sexta-feira, 2 de junho de 2017

NOTA- EXONERAÇÃO SEMDES. CLAYTON CHARLYS

Quero comunicar ao meu povo de Paço do Lumiar que fui desligado da SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL, pela incansável perseguição do senhor secretário PASTOR NAUBER BRAGA, por entender que a coordenação a qual fazia parte - INCLUSÃO PRODUTIVA / SEGURANÇA ALIMENTAR, tinha que ser escolhida por ele. Passando a partir de então, a uma série de artimanhas para impedir que eu realizasse um bom trabalho.

A começar por inviabilizar meus projetos, como por exemplo a criação do LABORATÓRIO DE INFORMÁTICA DE PAÇO. O mesmo simplesmente ocupou todas as salas da Casa do Trabalhador.

Pelo fato de deixar de lado a alimentação do SERVIÇO DE CONVIVÊNCIA , para dizer que eu não fazia a minha função na Segurança Alimentar.

E ainda se aliando à militante CONCITA DA PINDOBA e vereadora DRIELE DA PINDOBA, que deseja se vingar, porque foi expulsa do partido a qual também faço parte - PCdoB.

O secretário Pastor Nauber Braga, aliado à seu adjunto, que transformou o PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDA numa verdadeira bagunça, onde ninguém dá informações concretas de nada, onde o povo está há anos esperando suas casas. O adjunto guarda pra si, todas as informações de forma proposital, desde a gestão do ex-prefeito Josemar, onde o mesmo era secretário da Semdes.

O dissimulado THIAGO AZEVEDO, maior cabo eleitoral do suplente de vereador, João Victor,
tem como objetivo principal fazer com que o mesmo se eleja nas próximas eleições, e dando uma de 'bom moço', dizendo que 'tira do próprio bolso' para ajudar o CONSELHO DE SEGURANÇA ALIMENTAR, para desqualificar a gestão do prefeito Dutra.

Por fim agradeço a oportunidade dada pela Dra. Nubia, e pelo prefeito Dutra. Saiu de cabeça erguida por nunca esquecer o que os meus pais sempre me ensinaram, que é lutar pelos meus objetivos, que se tornaram lutar por um Paço melhor. E aliviado por não ter mais que conviver e sofrer com cidadãos de práticas tão baixas como estes.

E quando muitos dirão que eu caí. Eu digo que me levanto para novos desafios.

CLAYTON CHARLYS DIAS SANTOS. No uso do meu livre direito de expressão, garatindo por lei.

Sem comentários:

Enviar um comentário