quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

FHC faz visita de condolências a Lula em hospital

por Redação — publicado 02/02/2017 17h18, última modificação 02/02/2017 17h41

Tucano retribuiu o gesto de Lula em 2008, quando morreu Ruth Cardoso
Ricardo Stuckert
FHC e Lula
Ex-presidente Fernando Henrique Cardoso prestou solidariedade a Lula pela perda de Marisa Letícia
O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) retribuiu nesta quinta-feira 2 as condolências que recebeu de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em 2008, quando morreu Ruth Cardoso.
FHC esteve no hospital Sírio Libanês, em São Paulo, para prestar solidariedade a Lula pela perda de Marisa Letícia, sua companheira por quatro décadas que teve morte cerebral.
O tucano estava acompanhado do ex-ministro da Justiça José Gregori e foi recebido por Lula e pelo também ex-ministro Celso Amorim (Defesa e Relações Exteriores).
Ruth Cardoso morreu aos 77 anos, em junho de 2008, em decorrência de problemas cardíacos. Na ocasião, Lula decretou luto oficial de três dias.
Marisa Letícia teve morte cerebral na manhã desta quinta-feira 2, em São Paulo, em decorrência de complicações de um Acidente Vascular Cerebral (AVC) do tipo hemorrágico.
Às 10h29 da manhã, a página oficial de Lula no Facebook anunciou a doação de órgãos de Marisa. "A família Lula da Silva agradece todas as manifestações de carinho e solidariedade recebidas nesses últimos 10 dias pela recuperação da ex-primeira-dama Dona Marisa Letícia Lula da Silva", diz a mensagem. "A família autorizou os procedimentos preparativos para a doação dos órgãos."
Em boletim médico divulgado pouco antes, o hospital Sírio Libanês afirmou que foi realizado pela manhã um "Doppler transcraniano, sendo identificada ausência de fluxo cerebral". Diante do resultado, com autorização da família, afirmou o hospital, "foram iniciados procedimentos para doação de órgãos".
FHC
FHC esteve no Sírio-Libanês para prestar solidariedade ao ex-presidente Lula

Sem comentários:

Enviar um comentário