sábado, 25 de abril de 2015

Prefeitura atende solicitação do Vereador Marcelo Portela e falta de água é regularizada em Paço do Lumiar

Após 10 dias de falta de água, a comunidade da Pindoda comemora a regularização do serviço, pelo Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE). Na última quarta-feira, o vereador Marcelo Portela esteve em reunião com o diretor do SAAE, pastor Odilon, pedindo urgência na resolução do problema. “A comunidade precisa ter esse serviço de forma regular. Água é uma questão de saúde pública. 

Uma questão de vida. Direito básico de todo cidadão. Ressalto a sensibilidade da equipe da prefeitura em atender nossa solicitação e resolver o problema da falta de água na comunidade da Pindoba”, destacou Marcelo.
Na oportunidade, o vereador também solicitou que fosse regularizada a situação da falta de água também nas comunidades das Mercês e do Iguaíba, o que de acordo com o SAAE também já foi solucionado.

Marcelo Portela destacou o papel dos vereadores do município, no sentido de levar até o poder executivo as necessidades da população. “Fico muito feliz em ter ajudado, essas comunidades a resolver este problema. Fui eleito vereador, para representar cada luminense e oferecer através do meu mandato, melhorias a todos”, disse

quarta-feira, 22 de abril de 2015

Vereador Marcelo Portela faz visita a SAAE para cobrar soluções para falta de água em comunidades luminenses

O vereador Marcelo Portela (PHS) reuniu-se nesta quarta-feira (dia 22) com o diretor do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) de Paço do Lumiar, pastor Odilon. A pauta principal do encontro é a falta de água na comunidade da Pindoba, que já dura 10 dias e tem causado inúmeros transtornos aos moradores.

“Água é uma questão de vida, de saúde. Não podemos persistir com esse problema, é necessário que a gestão municipal dê uma solução urgente e eficaz para essa situação. Para que a população não seja mais prejudicada dessa forma”, ressaltou Marcelo.

O pastor Odilon - diretor do SAAE informou que estão sendo tomadas as medidas necessárias para o reparo na área. “Sabemos da situação complicada destas comunidades e temos agido no intuito de sanar esses problemas”, falou.

Durante o encontro, o vereador também solicitou que seja solucionada a questão da falta da água nas comunidades de Iguaíba e Mercês.


Marcelo reiterou sua preocupação com a questão da falta de água no município e destacou que vem acompanhando com preocupação o assunto, mas ressaltou que tem visto a prefeitura realizar e planejar ações que devem amenizar os efeitos da falta da água. “Como vereador, tenho o papel de cobrar, fiscalizar e propor e é com este intuito, que viemos conversar com o pastor Odilon, pra repassar a ele as necessidades dos moradores da Pindoda, de Iguaíba e das Mercês e tentar juntamente com o poder executivo, chegar a uma solução para a situação”, frisou Marcelo. 

Tema de VELOZES E FURIOSOS 7 - Amizade Verdadeira: Clayton Collins & Michael Wesley




Governador anuncia investimentos de R$ 3 mi no projeto Salangô





19 de abril, 2015 - 00h20
O projeto de irrigação Salangô foi oficialmente reativado pelo Governo do Estado, na manhã deste sábado (18), quando o governador Flávio Dino também anunciou INVESTIMENTOS na ordem de R$ 3 milhões para o projeto, marcando a abertura da colheita 2015. A reativação do projeto Salangô beneficiará cerca de 457 famílias de agricultores distribuídas em várias associações.
O governador Flávio Dino explicou a importância econômica e social que o projeto representa para o Maranhão. “Vamos trabalhar com o propósito de garantir a revitalização deste importante projeto que estava abandonado a duas décadas e sempre foi visto de forma pejorativa. Portanto, chegou a hora de virar essa página e fazer do Salangô um exemplo, e eu assumo esse compromisso, quanto mais produção houver, mais INVESTIMENTOS eu conseguirei para o desenvolvimento do projeto”, disse o governador ao explicar que o Salangô está sendo retomado com recursos do Estado, fato que contribuirá com o melhoramento dos indicadores sociais.
Localizado no município de São Mateus do Maranhão, o Projeto Salangô foi iniciado, com um volume significativo de recursos da União e uma contrapartida do Governo do Estado, com o objetivo de ser o maior projeto agrícola de irrigação do Maranhão, na produção de arroz irrigado, frutas e hortaliças. O Salangô tem uma área total de 3.600 hectares, sendo 600 hectares para o plantio do arroz irrigado e 2 mil hectares para o regime de arroz sequeiro. O empreendimento foi concebido para operar com vários sistemas de irrigação, divido em setores, corrigindo problemas como a falta de local adequado para secar o arroz e maquinário velho e beneficiar cerca de 437 famílias de agricultores distribuídas em várias associações.
Planejado para ser o maior projeto de irrigação do Estado do Maranhão e um dos maiores do país, o Salangô ainda no início de sua construção, foi tomado pela corrupção e desvios de recursos. Dados colhidos pelo Tribunal de Contas da União (TCU), Ministério Público e pela Corregedoria Geral do Estado mostraram que o rombo chegou à quantia de quase R$ 70 milhões de reais, valor liberado para o projeto.
Para o prefeito de São Mateus, Miltinho Aragão, a decisão do governador Flávio Dino em revitalizar o Salangô, mostrou que ainda é viável apostar nos projetos do Maranhão. O gesto, segundo ele, pontuou que com o incentivo do governo será possível transformar o Salangô em um dos maiores celeiros agrícolas do país com uma produção efetiva. “Em pouco mais de 100 dias o governador enxergou a importância do que é desenvolvido aqui e agora teremos a devida atenção que nunca nos foi dada pelas gestões anteriores. O investimento inicial será na ordem de R$ 3 milhões e isso nos ajudará a dar o pontapé inicial às ações do projeto Salangô, agora podemos afirmar com toda propriedade, esse é o governo da mudança”, ressaltou.
Segundo o secretário Municipal de Agricultura, Cloves Bernard, os agricultores tocavam o projeto com esforços próprios e por isso o Salangô acontecia de forma precária sem nenhum incentivo por parte do governo estadual. Ele contou que a espera por melhorias e INVESTIMENTOS já durava cerca de 20 anos. “Com a abertura oficial da colheita, iremos colher 9 mil toneladas de arroz sequeiro de 2014 a 2015 só do Projeto Salangô. O mais importante é que esse produto não ficará mais no município e será enviado para outras cidades e várias indústrias.”, disse ele.
O agricultor David Cardoso de Oliveira, 52 anos, contou que integra o projeto e está animado com a visita do governador Flávio Dino e o anúncio de revitalização do Sangalô. Ele contou que 437 famílias se utilizam dos 3.600 hectares para o plantio de arroz e cada saca coletada é vendida por aproximadamente R$ 38. “Temos o maior polo agrícola do estado e precisávamos apenas de um olhar atencioso por parte das autoridades competentes. Para a nossa felicidade o governador Flávio Dino nos enxergou e decidiu retomar o projeto apostando na capacidade que o Salangô tem e isso trouxe esperança para as famílias que dependem desse trabalho para sobreviver”, afirmou.
O vice-governador Carlos Brandão afirmou também, que o Governo do Estado tem interesse em revitalizar o projeto de irrigação Tabuleiro de São Bernardo, que junto com o Salangô somou quase R$ 300 milhões em recursos públicos federais. Ele afirmou que se ambos tivessem dado certo, duas das regiões maranhenses mais atingidas pela seca – Médio Mearim e Baixo Parnaíba – seriam beneficiadas diretamente pelos projetos de irrigação, o que alcançaria ao menos 14 municípios.

Paço do Lumiar apresenta técnicas agrícolas em seminário no interior do estado

Paço do Lumiar foi convidado pela Secretaria Estadual de Agricultura Familiar - SAF, através do secretário Adelmo Soares para apresentar suas experiências para agricultores e técnicos do município de São Domingos do Maranhão, no I Seminário "Novos Rumos da Agricultura Familiar”, realizado na última segunda-feira, 20.
A secretária de agricultura de Paço do Lumiar, Rosany Aranha, explanou sobre o cultivo de hortaliças e técnicas inovadoras que vem fortalecendo a agricultura familiar, como o Centro de Produção de Mudas do Cumbique, a produção de biofertilizante e assistência técnica regular aos produtores, bem como a adesão de programas federais e estaduais de fomento da cultura agrícola.  
“É muito gratificante para nós técnicos e para Paço do Lumiar ser destaque a nível estadual como modelo de política agrícola para outros municípios. Trouxemos para os produtores de São Domingos algumas de nossas atividades que vêm auxiliando nossos agricultores, na certeza que também terão o mesmo resultado assim que implantas”, comentou a Rosany.
O Secretário, Adelmo Soares (SAF) frisou a importância da troca de experiências entre os municípios maranhenses. Reforçou ainda os projetos desenvolvidos em Paço do Lumiar sugerindo que o gestor de São Domingos do Maranhão, Kleber Alves, implante o Serviço de Inspeção Municipal - S.I.M., como feito pelo prefeito Josemar Sobreiro e a secretária Rosany Aranha.
Plantação - Durante a passagem por São Domingos do Maranhão, a equipe técnica da Semapa e SAF conheceram os mais de 100 hectares da plantação de abacaxi. Na oportunidade foi firmada parceria com Paço do Lumiar para auxiliar também, a cidade de Presidente Dutra na implantação do programa Feira Livre e um Centro de Produção de Mudas. Os gestores virão a Paço do Lumiar conhecer as atividades.

"Um descaso com o bem público", afirma deputado Wellington sobre o cancelamento da Refinaria Premium

Durante a sessão desta quarta-feira (24) na Assembleia Legislativa, o deputado Wellington do Curso (PPS) afirmou ser "um descaso com o bem público" o cancelamento da Refinaria Premium de Bacabeira.

Para o parlamentar, que destacou sua visita na última sexta feira (17), com a Comissão Externa da Câmara Federal às obras, se faz necessário encontrar uma solução para o problema, considerado por ele como um "tapa na cara" de milhares de maranhenses que sonharam em um dia ter um emprego digno sem precisar sair do Estado.

"É estarrecedora a situação em Bacabeira. É um descaso e uma falta de respeito com o bem público. Foram enterrados mais de 2 bilhões de reais nesta obra que mudaria a vida dos maranhenses que sonharam e acreditaram em dias melhores e que, por descaso político e falta de comprometimento,   tiveram seus sonhos frustrados. É de extrema urgência que nós, enquanto representantes do povo, nos posicionemos na busca pela retomada deste sonho maranhense. Não queremos compensação, lutaremos pela retomada da instalação da Refinaria Premium", afirmou.

terça-feira, 21 de abril de 2015

VEREADOR WELLINGTON SOUSA REÚNE - SE COM SECRETÁRIO ESTADUAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA, BIRA DO PINDARÉ.


 

Ontem, mesmo sendo ponto facultativo em vários órgãos públicos, o Vereador Wellington Sousa, a Secretária da Mulher, Sra. Carla Sousa, o Vice-Presidente do PSB de Paço, Sr. Frazão, e o Secretário Geral do PSB de Paço do Lumiar, Sr. Fahrenheit, estiveram em reunião com o Secretário Estadual de Ciência e Tecnologia, o Deputado Bira do Pindaré (PSB). 

Em pauta diversos assuntos voltados para a melhoria de vida dos moradores de Paço do Lumiar. O Secretário Bira do Pindaré, correligionário socialista, tem grandes propostas para Paço do Lumiar. Foi tratado sobre a instalação do IEMA, sobre a qualificação técnica para as mulheres luminenses e sobre outras parcerias do Governo de Flávio Dino com Paço do Lumiar. O vereador Wellingto Sousa, que é Presidente do PSB em Paço do Lumiar, informou que grandes conquistas virão!

segunda-feira, 20 de abril de 2015

Dia do Livro é comemorado na Biblioteca Pública de Paço do Lumiar

A Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer, através da Biblioteca Pública Municipal de Paço do Lumiar realizou, nesta quinta e sexta-feira, 16 e 17, uma programação bem diversificada para comemorar o Dia Nacional do Livro Infantil (18 de Abril). 
Os alunos das UEB Vovó Filuca, Genival Pereira e Tia Bia III participaram, atentamente, da “Hora do Conto”, apresentada pelo professor, bibliotecário e escritor de literatura infantil, Márcio Henrique Almeida, e pela educadora e artista plástica, professora Fracimeire Cavalcante de Sousa, autores da obra “O Livro e o Cometa”. 
Durante a palestra os estudantes interagiram com os autores e conheceram as etapas de produção de um livro e os cuidados necessários para mantê-los em boas condições de uso. Na programação teve ainda o espaço da leitura, pintura, desenho e exposição de livros de Monteiro Lobato. 
A programação foi direcionada também aos contos de Monteiro Lobato, que deixou os alunos da UEB Vovó Filuca bastante empolgados com os personagens do Sítio do Pica-pau Amarelo. “Esse contato com os livros nos primeiros anos de vida são fundamentais para o desenvolvimento das crianças, tanto na leitura, quanto na escrita”, frisou a gestora Idalete Santana Melo. 
“Esta é uma data importante que não podia ter passar em branco, e esta atividade acontece com a proposta de incentivar, ainda na infância, o hábito pela leitura, e pela busca de conhecimentos através dos livros”, ressaltou a Bibliotecária, Poliana Maria Beckham Gomes.

Em homenagem ao Dia do Índio, deputado Wellington do Curso visita tribo indígena

Em homenagem ao Dia do Índio, o deputado Wellington do Curso (PPS) visitou, no último domingo (19), a Aldeia Tabocal, da tribo indígena Guajajara, localizada no município de Bom Jardim, a 275 km de São Luís.

Na oportunidade, Wellington, que tem se destacado na luta pela defesa das minorias, ouviu o cacique Erismar Guajajara, bem como os anseios da tribo, que conta com aproximadamente 152 habitantes
e cerca de 35 famílias.

"É um motivo de alegria, não só para mim, mas para todos desta tribo estar recebendo a visita e o apoio do deputado Wellington, que esteve aqui durante a campanha e retornou, desta vez em agradecimento e para nos prestar esta homenagem. Enquanto tantos aparecem somente no período eleitoral, ele fez diferente e ganhou mais ainda nossa admiração e respeito. Nós acreditamos nele como nosso representante", declarou Erismar. 

Ao verificar as necessidades e problemáticas da comunidade, o parlamentar ressaltou o seu compromisso com a dignidade humana.

"A visita à tribo me permitiu ter um conhecimento de fato sobre o contexto em que os indígenas maranhenses estão inclusos. Ao ouvir o cacique e demais índios, percebo que as principais problemáticas fazem referência  à precariedade da educação, assim como a ineficiência dos serviços de saúde do programa Mais Médicos. Mais do que uma mera visita, reafirmo o compromisso, enquanto parlamentar, de garantir que tal precariedade seja ao menos atenuada, enfatizando o cumprimento dos direitos fundamentais e zelando por aquilo que é assegurado constitucionalmente a todo e qualquer cidadão: a dignidade humana", afirmou o vice-presidente da Comissão de Direitos Humanos e das Minorias.