sábado, 10 de dezembro de 2016

Ministro boliviano diz que tragédia da Chapecoense 'foi um assassinato'

'O que aconteceu viola um protocolo fundamental básico da aeronavegação civil', garantiu Reymi Ferreira

O ministro de Defesa da Bolívia, Reymi Ferreira, qualificou nesta sexta-feira como "assassinato" a queda do avião da companhia aérea LaMia, que transportava a delegação da Chapecoense para a Colômbia, onde disputaria a final da Sul-Americana, causando a morte de 71 dos 77 passageiros.

"Não houve um acidente, houve um homicídio. O que ocorreu em Medellín é um assassinato porque alguém que se atreve a levar passageiros, mais de 70 pessoas, com a gasolina exata, viola um protocolo fundamental básico da aeronavegação civil", disse Ferreira aos veículos de comunicação na região de Cochabamba.

Foto: Divulgação

LaMia foi a empresa aérea responsável pelo voo que levava a Chapecoense

A autoridade lembrou que um avião deve contar pelo menos com "uma hora e meia de autonomia de voo de onde parte até onde vai chegar e isso não foi cumprido" no caso do avião da LaMia. "Não se deve perder muito em especulações (...) está muito claro que houve um homicídio. Mas teve cúmplices, alguém que permitiu que esse avião decolasse com essa rota de voo é cúmplice", acrescentou o ministro boliviano.

Ferreira se referiu dessa forma à funcionária da Administração de Aeroportos e Serviços Auxiliares à Navegação Aérea (AASANA), Celia Castedo, que observou irregularidades no plano de voo da aeronave de LaMia no aeroporto de Viru Viru, da cidade de Santa Cruz. "E essa senhora vai se declarar perseguida política e ir para outro país, algo que é incorreto", completou o ministro.

Confira imagens do acidente de avião do time da Chapecoense


63


Castedo, que solicitou refúgio no Brasil, declarou em carta divulgada em veículos de comunicação bolivianos que foi alvo de pressões de seus superiores na AASANA para mudar o conteúdo do relatório. A técnica apresentou cinco observações ao plano de voo e as reportou em três ocasiões à companhia aeronáutica, a primeira duas horas antes da decolagem e a última 20 minutos antes.

Castedo reiterou que chamou a atenção sobre a autonomia de voo da aeronave, que caiu antes de chegar a Medellín supostamente por falta de combustível, segundo as primeiras investigações. Em seu texto, ela específica que avisou à companhia aérea dos problemas do plano de voo porque eles eram os responsáveis por corrigi-las, mas não fica claro se alertou seus superiores da AASANA nesse momento dos problemas detectados antes que o voo decolasse.

O ministro Ferreira também questionou o fato de o piloto da aeronave, Miguel Quiroga, morto na queda, não ter aterrissado nos pontos onde podia abastecer. "Se o piloto só tivesse cumprido o que diz a norma de aterrissar em Cobija (norte da Bolívia) ou em Bogotá, ou pelo menos antes de acidentar-se tivesse anunciado emergência desde o começo, é possível que não tivesse havido esta tragédia", lamentou.

sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Duas pessoas morrem após carro bater em moto e invadir bar; vídeo


Polícia suspeita que motorista estava bêbado; ele fugiu do local, em Anápolis.
Motociclista e mulher que estava sentada em mesa morreram na hora.

Vitor SantanaDo G1 GO
00:15
00:36
00:02
Duas pessoas morreram e outras duas ficaram feridas após um carro em alta velocidade bater em uma moto, perder o controle e invadir um bar em Anápolis, a 55 km de Goiânia (veja vídeo). A polícia suspeita que o motorista estava embriagado. Ele fugiu após o acidente.
Imagens de uma câmera de segurança registraram quando o motorista bate na moto, conduzida por Wanderson Francisco, de 24 anos, que morreu na hora. Em seguida, o condutor perdeu o controle da direção e invadiu a calçada do bar, onde três pessoas estavam sentadas em uma mesa. O veículo atingiu diretamente Renata Fernandes Vilela, de 33 anos, que também morreu na hora. Outros dois homens se feriram.
“O motociclista desrespeitou a preferência na via, que era do motorista. Porém, o condutor estava em alta velocidade, como mostram as imagens. Além disso, provavelmente ele estava embriagado. Encontramos uma garrafa de bebida alcoólica pela metade dentro do carro e latas de cerveja na casa dele, que está vazia”, disse o delegado responsável pelas investigações, Manoel Vanderic.
Após o acidente, o carro ficou capotado e o motorista fugiu. Testemunhas que estavam no bar ficaram em estado de choque.
“Se o motorista não se apresentar espontaneamente na delegacia, vamos pedir a prisão preventiva dele. Ele vai responder por homicídio e lesão corporal qualificada. Dependendo dos laudos e perícias, ele pode até responder por homicídio com dolo eventual, por assumir o risco de matar ao dirigir embriagado”, explicou o delegado.
Carro bate em moto e invade bar de Anápolis, Goiás (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

"Dutra ainda não assumiu e já está em busca de ações de segurança para a cidade". Disse Cel.Pereira da Polícia Militar do Maranhão

Uma cidade de Paço do Lumiar mais segura para seus moradores. Esse é o objetivo do prefeito eleito do município , Domingos Dutra, que esteve com o comandante da Polícia Militar do Maranhão, Cel Pereira. Na audiência, Dutra apresentou algumas solicitações que considera imprescindível para garantir uma segurança maior para os cidadãos do município. 

"Paço é uma cidade de mais de 100 mil habitantes, daí a necessidade desse reforço da polícia militar. Nesse nosso primeiro encontro apresentei ao Cel Pereira a necessidade de transformar a Companhia de Paço do Lumiar em um Batalhão da PM, a reativação do posto do Paranã, que se encontra abandonado, uma maior presença de policiais na Vila de Paço e a ampliação do número de viaturas na cidade", explicou Dutra.

PARCERIA EFETIVA

Além destes quatro pedidos, Dutra disse que logo após assumir o cargo de prefeito, apresentará novos pedidos ao comando da PM, "Queremos com a PM, não só no policiamento ostensivo, mas também em ações preventivas, com ações cidadãs, com as escolas, igrejas e associações. Segurança é uma responsabilidade da polícia, do Estado, mas que pra acontecer de fato precisa do envolvimento de todos os cidadãos e em Paço será assim", afirmou.

O Cel Pereira explicou que a visita de Dutra e a apresentação das reivindicações para o município, mostra que o prefeito eleito será de fato comprometido em garantir uma parceria de resultado para a cidade. "O Dutra ainda não assumiu e já está em busca de ações de segurança para a cidade. Isto é muito importante e facilita o nosso trabalho. 

Ele já nos apresenta um levantamento do que considera importante pra melhorar a segurança do seu município e nós com certeza seremos grandes parceiros, como temos feito com todos os municípios do Estado", disse o Cel Pereira, que estava acompanhado do TC Sodré, que comanda as tropas especiais do Maranhão.

Ex-primeira-dama do Rio ocupa cela sozinha em Bangu



Adriana Ancelmo, mulher do ex-governador do Rio Sérgio Cabral, fotografada no presídio

DO RIO07/12/2016 17h16
Compartilhar8,3 mil

Mais opções

A ex-primeira-dama Adriana Ancelmo ocupa desde a noite de terça-feira (6)uma cela exclusiva na Cadeia Pública Joaquim Ferreira de Souza, no Complexo Penitenciário de Bangu, zona oeste do Rio.

A ala de presas com nível superior, onde a advogada está alocada, tem nove celas com uma beliche. Contudo, apenas sete detentas usam o espaço, o que permite que elas fiquem sozinhas. A cela tem seis metros quadrados.

Adriana Ancelmo está presa preventivamente sob acusação de ocultar patrimônio por meio de joias compradas com dinheiro de propina obtida pelo marido, o ex-governador Sérgio Cabral (PMDB). Ela também praticou, segundo o Ministério Público Federal, lavagem de dinheiro por meio de seu escritório de advocacia.

O Estadão - Renan continua

Presidente do Supremo e ministros agiram para 'baixar a poeira'

Articulação no Supremo foi costurada nos últimos dias para uma saída negociada da crise entre Legislativo e Judiciário

BRASÍLIA - A articulação para suavizar a decisão do ministro Marco Aurélio Mello de afastar o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), foi costurada ao longo dos últimos dois dias pela presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, e pelo menos outros quatro ministros. O intuito foi o de “baixar a poeira” em meio ao acirramento de ânimos entre Legislativo e Judiciário.

Coube ao ministro Celso de Mello, decano da Corte, apresentar uma saída considerada intermediária durante o julgamento. Ele, inclusive, pedir para votar logo depois do relator com o objetivo de abrir dissidência entre os ministro – Celso é geralmente o penúltimo a votar nas sessões do plenário.

Foto: Dida Sampaio/Estadão


Em seu voto, o ministro citou o impacto da liminar nas atividades do Senado e “a crise gravíssima e sem precedentes que assola o nosso País” para votar contra o afastamento de Renan do comando da Casa. O ministro destacou que, em caso de viagem de Temer ao exterior, sua substituição será feita pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), “inexistindo deste modo razão para adotar-se medida tão extraordinária quanto a preconizada na decisão em causa”. Renan é o segundo na linha sucessória de Temer, mas o entendimento consensual dos ministros do STF foi o de que o peemedebista está impossibilitado de ocupar interinamente a Presidência da República por ter se tornado réu na semana passada e responder à ação penal por peculato (desvio de recursos públicos).

Desprestígio. Ao defender a sua decisão liminar, Marco Aurélio traçou um paralelo entre a situação de Renan e a do deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que foi afastado da presidência da Câmara e do mandato de deputado por uma liminar de Teori, que foi referendada depois pelo plenário.

“A previsão constitucional não encerra a possibilidade de pular-se este ou aquele integrante da linha. A interpretação nada mais revela do que o já famoso ‘jeitinho brasileiro’, a meia sola constitucional”, disse Marco Aurélio.

O plenário do STF ainda deve retomar o julgamento de uma ação ajuizada pela Rede Sustentabilidade, que pede o veto de réus em ações penais da linha sucessória da Presidência da República. Esse julgamento foi interrompido depois do pedido de vista de Dias Toffoli e não há previsão de quando será retomado.

Dos 11 integrantes da Corte, Gilmar Mendes, em viagem, e Luís Roberto Barroso, que se declarou impedido, não participaram do julgamento desta quarta.

Domingos Dutra fala sobre perseguição após vitória em Paço do Lumiar

terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Ⓜ🅰Notícias do Maranhão 06/12/2016



🛣Conclusão da Estrada do Arroz é uma das ações que marca novo momento vivido no Maranhão http://bit.ly/2h2sAkZ

📈Governo do Estado recupera sistema prisional que se encontrava falido há décadas http://bit.ly/2gYjhT5

🌽Retrospectiva: Em dois anos de atuação, Sistema SAF melhora vida do agricultor familiar com ações afirmativas http://bit.ly/2h01wQn

👁Governo do Estado realiza mutirão oftalmológico no bairro da Vila Luizão http://bit.ly/2gHfatT

🏥Hospital do Estado é pioneiro na realização de nova cirurgia para tratamento de câncer http://bit.ly/2g7yrkf

Saiba mais em: www.noticias.ma.gov.br

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Atualização de cadastro do 'Minha Casa Minha Vida' Paço do Lumiar

Os beneficiários do programa "Minha Casa, Minha Vida" de Paço do Lumiar, a partir de segunda-feira dia 05/12, terão que fazer a atualização cadastral dos candidatos inscritos no ano de 2013. 

A atualização das informações cadastrais, servirá para o sorteio suplementar da unidades habitacionais do programa que ainda, não foram preenchidas.
Só participaram do sorteio os candidatos que fizerem a atualização do cadastro.

  • Local: Casa do Trabalhador
  • Endereço: Avenida 03, Nº 26, no conjunto do Maiobão - Próximo a entrada da Feira 
  • Horário: 08 horas as 16 horas