segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Márcio Jerrry ajudando Flávio Dino a organizar a casa!

O governador Flávio Dino e sua equipe estudam um destino para a Fundação Sarney, que até hoje só serviu para cultuar a imagem do ex-presidente. O memorial de Sarney chega a ter o absurdo quadro de funcionários contendo 48 comissionados. O montante chega a R$ 3 milhões por ano. Por mês, a folha de pagamento chega a R$ 174.000 do bolso dos maranhenses.

Para Márcio Jerry, presidente do PCdoB-MA e atual secretário de Articulação Política e Assuntos Federativos, a distinção entre público e privado tem de ficar clara para a população. Jerry destaca que esse governo tem foco no trato responsável com a coisa pública. 

"A diretriz política do governo é fazer com que a fundação seja de memória republicana, e não do culto à personalidade de um ex-presidente. Se tiver que permanecer pública, que não use recursos públicos para fins privados". Afirmou Márcio Jerry.

Sem comentários:

Enviar um comentário