quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Governo de SP transfere 70 presos de facções rivais para evitar confrontos

Incidentes recentes

Funcionários do sistema prisional relataram ao G1 que na segunda-feira (9) foi registrado um tumulto entre facções rivais no CDP de Pinheiros. No entanto, a SAP nega que tenha ocorrido qualquer intervenção no local e disse que “todas unidades operam dentro dos padrões de segurança e disciplina da pasta”. 

Informações obtidas com a inteligência do governo apontam, inclusive, que o temor de que haveria "briga por espaço" entre as facções rivais CV e PCC nos presídios de São Paulo poderia começar no fim de 2016, após o PCC tomar comunidades do CV no Rio de Janeiro, como a Rocinha, e se associar a um rival do Comando Vermelho no Rio, a facção Amigos dos Amigos (ADA).
Havia o temor de que houvesse rusgas e rixas entre presos que integram as duas facções em São Paulo e algumas lideranças do PCC que estavam em outros presídios foram deslocados para o Regime Disciplinar Diferenciado (RDD), nos quais há maior rigor e pouco contato com os demais detentos.

Segundo informações da inteligência, houve tentativas nos últimos anos de o Comando Vermelho entrar no tráfico de drogas em algumas áreas do estado de São Paulo, como a Zona Sul da capital, tendo perdido campo para o PCC, que ainda lidera o comércio de drogas nas cidades paulistas.
A Secretaria da Administração Penitenciária informou, em nota, que está atenta para antecipar qualquer tipo de movimento em prisões estaduais.

Sem comentários:

Enviar um comentário