sexta-feira, 22 de maio de 2015

Prefeitura cadastra feirantes do Mercado do Maiobão.

Técnicos da Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento (SEMAPA) concluíram o cadastro de todos os feirantes da parte interna e externa do Mercado do Maiobão, localizado na Rua 101, do mesmo bairro. A ação irá auxiliar a comissão composta pelo estado e o município no diagnóstico dos trabalhadores da região durante o deslocamento temporário para o início das obras do mercado e distribuição dos boxes.

O projeto de reforma contempla uma infraestrutura moderna de boxes padronizados, sanitários, área de vivência e ainda, estacionamento externo e recuperação das vias de acesso. Os feirantes que ocupam a Avenida 10 do conjunto Maiobão também foram cadastrados e serão remanejados para outra área para revitalização da via. 
De acordo com a secretária de Agricultura, Rosany Aranha, o levantamento dos trabalhadores que ocupam a via pública e os que estão dentro do mercado é necessário, pois subsidiará o projeto. “A reforma trará mais condições de trabalho aos feirantes, que poderão comercializar seus produtos num ambiente salubre e digno, e também, comodidade aos clientes”, afirmou a secretária.
Durante a vistoria, os técnicos da SEMAPA realizaram a contagem de boxes e colheram dados dos trabalhadores da região. “Os feirantes que estão nas vias públicas serão remanejados para o interior do mercado após a reforma, os boxes serão divididos de acordo com a mercadoria”, informou o Engenheiro Agrônomo e coordenador de Departamento de Abastecimento e Comercialização da SEMAPA, Flávio Roberto Lima Caldas.
O Mercado do Maiobão existe há 30 anos e a estrutura precária, na parte interna, fez muitos feirantes abandonarem os boxes e tomarem a área externa, o que vem comprometendo o tráfego de veículos e pedestres na região, motivos que levaram o senhor Vieira dos Santos a montar a sua banca na Rua 101. “Aqui é muito ruim de trabalhar, a estrutura é péssima, não tem banheiros decentes, o calor é insuportável. Trabalho aqui há 25 anos e sonho com um espaço melhor, as vendas irão crescer e eu vou ter uma renda melhor”, comentou.
A reforma da feira do Maiobão é um compromisso da atual gestão com os moradores do bairro e adjacências, que, para o prefeito Josemar Sobreiro, representa um equipamento público em benefício aos feirantes e à população. 
“A feira do Maiobão há muito tempo se tornou um problema não só de infraestrutura, com a desordem interna e externa, mas também de saúde pública. Participamos de várias reuniões com o Estado para a cessão do prédio e logramos êxito nas negociações. Vamos reformá-lo e entregar em breve o novo Mercando do Maiobão”, concluiu o prefeito. A ação contou com a participação de membros do Conselho de Segurança Alimentar de Paço do Lumiar.

Sem comentários:

Enviar um comentário