quinta-feira, 29 de outubro de 2015

Flávio Dino e presidente do Banco do Nordeste oficializam acordo de cooperação

Fortalecer a atividade econômica dos pequenos produtores por meio da ampliação de crédito é um dos objetivos do acordo de cooperação firmado entre o Governo do Estado e o Banco do Nordeste do Brasil. O termo prioriza as ações nos municípios com os menores índices sociais do Maranhão com a finalidade de contribuir para a geração de emprego, ocupação e renda no estado.

O presidente do Banco do Nordeste, Marcos Holanda, avaliou como positiva a iniciativa do Governo Estadual em priorizar os municípios maranhenses com menor IDH. “Essa é uma atitude louvável, focar nas pessoas que mais precisam. Para nós, é uma imensa satisfação poder contribuir com as ações de fortalecimento da economia maranhense”, disse Holanda.
Flávio Dino apresentou ao presidente do Banco do Nordeste o conjunto de políticas sociais que estão sendo executadas nos municípios com menor IDH e o atual cenário de organização das cadeias produtivas no estado. “Só é possível pensar em produção se houver crédito para os produtores. Estamos trabalhando para fortalecer o desenvolvimento regional, estimulando o empreendedorismo e oferecendo melhores oportunidades para todos”, afirmou Dino.
No encontro, além da assinatura do termo que amplia o crédito para os municípios com menor IDH, foram apresentados alguns programas do Banco do Nordeste que poderão contribuir com a consolidação das cadeias produtivas e programas de Infraestrutura em todo o estado.
Participaram da reunião, o vice-governador, Carlos Brandão, os secretários estaduais Márcio Honaiser (Agricultura e Pecuária), Simplício Araújo (Indústria e Comércio), Julião Amin (Trabalho e Economia Solidária), representantes da classe empresarial do Maranhão, do Banco do Nordeste, das secretarias de Pesca, Desenvolvimento Social e do Iterma e Aged.

Sem comentários:

Enviar um comentário