terça-feira, 22 de novembro de 2016

Governo deve anunciar nesta semana medidas para ajuda a estados

Com recessão, estados enfrentam crise e dificuldade de honrar obrigações.
G1 conversa com especialistas e relembra discussões para ajudar estados.

Alexandro MartelloDo G1, em Brasília

O governo federal deve anunciar nesta semana medidas para ajudar a conter a crise financeira nos estados. Sem recursos para fazer investimentos e, em alguns casos, até mesmo para pagar salário de servidores, governadores vêm pressionando o presidente Michel Temer por alternativas que ajudem a elevar a arrecadação e a reequilibrar suas contas.

Na próxima terça (22) governadores se reúnem com o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, em Brasília, para discutir o assunto. A expectativa é que, após o encontro, sejam anunciadas medidas que vão permitir aos estados conseguir recursos extras. Nos últimos meses, representantes do governo já falaram sobre algumas das possibilidades em estudo. O G1 relembra elas e mostra a opinião de especialistas sobre os ajustes possíveis.

Durante viagem a Nova York na semana passada, Meirelles disse que a crise econômica, que provocou "queda forte da arrecadação" com impostos, "agudizou" a situação financeira dos estados. Entretanto, ele apontou que, além da redução nas receitas, "evidentemente que houve aumento de despesas dos estados", o que também contribuiu para a deterioração das contas públicas.

O ministro disse que a prioridade é fazer a economia brasileira voltar a crescer e que, na tentativa de ajuda aos estados, não podem ser adotadas soluções que comprometam o ajuste fiscal que o governo Temer pretende implementar. Entretanto, ele também avaliou que os estados devem continuar ajustando suas contas, fazendo o que ele classificou como o "dever de casa".

Sem comentários:

Enviar um comentário