quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Câmara ignora o governo e aprova possibilidade de 'desaposentação'

Apesar dos sucessivos apelos do governo federal contra projetos que representem aumento de gastos, o plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (30) a chamada "desaposentação", que é a possibilidade de as pessoas que continuaram trabalhando após a aposentadoria pedirem, após cinco anos de novas contribuições, o recalculo de seu benefício.

A medida foi aprovada por meio de uma emenda do oposicionista PPS à medida provisória 676/2015, que estabelece uma regra opcional ao atual sistema de aposentadoria do regime geral da Previdência.

Em 2014 o INSS calculou que a "desaposentação" iria gerar um impacto extra aos cofres da Previdência de R$ 70 bilhões nos 20 anos posteriores.

Sem comentários:

Enviar um comentário