segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Hemomar realizará campanha de incentivo à doação de sangue


  •  
Durante a ação, hemocentro espera aumentar em 10% a média diária de comparecimentos, com adesão de novos voluntários e comparecimento dos doadores regulares
0
Campanha acontece de 20 a 25 deste mês nos hemocentros
Campanha acontece de 20 a 25 deste mês nos hemocentros (Foto: Paulo Soares / O Estado)
Os Centros de Hematologia e Hemoterapia do Maranhão (Hemomar) realizam de 20 a 25 deste mês a campanha “Doe sangue, sempre alguém precisa”, com o objetivo de sensibilizar novos doadores e estimular a doação de sangue para manutenção de estoque adequado ao atendimento da demanda transfusional dos hospitais de São Luís e municípios do estado.

No período, o Hemomar espera aumentar em 10% a média diária de comparecimentos, com adesão de novos voluntários e comparecimento dos doadores regulares. Em 2016, o Hemomar registrou nos cinco dias de campanha, 2.713 doadores em toda hemo rede.

“A participação da população nesta campanha é de extrema importância para manter estoque de sangue, no período de final de ano, quando é previsível a diminuição do número de doadores”, explicou a coordenadora do setor de captação de doadores do Hemomar, Socorro Ferreira.

Ao longo da Semana Nacional da Doação Voluntária, o Hemomar realizará palestras, coleta externa e, no dia 25 de novembro, Dia Nacional do Doador de Sangue, haverá homenagens a instituições parceiras e doadores de sangue, na recepção do Hemomar, além de oficinas de beleza, avaliação nutricional, ginástica e avaliação postural.

Para doar, basta estar em boas condições de saúde, ter entre 16 e 69 anos de idade (menores de 18 anos precisam de autorização) e pesar no mínimo 50 Kg. No dia da doação, é preciso ter dormido ao menos 6 horas nas últimas 24 horas, estar alimentado (sem alimentos gordurosos) e não ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 12h e estar portando documento com foto.

Quem não pode doar
Entre os grupos que não podem doar sangue estão mulheres grávidas, pessoas que tiveram hepatite após os 11 anos de idade, portadores de hepatites B e C, Aids, Doença de Chagas, malária e quem faz uso de drogas ilícitas injetáveis.

Se estiver resfriado, o doador deve esperar 7 dias após o desaparecimento dos sintomas. Quem fez tatuagem, maquiagem definitiva, esteve em região de malária ou fez sexo sem proteção deve aguardar um ano.

Programação
Dia 20/11
9h – Lançamento da campanha no Hemocentro
10h às 18h – Ação de divulgação de sangue e coleta externa no Shopping Rio Anil
Dia 21/11
9h as 17h – Coleta externa no Batalhão de Infantaria Leve (24º BIL) no João Paulo
Dia 22 e 23/11
9h as 17h – Coleta no Hospital São Domingos, no Bequimão
Dia 24/11
9h as 17 – Coleta externa na Praça Deodoro, no Centro
Dia 25/ 11
8h as 10h – Panfletagem sobre doação de sangue na área externa do hemocentro, no João Paulo
9h as 16h – apresentações culturais na recepção da coleta do Hemocentro, no João Paulo
9h as 12h – Oficinas de beleza, avaliação nutricional, ginástica e avaliação postural na recepção do ambulatório do Hemocentro
9h as 17h – Coleta externa na Igreja Nossa Senhora de Nazaré, no Cohatrac
Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

Sem comentários:

Enviar um comentário