Há uma crise instalada dentro do clã Sarney pela postura que Roseana resolveu adotar nos últimos dias. Os aliados já reclamam entre si da inércia e desinteresse da filha de José Sarney com a campanha, e usam o exemplo de Flávio Dino que, mesmo com os compromissos governamentais, tem rodado o Maranhão fazendo grandes movimentações.
A primeira reclamação dos aliados que estão lutando para a alavancar a moribunda campanha de Roseana diz respeito aos debates. Na visão deles, a ausência da candidata sarneyzista em seis entrevistas e sabatinas consecutivas é a prova do desinteresse dela com a sua própria campanha.
Os entusiastas da candidatura defendem que ela utilize esses espaços sobretudo para atacar o governador Flávio Dino, na mesma linha do que vem fazendo na propaganda eleitoral de TV.
Outro ponto de crise dentro da campanha foi a decisão de Roseana de se ausentar de agendas no interior durante o feriado. Para o staff da candidata, essa era uma boa oportunidade de visitar vários municípios, a exemplo do que Flávio Dino fez. Mas ela preferiu ficar somente com agendas em São Luís.
A apatia de Roseana já começa a desanimar seus próprios aliados, que ameaçam jogar a toalha antes da hora se ela não mudar a postura.