domingo, 7 de maio de 2017

Apreensão de armas no Rio encontra fuzil que pode matar a um quilômetro


Modelo foi comprado pelas Forças de Segurança do estado há menos de três anos, mas já não está só nas mãos da polícia. Está nas mãos dos criminosos.

Um tiro do fuzil mais moderno usado pelas equipes de elite da polícia do Rio de Janeiro pode matar uma pessoa a um quilômetro de distância. O modelo foi comprado pelas Forças de Segurança do estado há menos de três anos, mas já não está só nas mãos da polícia. Está nas mãos dos criminosos.
Em uma das maiores apreensões de armas no Rio, feita na última terça-feira (2), na comunidade da Cidade Alta, os policiais encontraram um fuzil igual a esse e outros 32 diferentes, entre eles dois que pertenceram ao governo americano. São armas de pelo menos dez países: Egito, Estados Unidos, Argentina, Rússia, Suíça, Sérvia, Turquia, Áustria, Romênia e China.
A apreensão do arsenal aconteceu em um dia em que o Rio viveu cenas de guerra, com nove ônibus e dois caminhões incendiados e tiroteios que começaram na madrugada, quando traficantes rivais tentaram invadir a Cidade Alta. Veja na reportagem do Fantástico.

Sem comentários:

Enviar um comentário