sábado, 3 de junho de 2017

Ex-jogador Jobson deixa hospital após acidente no Tocantins

Secretaria da Saúde disse que o ex-jogador do Botafogo recebeu os primeiros socorros mas deixou local sem avaliação de um médico. Advogado afirma que Jobson não estava dirigindo o veículo.

Por G1 Tocantins

03/06/2017 10h25 Atualizado há 1 hora

Jobson é ex-jogador do Botafogo e não atua no futebol desde 2015 (Foto: Reprodução/GloboNews)

O ex-jogador do Botafogo Jobson deixou o hospital após se envolver em um acidente de trânsito na TO-080, entre Divinópolis e Marianópolis do Tocantins, na região oeste do estado, segundo informou a Secretaria de Saúde do Tocantins. Em nota, a Sesau afirmou que Joabson Pereira de Oliveira, o Jobson, recebeu os primeiros "socorros no setor de acolhimento, mas evadiu do local sem ser avaliado por um médico." O advogado dele afirma que o cliente não estava dirigindo o veículo.

(Correção: esta reportagem errou ao afirmar que o Jobson havia recebido alta do hospital. Na verdade, o jogador deixou o local por conta própria. O erro foi corrigido às 10h25)

No carro estavam cinco pessoas, uma delas era Miguel Sildima Santos Tavares, de 34 anos, que morreu no local. O corpo dele foi enviado para o Instituto Médico Legal de Paraíso do Tocantins. O acidente aconteceu durante a tarde desta sexta-feira (3), por volta das 16h, quando o veículo capotou.

Dos outros quatro sobreviventes, três foram levados para o Hospital Regional de Paraíso, entre eles o ex-jogador. Além dele, Gilvan de Miranda Alves foi atendido pelo setor ortopédico e em seguida recebeu alta. Gilcimar Dias da Cunha, 37 anos, teve ferimentos mais graves na cabeça e foi levado para o Hospital Geral de Palmas, onde fez uma tomografia e também recebeu alta.

A Polícia Militar informou que apenas os exames periciais poderão definir as causas do acidente, mas a suspeita é de que o uso de bebida alcóolica tenha contribuído para o acidente. No veículo foram encontradas várias latas de cerveja e garrafas de whisky. O caso será investigado pela Polícia Civil.

Um vídeo que circula nas redes sociais, supostamente gravado momentos antes do acidente, mostra o jogador e outras quatro pessoas dentro de um carro. Jobson aparece na direção sem o cinto de segurança. Além disso um dos passageiros mostra um litro de whisky.

Outro lado

O advogado Paulo Ricardo Rott Brazeiro disse que esse vídeo é antigo e teria sido gravado em uma chácara no Pará. Segundo ele, o ex-jogador não se evadiu do hospital e só deixou a unidade após receber todo o atendimento. Segundo ele, quem estava dirigindo o veículo era Miguel Sildima Santos Tavares, que morreu no acidente.

O grupo teria saído de um jogo de futebol e estava retornando para Couto Magalhães (TO), quando tentaram desviar de uma "saliência" na pista e houve o acidente.

Por fim, o advogado afirma que o jogador saiu imediatamente após o atendimento porque não havia conseguido contato com os parentes para avisar que estava bem, visto que pensavam que ele teria morrido.

"Jobson encontrava-se bem e, em decorrência da situação que encontrava a sua mãe [passando mal], não teve alternativa se não retornar imediatamente para Couto Magalhães", disse o advogado.


Acidente aconteceu na TO-080 (Foto: PM/Divulgação)

Entenda

O ex-jogador Jobson, do Botafogo, ficou ferido em um acidente na TO-080, entre Marianópolis e Divinópolis, na região oeste do Tocantins. As equipes da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros foram deslocadas para a região para fazer o socorro. O carro capotpou por volta das 16h desta sexta-feira (2).

A Polícia disse que ainda não sabe quem dirigia o carro no momento do acidente, mas que o veículo pertence ao ex-jogador. Os três homens que tiveram ferimentos leves estavam fora do carro no momento em que o socorro chegou.

Sem comentários:

Enviar um comentário