terça-feira, 17 de novembro de 2015

Projeto Procon Mirim realiza atividade para estimular o consumo consciente em supermercado

Lista de compras nas mãos e carrinho preparado para ser abastecido, economizar era o termo mais lembrado durante as compras. Foi assim a manhã de segunda-feira (16), quando a equipe do Instituto de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-MA) se reuniu com os estudantes de escolas públicas do 5º e 6º ano participantes do Projeto Procon Mirim para colocar em prática tudo que foi discutido nas palestras em sala de aula ao longo do ano. 
O projeto teve início em março de 2015, foi realizado em parceria com a Secretaria de Estado de Educação (Seduc), que indicou as escolas, e contemplouas escolas Unidade Integrada Severino de Sousa Lima (Fumacê), Unidade Integrada Roseana Sarney (no São Francisco), Centro de Atenção Integral à Criança (Cidade Operária) e Unidade Integrada Sotero dos Reis (Centro). 
De acordo com o presidente do órgão, Duarte Júnior, iniciar a educação para o consumo na infância é fundamental para formar cidadãos conscientes. O gestor acredita que para mudar a realidade que vivemos deve-se começar pelas crianças, por meio da educação. “Os alunos colocaram em prática o que foi aprendido ao longo do ano através de palestras mensais sobre o consumo consciente, que aconteceram nas em suas escolas. Com a atividade fora do âmbito escolar, tiveram a percepção de preços, elegeram o que é supérfluo e o que é importante, e, principalmente, usaram o dinheiro de forma consciente. Com o Procon Mirim esperamos disseminar a cultura de consumo consciente desde cedo, esperando que essas crianças sejam fiscais do próprio consumo e também dos pais. E, consequentemente, não se tornem adultos endividados”, disse. 
O presidente comentou, ainda, que na próxima semana, cada aluno será premiado com o crachá de “Fiscal Mirim do Procon Maranhão”.
Os estudantes foram divididos em grupos,em média com 5 crianças, por escola e cada grupo fez sua lista de compra, sendo que as equipes tinham R$100 para gastar em um supermercado. A estudante do 3º ano, Rayssa Oliveira, da Unidade Sotero dos Reis, contou que costuma fazer as compras com a avó e sempre olha os preços dos produtos, compra o necessário e com preços menores. Na lista de compras que a aluna preparou tinham produtos de limpeza e alimentos como arroz, feijão e macarrão. “Eu vejo o que é mais barato, estou economizado dinheiro com os meus irmãos, estamos guardando no cofrinho para ir ao cinema”, disse. 
Os pequenos consumidores da escola Severiano Sousa Lima foram orientadas, por fiscais do Procon, a observar o preço e também a validade dos produtos. Outra estratégia utilizada pela equipe foi dividir o quanto cada aluno poderia fazer de compra e anotar todos os valores separadamente. Antes de chegar ao caixa a equipe somou o total individual e calculou se o valor dos produtos escolhidos não ultrapassava os cem reais disponibilizados para compra. Após as compras a nota fiscal totalizou R$82,05, valor que permitiu aos alunos a compra de mais dois itens que foram escolhidos em consenso, um litro de leite e um chocolate. 
A secretária de Estado da Educação, Áurea Prazeres, ressalta a importância da ação como instrumento formativo e socioeducacional. "Atividades como essa reforçam o processo formativo do estudante na medida em que buscam formar cidadãos conscientes, a partir do trabalho pedagógico em parceria com o Procon", destacou. 
Atividade permanente
A meta da Seduc é aprofundar as temáticas ‘Direito do Consumidor e Consumo Consciente’ em sala de aula para que sejam trabalhadas no currículo de forma sistemática, contínua e permanente. Os professores das escolas envolvidas no projeto serão capacitados para coordenar e ampliar as ações dessas temáticas dentro de suas respectivas escolas. Inicialmente o trabalho será desenvolvido nas cinco unidades escolares que já estão inseridas no projeto do Procon, mas, a ideia é ampliá-lo para as demais escolas do Sistema Estadual de Ensino. 
Fiscal Mirim do Procon Maranhão
Nos dias 25 e 26 deste mês será compartilhado nas escolas, com os estudantes e professores, o resultado da atividade.  Ao fim do projeto, os pequenos serão presenteados com um crachá de “Fiscal Mirim”.No próximo ano, o Projeto Procon Mirim terá continuidade com a participação de novas escolas da rede pública.

Sem comentários:

Enviar um comentário