terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

Restaurante Popular passará a desenvolver ações socioeducativas em Paço do Lumiar

Foi realizada (03) pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social – Sedes, uma visita ao Restaurante Popular de Paço do Lumiar, localizado no conjunto Maiobão, com o objetivo de conhecer as estruturas físicas do ambiente e apresentar o programa de atividades na área de Educação Alimentar e Nutricional. 
O programa propõe ações socioeducativas aos usuários do restaurante, como por exemplo, palestras sobre segurança alimentar e nutricional. O Restaurante Popular do Maiobão completou um ano de funcionamento e serve mais de mil refeições diárias. 
A secretária municipal de Desenvolvimento Social, Ivone Oliveira destacou o programa como uma atividade em favor do exercício da cidadania, fortalecendo dessa forma, as políticas de segurança alimentar em desenvolvimento no município. “A parceria com o Governo do Estado e o estreitamento das relações é salutar, pois possibilitará às famílias luminenses, momentos de aprendizado e segurança com o alimento a ser consumido”, parabenizou a secretária. 
A secretária de Estado Adjunta de Desenvolvimento Social, Lourdívia Caldas, na ocasião representando o titular da pasta, Neto Evangelista, reafirmou o compromisso do Governo do Estado com os Restaurantes Populares. “Este espaço deixará de ser apenas para a refeição. Nosso objetivo é associar alimentação à interação, através de politicas de educação e saúde ”, acrescentou. 
Durante a reunião, o Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional de Paço do Lumiar – Comsea reforçou que o município possui mais de cem comunidades agrícolas responsáveis pelo abastecimento de feiras e supermercados da Grande Ilha, e que os produtos também podem ser adquiridos pelos restaurantes diretamente do produtor. 
Participaram também da visita, a Secretaria e Conselho de Estado de Segurança Alimentar e Nutricional, a Gerência de Produção Inclusiva, a Secretaria Municipal de Agricultura Pesca e Abastecimento, Nutricionistas, lideranças comunitárias e usuários.  

Sem comentários:

Enviar um comentário