sábado, 23 de setembro de 2017

Denunciado pelo MPF, Sarney volta a atacar ex-procurador-geral Rodrigo Janot


Em artigo publicado neste sábado (23), no pasquim jornal de sua propriedade, o ex-senador José Sarney volta a atacar o ex-procurador-geral da República, Rodrigo Janot.
Acusado de integrar uma organização criminosa e denunciado pelo MPF (Ministério Público Federal) ao Supremo Tribunal Federal (STF), Sarney afirma: “O ex-procurador-geral da República, que os jornais dizem agora está voando para as Europas, já não tem mais bambu, nem tinta”.
Sobre as acusações que pesam sobre si, Sarney se limitou a dizer que “acordo para defender-me das flechas do flecheiro-mor da República, que, graças a Deus, não tem mais bambu, …”.
Observadores experientes da cena política avaliam que o artigo de Sarney é um misto de ironia e ameaça velada ao ex-procurador-geral.
Sarney foi denunciado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.
Não há data-limite para o exame da denúncia pelo STF. Se a denúncia for recebida, Sarney se tornará réu e passará a responder a um processo penal no Supremo.
Veja abaixo, na íntegra, o artigo do velho morubixaba:

Sem comentários:

Enviar um comentário