sexta-feira, 31 de agosto de 2018

O Município de Paço do Lumiar tem uma bela representante no concurso miss Maranhão Juvenil

O Município de Paço do Lumiar tem uma bela representante no concurso miss Maranhão Juvenil que ser a realizado neste sábado (01) no auditório do FIEMA no bairro Conama às 19h. A miss Paço do Lumiar é Isabelle Soares Campacci
de 16 anos, 1,60 De altura, olhos verdes e um corpo que segue os padrões exigidos pela organização do concurso. A jovem miss já tem experiência com passarelas, participou de inúmeros concursos e segue carreira como modelo.

Em um bate papo descontraído a modelo que é dona de um sorriso encantador e grande bom humor, mostrou ter muito  conteúdo intelectual e que está preparada para o desafio.

"Venho me preparando desde o início de maio, por meio dos ensaios semanais e treinos em casa, além é claro da ajuda dos meus patrocinadores. Também gosto muito de ler e estudar porque no meu ponto de vista não basta só beleza, uma miss de verdade se preocupa com a educação" disse Isabelle.

A moça também falou de suas expectativas. "Minhas expectativas para o concurso se renovam à cada sábado, pois cada um dos dias de ensaio temos novidades, sempre com uma boa dinâmica, então, o que eu espero do concurso é principalmente a honestidade da parte de todas as candidatas e claro, trazer a coroa e a faixa para o município de Paço do Lumiar destacou a miss.

Segundo Isabelle seu maior sonho é receber esse título tão importante, mas além da carreira de modelo, ela tem pretensões na área da saúde e na gastronomia, ela diz que se for eleita Miss Maranhão Juvenil vai  representar o estado no concurso nacional " Na verdade esse não é meu único objetivo, com esse título, vem grandes responsabilidades e também um aumento na quantidade de visualizações nas redes sociais, com essa maior visibilidade pretendo incentivar às pessoas a ajudar o próximo e criar projetos sociais, estou muito ansiosa e representar o município de Paço do Lumiar e o povo lumiense é pra mim uma grande honra"

quinta-feira, 30 de agosto de 2018

Núbia Feitosa aborda temas sobre proteção e direitos da mulher em palestra na faculdade Iesf



Foi uma iniciativa do Instituto de Ensino Superior Franciscano - IESF, que ofereceu ao público acadêmico e a comunidade em geral uma palestra educativa com abordagens de temas sobre a proteção e direitos da mulher. O evento ocorreu nesta quinta-feira, 30, no auditório da faculdade Iesf.
A palestra foi ministrada pela primeira-dama e secretária de Administração, Finanças, Fazenda e Articulação Governamental do município de Paço do Lumiar, Núbia Feitosa. 

A secretária que é psicopedagoga, psicóloga, psicoterapeuta de regressão e advogada criminalista, possui trabalhos voltados para a defesa da mulher. Núbia Dutra é especialista em docência no ensino superior, especialista em direito civil e processual civil, perita criminal, mestranda em ciências jurídicas, grafóloga e poetisa.

Os conteúdos interpelados foram voltados para a reflexão sobre os direitos da mulher, bem como, ações de defesa e proteção. Assuntos como estupro marital, reciprocidade como aparelho de controle, quando o medo vence a razão e leis sobre o tema foram abordados.

quarta-feira, 29 de agosto de 2018

Alunos do curso de enfermagem da faculdade Iesf realizam ação no Viva Maiobão com aferição de pressão e orientações sobre obesidade, hipertensão e diabetes - Projeto IESF na Comunidade

Foi realizada uma Ação no Viva Maiobão com aferição de pressão e orientações sobre obesidade, hipertensão e diabetes feitas pelos alunos do curso de enfermagem. 

A ação contou a participação dos alunos de Pedagogia orientando sobre aproveitamento de lixo urbano. E atividades recreativas como ginástica funcional, realizadas pelos alunos do curso de Educação Física.


"A ação faz parte do 'Projeto IESF na Comunidade' que objetiva estreitar os laços, promover o desenvolvimento e inclusão social por meio de ações de responsabilidade social. Esta ação foi realizada por: Grupo de Extensão em Educação, Meio Ambiente e Sustentabilidade do Curso de Pedagogia. Grupo de Extensão em Imunização, Alimentos Funcionais e Prevenção de Doenças Endêmicas (Arboviroses) do Curso de Enfermagem. Orientadora pela Profª Vera Barros". Relatou Tiago Carneiro responsável pela faculdade.

Palestra educativa aborda temas sobre proteção e direitos da mulher


Uma iniciativa do Instituto de Ensino Superior Franciscano (Iesf) vai oferecer ao público acadêmico e a comunidade em geral uma palestra educativa com abordagens de temas sobre a proteção e direitos da mulher. O evento ocorre nesta quinta-feira, 30, às 19h, no auditório da faculdade Iesf.


A palestra será ministrada pela primeira-dama e secretária de Administração, Finanças, Fazenda e Articulação Governamental do município de Paço do Lumiar, Núbia Dutra.


A secretária que é psicopedagoga, psicóloga, psicoterapeuta de regressão e advogada criminalista possui trabalhos voltados para a defesa da mulher. Núbia Dutra é especialista em docência no ensino superior, especialista em direito civil e processual civil, perita criminal, mestranda em ciências jurídicas, grafóloga e poetisa.


Os conteúdos interpelados serão voltados para a reflexão sobre os direitos da mulher, bem como, ações de defesa e proteção.

Assuntos como estupro marital, reciprocidade como aparelho de controle, quando o medo vence a razão e leis sobre o tema farão parte da abordagem.

terça-feira, 28 de agosto de 2018

Maranhense morta a facadas no DF teve medida protetiva negada


Dez dias antes de morrer, a maranhense Maria Regina Araújo, 44 anos, natural de São Luís, denunciou o marido, Eduardo Gonçalves de Sousa, à polícia. A vítima teve o pedido de medida protetiva negado pelo Juizado de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher do Paranoá.
Gonçalves é o principal suspeito de assassinar Maria Regina, com 20 facadas, no imóvel em que moravam na Quadra 1, Conjunto B, da Fazendinha, no Itapoã, na noite desse domingo (26/8). A filha do casal, de apenas oito anos, presenciou o crime. O acusado está foragido.
Em uma decisão do dia 16 de agosto, a juíza substituta Eugênia Christina Bergamo Albernaz destacou que Maria Regina afirmou viver uma relação conturbada com Eduardo. “A requerente relata não ter um relacionamento amistoso com o atual companheiro, em razão das constantes brigas do casal, ao longo dos 12 anos de relacionamento, motivo pelo qual teria sido supostamente injuriada e ameaçada pelo requerido, em 12 de agosto de 2018”, pontuou.
A magistrada assinalou, porém, que não vislumbrava, em um primeiro momento, “iminente prejuízo à vítima (…), uma vez que, considerando a narrativa dos fatos, infere-se que o objeto do conflito entre as partes está relacionado à eventual separação ou dissolução de união estável, devido ao desgaste do convívio matrimonial, que devem ser judicializadas perante o juízo competente (Vara de Família), não incidindo, assim, as circunstâncias que autorizam a aplicação da Lei nº 11.340/2006 (Maria da Penha)”, completou.
Ainda segundo o despacho, a juíza alegou não haver elementos probatórios com relação à denúncia feita pela vítima. Eugênia Albernaz lembrou que ficou clara a vontade da mulher de separar-se do companheiro.
Ao indeferir o pedido, a magistrada determinou que a vítima fosse orientada a procurar um advogado, a Defensoria Pública ou núcleo de assistência judiciária gratuito mais próximo de sua residência para que se informasse acerca das condições do divórcio ou reconhecimento e dissolução de união estável.
O crime
O Corpo de Bombeiros foi acionado na noite de domingo (26) para prestar os primeiros socorros, mas a vítima já estava morta quando os militares chegaram ao local. A mulher teria sido atingida nas costas e no pescoço.
Os bombeiros tomaram conhecimento de que a filha de Maria Regina estava na casa da vizinha em estado de choque. A criança teria presenciado o crime. O Serviço Social foi acionado. Até a última atualização desta reportagem, Eduardo Gonçalves permanecia foragido.
Dados de feminicídio
No primeiro semestre de 2018, 16 mulheres foram vítimas de feminicídio no DF, conforme dados do Ministério Público. Metade delas tinha menos de 40 anos. No mesmo período, outras 37 sobreviveram a tentativas de assassinato por parte de seus companheiros.
“Vivemos numa cultura que naturaliza a violência contra a mulher”, afirma o promotor Fausto Lima. Em comparação com o mesmo período do ano passado, o crime teve aumento de 60% no Distrito Federal. Em 2017, 10 mulheres perderam a vida e outras 37 não morreram por circunstâncias alheias à vontade do agressor.
A violência doméstica atinge todo o Distrito Federal, mas Ceilândia, Santa Maria, Planaltina, Samambaia, Taguatinga, Recanto das Emas e Gama lideraram o triste ranking de vítimas do primeiro semestre do ano.
No país, quase 10 mil mulheres foram vítimas de feminicídio ou tentativas de homicídio por motivos de gênero nos últimos 9 anos, de acordo com levantamento da Central de Atendimento à Mulher, o Ligue 180. Desde 2009, a central registrou denúncias de morte de pelo menos 3,1 mil mulheres e outras 6,4 mil foram alvo de tentativa de assassinato.
Por METRÓPOLES 

domingo, 26 de agosto de 2018

A Prefeitura de Paço do Lumiar solidariza com todos os soldados brasileiros, das Forças Armadas, das Polícias Militares e dos Bombeiros Militares

A Prefeitura de Paço do Lumiar neste dia 25 de agosto de solidariza com todos os soldados brasileiros, das Forças Armadas, das Polícias Militares e dos Bombeiros Militares, pelo trabalho, dedicação e o amor que dedicam na defesa da segurança da nossa Pátria e de nossas famílias. O Prefeito Dutra foi soldado do Exército Brasileiro e sabe da importância dos soldados para defesa da sociedade.
Salve o dia dos soldados.
Prefeitura de Paço do Lumiar
Nosso Paço dando certo.