Lei de Inovação (nº 10.973 / 2004).

        Quais os pontos mais importantes do Decreto nº 9.283 / 2018?

        • Estímulos à constituição de alianças estratégicas e o desenvolvimento de projetos de cooperação que envolvam empresas, instituições de ciência e tecnologia (ICT’s) e entidades privadas sem fins lucrativos.
        • Autorização às ICT’s públicas integrantes da administração pública indireta, às agências de fomento, às empresas públicas e às sociedades de economia mista a participarem minoritariamente do capital social de empresas.
        • Tratamento prioritário e procedimentos simplificados para processos de importação e de desembaraço aduaneiro de bens e produtos utilizados em pesquisa científica e tecnológica ou em projetos de inovação.
        • Os Núcleos de Inovação Tecnológica (NIT) poderão ser constituídos com personalidade jurídica própria, como entidade privada sem fins lucrativos, inclusive sob a forma de fundação de apoio.
        • O poder público manterá mecanismos de fomento, apoio e gestão adequados à internacionalização das ICT´s públicas, que poderão exercer fora do território nacional atividades relacionadas com ciência, tecnologia e inovação.
        • Aperfeiçoamento de instrumentos para estímulo à inovação nas empresas, como a permissão de uso de despesas de capital na subvenção econômica, regulamentação de encomenda tecnológica e criação de bônus tecnológico.
        • Regulamentação dos instrumentos jurídicos de parcerias para a pesquisa, o desenvolvimento e a inovação: termo de outorga, acordo de parceria para pesquisa, desenvolvimento e inovação, convênio para pesquisa, desenvolvimento e inovação.
        • Facilidades para a transferência de tecnologia de ICT pública para o setor privado.
        • Dispensa de licitação para a aquisição ou contratação de produto para pesquisa e desenvolvimento. No caso de obras e serviços de engenharia o valor limite passa de R$ 15 mil para R$ 300 mil.
        • Documentação exigida para contratação de produto para pesquisa e desenvolvimento poderá ser dispensada, no todo ou em parte, desde que para pronta entrega ou até o valor de R$ 80 mil.
        • Autorização para a administração pública direta, as agências de fomento e as ICT’s apoiarem a criação, a implantação e a consolidação de ambientes promotores da inovação.
        • Prestação de contas simplificada, privilegiando os resultados obtidos nos acordos de parceria e convênios para pesquisa, desenvolvimento e inovação.
        • Possibilidade de transposição, remanejamento ou transferência de recursos entre categorias de programação nas atividades de ciência, tecnologia e inovação, de até 20% do valor do projeto, sem necessidade de anuência prévia da concedente.
          Alguns destaques quanto à Propriedade Intelectual
          Os direitos de propriedade intelectual podem ser negociados e transferidos da instituição de ciência e tecnologia (ICT) para os parceiros privados, nos projetos de cooperação para a geração de produtos inovadores.
          As partes devem prever em instrumento jurídico específico a titularidade da propriedade intelectual, e a participação nos resultados da exploração comercial das criações resultantes da parceria.
          Os contratos de encomenda tecnológica poderão também dispor sobre a cessão do direito de propriedade intelectual, o licenciamento e a transferência de tecnologia

          Dr. Rafael Nunes garante o seu melhor tratamento odontológico


          Aparelho dental estético ou metálico. Você sabia que a grande maioria da população precisa?

          Implante dental. Devolvendo seu sorriso e mastigação de forma segura e eficiente. Elimine já as próteses removíveis.

          Outros tratamentos

          Lente de contato dental
          Clareamento dental
          Bichectomia
          Redução de papada
          Entre outros

          Agende sua consulta. Aceitamos convênios

          Centro de Odontologia Estética
          3235-3497/ 99163-7693

          Av.Ana Jansen, Ed. Mendes Frota S.613

          Dr. Rafael Nunes. Esp. e Mestre em Dentística Restauradora Estética  (UFSC) Doutor em Odontologia  (SL Mandic - SP) CRO-MA: 2718

          terça-feira, 4 de setembro de 2018

          PREFEITURA DE PAÇO DO LUMIAR REALIZARÁ GRANDE DESFILE CÍVICO NO MAIOBÃO




          Um grande desfile cívico em homenagem ao Dia da Independência do Brasil será realizado nesta quinta-feira, 6 de setembro, em Paço do Lumiar, organizado pela Prefeitura Municipal, por meio das Secretarias Municipais de Educação e da de Planejamento e Articulação Política. Cerca de 1.400 alunos da rede do Município devem participar do evento, que acontecerá pela manhã, com concentração a partir das 7h, na Avenida 04 do Maiobão (próximo ao Convento das Irmãs da Purificação). O desfile terá início às 8h, percorrerá a Avenida 04 e se encerrará no final da manhã, próximo ao Viva Maiobão.

          A iniciativa do desfile foi da secretária de Planejamento e primeira-dama Nubia Feitosa Dutra. “No ano passado nosso desfile cívico foi uma festa linda e este ano a Prefeitura está ainda mais empenhada, garantindo todo o apoio e estrutura para o evento”, afirmou a secretária.

          Durante o desfile haverá interdição do trânsito na Avenida 04 do Maiobão. Os ônibus que por ali passam vão circular pela Avenida 08, Avenida 05, Rua 65 e Avenida 12 para ter acesso à MA-201, somente no período do desfile. Já os ônibus que vêm no sentido São Luís/Paço do Lumiar, ao descerem pela Avenida 12 circularão pela Rua 69, Avenida 10, Avenida 05 e Avenida 08.

          O tema do desfile será “Meu Paço, meu Brasil!”. “A ideia a ser trabalhada é o senso de pertencimento. Queremos que os alunos sintam orgulho de morar em seus bairros, Maiobão, Maioba, Pindoba, Iguaíba etc”, explica o secretário municipal de Educação, Paulo Roberto Soares.

          Assim, o desfile terá peças alegóricas distribuídas em 11 alas, com subtemas que vão destacar as riquezas de cada bairro do município. Cada polo terá uma média de cinco escolas e trabalhará um subtema. “Ninguém vai a Paço. Vai-se ao Maiobão, à Maioba, à Pindoba, a Iguaíba, então teremos: Sou Maioba, sou Paço! Sou Pindoba, sou Paço! Sou Maiobão, sou Paço!”, acrescenta o secretário de Educação.

          No percurso, haverá quatro pontos de distribuição de água e no final será servido lanche padronizado para os estudantes, com sanduíche e suco.

          O prefeito de Paço do Lumiar, Domingos Dutra (PCdoB), afirma que na sua gestão foi resgatada a importância dos desfiles cívicos de 7 de setembro. “No ano passado fizemos uma grande festa na qual todos e todas homenagearam a Pátria e também Paço do Lumiar, resgatando a autoestima e o orgulho de morar no município. Este ano queremos fazer um desfile ainda mais bonito. Aproveito para convidar todas as famílias luminenses a prestigiarem nossos estudantes e esta grande festa”, destaca o prefeito Domingos Dutra.

          Propostas de Weverton Rocha viram Lei e Melhoram a vida do trabalhador


          by Homero Lima on 15:48 in ELEIÇÕES,SENADO, WEVERTON ROCHA



          Os comerciais e o programa eleitoral de Weverton, que concorre a uma das duas vagas para o Senado Federal, estão trazendo como slogan a defesa do trabalhador. A linha mantém coerência com a atuação dele na Câmara. Em cinco anos de mandato, Weverton teve 18 propostas que viraram lei, todas elas voltadas para os direitos dos trabalhadores.


          Foi uma emenda de Weverton, por exemplo, que garantiu a redução de 18 para 12 meses o tempo trabalhado para ter acesso ao seguro desemprego. Partiu dele também a lei que permitiu a anistia a bombeiros e policiais militares que fizeram greve em 2011 por melhoria de vencimento e condições de trabalho.


          Weverton também é o autor da proposição, que se tornou lei, permitindo a renegociação da das dívidas de cerca de 200 mil agricultores que fizeram empréstimo com o Banco do Nordeste e Caixa Econômica, com desconto de 85% do valor original.


          Outra lei de grande alcance é a que equipara o agricultor rural da economia familiar, garimpeiro, seringueiro, extrativista e pescador artesanal aos educadores nos diretos à aposentadoria por tempo de contribuição especial, em função de desempenho de atividades desgastantes e repetitivas que exaure o corpo ao longo dos anos.

          segunda-feira, 3 de setembro de 2018

          "Maura Jorge não passa de uma incoerente" Detona o vereador de São Luís Chico Carvalho

          O presidente do PSL no Maranhão e vereador de São Luís, Chico Carvalho, detonou a candidata do partido ao governo, Maura Jorge.
          Carvalho chamou Maura de incoerente por apoiar dois candidatos a deputado (Estadual e Federal) que não votam nela para governadora.

          Flávio Dino conversa com manifestantes em Dom Pedro e sai aplaudido

          O governador e candidato à reeleição Flávio Dino tem dedicado boa parte de sua campanha a percorrer as ruas em caminhadas com moradores de diversas cidades. Um episódio particular chamou atenção na cidade de Dom Pedro, na semana passada. Um protesto por falta d’água acabou se tornando um gesto de apoio a Flávio. A explicação está no diálogo franco e direto com os manifestantes.
          Durante a passagem da carreata de Flávio Dino, um grupo de moradores protestou contra a falta de água em um bairro. Diferentemente dos antigos governantes, ele desceu da carreta, foi até o local e conversou com os moradores.
          O resultado: saiu aplaudido no final, como pode ser visto nos vídeos que registraram o episódio.
          “O senhor fez bonito, desceu. Eu sou seu eleitor”, afirmou o morador que liderava o protesto. Em seguida puxou o coro, sendo seguido pelos demais: “Flávio Dino, Flávio Dino, Flávio Dino… Valeu, meu irmão, estamos contigo”.
          “Vai ser reeleito”, afirmou outro, em meio aos aplausos ao governador.
          O que Dino fez foi um gesto simples, mas que não existia na época dos antecessores. Um governante sério sabe que problemas existem e que é preciso encará-los de frente, dialogando diretamente com a população.

          Márcio Jerry mostra força política em encontro realizado em São Luís


          Publicado em 3 de setembro de 2018 por Daniel Bandeira



          Foto: A. Baêta

          O candidato à deputado federal e presidente do Diretório Estadual do PCdoB, Márcio Jerry, participou de encontro realizado na manhã desta segunda-feira (03), no Comitê do candidato, em São Luís.

          Também estiveram na plenária o candidato ao Senado Weverton Rocha (PDT) e o candidato à deputado estadual Odair José (PCdoB).


          Foto: Lauro Vasconcelos

          Centenas de pessoas participaram da plenária que tratou sobre os avanços alcançados pelo Governo do Estado, em que Márcio Jerry fez parte da administração como secretário de estado da Comunicação Social e Assuntos Políticos, cumprindo importante papel na gestão ao lado do governador Flávio Dino (PCdoB). Durante o encontro também foi explanado sobre as propostas do candidato e projetos que ele pretende desenvolver.


          Foto: A. Baêta

          “Não há uma luta em prol da população, desde a década de 80, em que não haja uma participação minha. A minha biografia me credencia a ser deputado federal. Fui coerente com as minhas posições políticas a minha vida inteira e agora, na Câmara Federal, vou ser ainda mais combativo, para que a gente possa ajudar o governador Flávio Dino”, disse Márcio Jerry.

          Dino segue na liderança e vence no primeiro turno, diz nova pesquisa DataIlha/Difusora


          O candidato à reeleição Flávio Dino (PCdoB) lidera a corrida pelo governo do Maranhão e deve vencer as eleições no primeiro turno com 60,47% dos votos válidos, é o que aponta nova pesquisa DataIlha encomendada pela TV Difusora e divulgada nesta segunda-feira, dia 3.

          O levantamento aponta que se as eleições fossem hoje, Dino venceria com quase o dobro de votos de Roseana Sarney (MDB), que aparece em segundo lugar com 31,08%.

          Logo atrás estão os candidatos Roberto Rocha (PSDB), com 4,4%; Maura Jorge (PSL), com 3,56%; Ramon Zapata (PSTU), com 0,6% e Odívio Neto (PSOL), com 0,25% das intenções de voto.

          Na votação nominal, quando são considerados os indecisos, brancos e nulos, Dino também segue na frente, com 49,19% dos votos. Em seguida aparecem Roseana Sarney, com 25,28%; Roberto Rocha, com 3,29%; Maura Jorge, com 2,90%, Ramon Zapata, com 0,5% e Odívio Neto, com 0,20%. Brancos e nulos somaram 8,20%. Não sabem ou não responderam totalizaram 10,45%.

          A pesquisa DataIlha/Difusora projetou ainda cenário onde há confronto direto entre Flávio Dino e Roseana Sarney. Aqui a vantagem de Dino é ainda maior, com 66,69% dos votos válidos contra 33,31% de Roseana.

          *Corrida presidencial*

          O estudo aferiu ainda a intenção de voto dos maranhenses na disputa pelo Palácio do Planalto. Quando foi levada a campo, a pesquisa considerou panorama com o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT) como candidato, mas em sessão ordinária na última sexta-feira (39), o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu barrar a candidatura do petista.

          Caso fosse candidato, Lula venceria as eleições no primeiro turno com 69,41% dos votos válidos. Atrás dele aparecem Jair Bolsonaro (PSL), com 18,58%; Ciro Gomes (PDT), com 5,44%; Marina Silva (Rede), com 3,98%; Geraldo Alckmin (PSDB), com 1,83% e João Amoêdo (Novo), com 0,43%. Os candidatos Henrique Meirelles (MDB), Alvaro Dias (Podemos) e Cabo Daciolo (Patriota) obtiveram 0,11% cada um. Guilherme Boulos (PSOL) e Vera Lúcia (PSTU) não pontuaram. 

          DataIlha/Difusora estimulou ainda cenário onde Fernando Haddad (PT) é candidato com apoio de Lula.  Nesse caso, Haddad aparece na frente com 29,84% dos votos válidos, seguido por Jair Bolsonaro, com 24,87%; Marina Silva, com 18,98%; Ciro Gomes, com 14,40%, Geraldo Alckmin, com 9,82%; João Amoêdo, com 0,52%; Henrique Meirelles, com 0,20%; Guilherme Boulos, com 0,13%; Alvaro Dias, com 0,52%; Vera Lúcia, com 0,39% e Cabo Daciolo, com 0,33%.

          Registrada no TRE sob o nº MA-03940/2018, a pesquisa DataIlha/Difusora foi realizada com 2.037 entrevistados em 37 cidades do Maranhão por meio de escutas individuais entre os dias 27 e 30 de agosto de 2018. O intervalo de confiança é de 95 % e a margem de erro é de 3.3%.