quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Polícia prende suspeito de homicídio na Patrimônio Show

'Playboy' é acusado de ter executado um jovem dentro da casa de eventos Patrimônio Show. Ele também é suspeito de envolvimento na morte do tenente Gilvan

MANDADO
30/09/2015 - 10h45
Da Redação
Polícia prende suspeito homicídio na Patrimônio Show
A Polícia Militar do Maranhão realizou no início da manhã desta quarta-feira, a prisão de Gilvan Feitosa Pinheiro, 22 anos, em cumprimento a mandado de prisão por homicídio.
A prisão do suspeito de aconteceu por volta das 6h na Vila Santa Teresinha.
Ele foi conduzido para a Delegacia de Homicídios da Capital (DHC) e tem o depoimento colhido pelo delegado Marco Antônio Fonseca.
Gilvan, conhecido popularmente como ‘Playboy’, é acusado de ter executado um jovem dentro da casa de eventos Patrimônio Show no começo do mês.
Playboy também é suspeito de envolvimento nas mortes do tenente Gilvan e  um evangélico no Parque Jair.
Tiroteio em casa de show
Um tiroteio dentro da casa de evento Patrimônio Show, localizada no Centro Histórico da capital, dia 14, resultou na morte de Ruy Marcos Alves Rodrigues, de 24 anos.
O corpo do rapaz foi encontrado na calçada do estabelecimento, apesar de ter sido atingido dentro do local. Ruy Marcos foi morto com tiros na cabeça e no ombro, conforme constatou o Instituto de Criminalista do Maranhão (Icrim).
A outra vítima foi Mayson José Costa Barbosa, 23 anos, que também foi alvejado pelos tiros, mas foi encaminhado para o Hospital Djalma Marques (Socorrão I) e sobreviveu.
A polícia suspeitava que o crime estivesse relacionado à briga de facções criminosas e que Ruy Marcos teria morrido por engano.
O caso ganhou grande repercussão e vários vídeos do momento do tiroteio circularam nas redes sociais.
Após o episódio, o estabelecimento fechou as portas.

Sem comentários:

Enviar um comentário