terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Seguro-desemprego tem reajuste liberado nesta terça-feira


Segundo o governo, valor pago para a maior parcela do benefício subiu de R$ 1.542,24 para R$ 1.643,72; a menor não poderá ser inferior a R$ 937,00


Novo valor vale para as parcelas pagas a partir de 11 de janeiro (Foto: Arquivo)

SÃO PAULO - Ministério do Trabalho libera, nesta terça-feira (17), o lote de pagamento do seguro-desemprego com o reajuste, que passa a valer para as parcelas pagas a partir do dia 11 de janeiro.

Com a correção, a maior parcela paga ao trabalhador subiu de R$ 1.542,24 para R$ 1.643,72, ou seja, um aumento de R$ 101,48. Já a menor parcela não pode ser inferior ao mínimo de R$ 937,00.

O valor foi reajustado com base no salário mínimo e na variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

O reajuste dos valores pagos é válido para todos os trabalhadores demitidos sem justa causa, pescadores artesanais em período do defeso, trabalhadores resgatados em condições análogas a de escravo e profissionais com contratos de trabalho suspenso (lay-off).

Devido a grande volume de pagamentos no período de 11 a 22 de janeiro, o Ministério do Trabalho determinou que os benefícios sejam liberados pelas agências da Caixa Econômica Federal ordenados pelo número final do PIS, conforme tabela abaixo:

Tabela de recebimento (Foto: Divulgação)

Valor da parcela

O cálculo do seguro-desemprego considera a variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), calculado pela Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e divulgado no dia 10 de janeiro.

A variação do INPC tem como base os 12 meses de 2016. Calcula-se o valor do salário médio dos últimos três meses anteriores a dispensa e aplica-se na fórmula abaixo:

Sem comentários:

Enviar um comentário