domingo, 18 de novembro de 2018

O prefeito de Paço do Lumiar, Domingos Dutra, participa nesta segunda e terça-feira em Brasília da mobilização municipalista, liderada pela Confederação Nacional do Municípios (CNM).


Prefeito de Paço do Lumiar Domingos Dutra
O prefeito de Paço do Lumiar, Domingos Dutra (PCdoB), participa nesta segunda e terça-feira em Brasília da mobilização municipalista, liderada pela Confederação Nacional do Municípios (CNM). Na agenda, encontros com o presidente da República Michel Temer nesta segunda-feira, 19, e com o presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Dias Toffoli, no dia 20. Na tarde de terça-feira, os gestores devem ir ao Congresso Nacional para solicitar aos parlamentares que apreciem matérias de interesse dos municípios.
“Estou indo a convite da Confederação Nacional dos Municípios e da Federação dos Municípios do Maranhão (Famem). Vamos pressionar para que seja julgada a Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) que suspendeu a distribuição entre estados e municípios dos recursos arrecadados com a exploração de petróleo no país. Hoje os recursos do pré-sal, por exemplo, estão centralizados somente no Rio de Janeiro”, explica o prefeito Dutra.
A pressão dos municípios é para que o STF julgue a liminar que suspendeu a distribuição dos recursos arrecadados com a exploração de petróleo (royalties), prevista na Lei 12.734/2012, e que se arrasta há mais de cinco anos. A estimativa da CNM é de que os municípios tenham deixado de arrecadar mais de R$ 19 bilhões pelo FEP (Fundo Especial do Petróleo). O STF suspendeu a Lei 12.734 em decisão monocrática, por meio de liminar, atendendo a uma Adin ajuizada pelo Rio de Janeiro. Desde 2013 o Movimento Municipalista aguarda uma decisão definitiva do STF para a questão dos royalties do petróleo.
“Conheço o ministro Toffoli desde quando ele era assessor do Núcleo Agrário na época em que eu era deputado federal. Temos um bom diálogo. Por isso fui um dos prefeitos convidados a compor a caravana”, observa o prefeito Dutra.
Já com o presidente Michel Temer, a pauta é a liberação de 1% adicional do Fundo de participação dos Municípios (FPM). Os municípios passaram a receber, desde 2015, sempre nos meses de julho, e, a partir de 2007, sempre nos meses de dezembro, 1% da arrecadação de Imposto de Renda (IR) e Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) referentes aos 12 meses anteriores ao mês do repasse. “Até agora ele não liberou e são recursos importantes para os municípios brasileiros, que vêm enfrentando redução nos repasses federais”, explica o prefeito Dutra.
“Michel Temer também foi meu colega na Câmara Federal. Então o convite feito a mim foi por conta da boa relação que tenho com os presidentes da República e do Supremo. Não é qualquer prefeito que tem o bom trânsito que tenho em Brasília, onde tenho acesso aos presidentes dos três poderes, bem como a ministros e parlamentares. Espero poder contribuir com os prefeitos do Brasil que enfrentam dificuldades para atender às demandas da população”, destaca o prefeito de Paço do Lumiar, Domingos Dutra.

Sem comentários:

Enviar um comentário