sábado, 8 de novembro de 2014

Ver.Wellington Sousa cobra providências sobre a obra da Praça da Juventude

Vereador Wellington Sousa cobrou providências com relação às obras da Praça da Juventude que estão paralisadas e praticamente abandonadas e sem perspectivas de conclusão.  O vereador falou que vivemos tempos difíceis com relação ao futuro de nossa juventude, que tem sido vítima da violência desenfreada e falta de políticas públicas. 

O parlamentar ressaltou que a Praça da Juventude, na Av. 04, seria um espaço de  esporte e cultura pra oportunizar ao jovem o distanciamento das drogas. O vereador requereu o apoio dos colegas para irem ao Ministério Público solicitarem providências com relação à empresa responsável pela obra.  "É nossa função fiscalizar a execução dos serviços públicos"..afirmou o Vereador.

quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Julião Amin será secretário do Trabalho no governo Flávio Dino

O governador eleito Flávio Dino fez mais um anúncio de composição de seu secretariado. O presidente estadual do PDT, Julião Amin, assumirá a Secretaria do Trabalho e da Economia Solidária a partir de 1º de janeiro. O anúncio foi feito nesta quarta-feira (5) pelas redes sociais.
A geração de emprego, renda e oportunidade para a população maranhense foi uma das principais bandeiras da campanha de Flávio Dino, eleito governador em primeiro turno. A Secretaria terá o importante papel de qualificar os trabalhadores e ampliar as oportunidades de emprego como caminhos para reduzir a desigualdade social. Outro objetivo será o de ampliar a atuação do Sine e estimular a economia solidária no estado.

Conheça o perfil do novo secretário:
JULIÃO AMIN – Secretaria do Trabalho e da Economia Solidária
Julião Amin é presidente estadual do PDT e possui vasta experiência na área em que irá atuar. É militante social e sindical. Presidiu o Sindicato dos Bancários, foi diretor administrativo-financeiro do Banco do Estado do Maranhão, superintendente do Ministério do Trabalho no estado e advogado de trabalhadores rurais. Julião Amin foi também deputado estadual e federal.

Em entrevista, Jefferson Portela fala sobre as prioridades da Segurança Pública

Humanização das polícias e integração dos sistemas de seguranças foram as principais agendas apresentadas pelo secretário anunciado

Anunciado por Flávio Dino como responsável pela pasta de Segurança Pública, o delegado Jefferson Portela relatou em entrevista nesta terça-feira (04) as prioridades para garantir o cumprimento do Programa de Governo apresentado pelo governador eleito aos maranhenses. No programa Avesso, da TV Guará, Portela relatou como pretende reestruturar a Secretaria de Segurança para torná-la mais eficiente.

Entre as prioridades da pasta, Portela garantiu o diálogo permanente com todas as forças de segurança, de modo a concretizar a integração entre os sistemas de inteligência e informação das polícias, do Ministério Público, OAB e do Judiciário, atendendo à determinação do governador eleito. “O compromisso de Flávio Dino é prestar um serviço público de qualidade aos maranhenses e eu estou aqui para garantir isso na Segurança Pública”, confirmou Portela.

A respeito das dificuldades que serão encontradas, o secretário anunciado relatou que a orientação de Flávio Dino é manter uma postura propositiva, garantindo soluções eficientes e rápidas. “Não assumo a secretaria para chorar em cima de problemas. O governador Flávio Dino mentalizou um novo comportamento. Vamos seguir isso trabalhando não para falar das dificuldades que serão encontradas, mas para resolvê-las”, concluiu.

Em outra entrevista também na TV Guará, no Programa Transição, Jefferson Portela também deu indícios de como pretende atuar no enfrentamento da realidade existente. Como o Estado menos policiado do Brasil, entre delegados, peritos, legistas, comissários, escrivães, investigadores, o Maranhão precisa, segundo Portela, “recompor o quadro das polícias”.

Pacto pela Vida

Proposta apresentada por Flávio Dino para articular políticas de Estado entre todos os poderes com a finalidade de reduzir os índices de criminalidade, o Pacto pela Vida será implantado para assegurar políticas de prevenção de crimes e de combate ao tráfico. Sobre isso, Portela prometeu dedicação.

“Garanto aqui aos maranhenses que faremos uma radiografia completa do sistema de segurança e buscaremos soluções”, disse ao explicar que o programa também envolve outras secretarias e forças de segurança pública que terão reuniões periódicas com o governador eleito para traçar metas e prazos.
 
Valorização das polícias

Lembrando que há 16 anos trabalha como delegado de polícia, Portela garantiu empenho para valorizar os profissionais da área. “Nós vamos humanizar o tratamento ao homem e a mulher policial. A máquina é a viatura. O policial é um homem e será tratado como tal”. E, concluiu garantindo uma postura de diálogo permanente. “Manteremos o diálogo. Vamos receber as polícias e levar ao governador, valorizar os profissionais. A conversa vai continuar como durante a campanha”. 

terça-feira, 4 de novembro de 2014

“O MA agora tem a chance de um novo modelo de desenvolvimento”, diz Roberto Rocha ao Jornal Pequeno

Eleito senador da República com uma votação consagradora – 1.476.840 votos – nas urnas de 5 de outubro passado, o vice-prefeito de São Luís, Roberto Rocha (PSB), vê com bastante otimismo o futuro do Maranhão a partir de agora. Ele acredita que, com a sua vitória para o Senado e com a de Flávio Dino para o Governo do Estado, os maranhenses terão a chance de concretizar “mudanças reais na prática política e na superação de um modelo que se esgotou há muito tempo”.
Aos 49 anos de idade, casado, pai de quatro filhos e avô de três netos, Roberto Rocha acredita que o Maranhão vive um momento novo, tendo sobretudo a chance de inaugurar um novo modelo de desenvolvimento.
“A população pode esperar de mim fidelidade a esse projeto, empenho pessoal permanente e compromisso com as forças sociais que estão amadurecidas para construir as bases de um novo modelo de desenvolvimento para o Maranhão”, afirma Roberto Rocha, nesta entrevista:
Jornal Pequeno- O que significou para o Maranhão a sua vitória para o Senado Federal e o que o povo maranhense pode esperar de seu novo senador?
Roberto Rocha – Não é uma vitória pessoal, mas o fruto de uma composição de forças sintonizada com as aspirações de mudanças reais na prática política e na superação de um modelo que se esgotou há muito tempo.
A população pode esperar de mim fidelidade a esse projeto, empenho pessoal permanente e compromisso com as forças sociais que estão amadurecidas para construir as bases de um novo modelo de desenvolvimento para o Maranhão.
JP – Quais os projetos, temas e questões que o senhor pretende levar para o debate no Congresso Nacional, a partir de 2015?
RR – O Congresso, e especialmente o Senado, tem uma agenda que não se inaugura a cada legislatura. Ela é tributária das intensas negociações e debates que vem se desdobrando há anos. O papel dos congressistas é o de articular as forças políticas para que o arcabouço jurídico do país acompanhe a evolução da sociedade. É claro que alguns temas tem mais afinidade com a minha trajetória política, como o desenvolvimento econômico, o combate às drogas, a inovação tecnológica, a proteção ambiental etc.
Além disso pretendo que o meu gabinete seja um ponto de confluência para auxiliar nas demandas dos municípios em Brasília, com assessoramento técnico de alto nível, bem como possa ajudar na interlocução do governo Flávio Dino com as instâncias de poder em Brasília.
JP – O senhor terá a companhia de outros dois senadores maranhenses que não fazem parte do seu grupo político. Como o senhor pretende se relacionar com eles?
RR – Com a responsabilidade de quem representa o Estado, que é muito maior do que nossas divergências políticas. No relacionamento pessoal, com a urbanidade que todos os adversários merecem.
JP – Qual a sua expectativa sobre o próximo governo que o senhor ajudou a eleger no Maranhão?
RR – A expectativa de que o Maranhão inicie uma nova etapa de sua história, mais republicana, com um novo ambiente de negócios, com diálogo orgânico com a sociedade. Mais que uma expectativa, é minha convicção de que assim será no novo Governo.
JP – Qual sua opinião sobre a formação da equipe do governador eleito Flávio Dino?
RR – O quadro de auxiliares anunciados até aqui demonstra uma inegável vontade política de dotar o Estado de uma máquina administrativa distante da lógica clientelista que predominou no governo que se encerra.
JP – O PSB chegou a sugerir, através de nota, a indicação do ex-governador José Reinaldo Tavares para compor a equipe de secretários de Flávio Dino. O senhor concorda com essa indicação?
RR – Manifestei minha concordância na reunião que fez a indicação e ainda agreguei a sugestão de incluir o nome do companheiro Bira do Pindaré para compor os quadros governamentais. São nomes que honram nosso partido.
JP – Que avaliação o senhor faz da campanha pró-Aécio Neves no Maranhão?
RR – Foi um esforço de retribuição ao apoio que recebi na minha campanha ao Senado. Os números mostraram, no entanto, que esse foi um desses momentos na história em que a sociedade tomou para si a decisão, sem a mediação do campo político. A homogeneidade dos votos no Nordeste, o padrão de crescimento dos votos da Presidente não autoriza ninguém a avocar para si esse mérito. Foi uma decisão soberana da população.
JP – O senhor foi um dos maiores entusiastas da campanha de Aécio Neves. E agora, o senhor cogita fazer parte do bloco de oposição à presidente Dilma no Congresso?
RR – A decisão compete ao partido, nacionalmente. Não cabe a mim, pessoalmente, definir qual será o modo institucional de relacionamento com o Governo. De todo modo, pela nossa história, não nos cabe ter alinhamentos automáticos com o bloco de oposição. Penso que o mais provável será definirmos uma posição de independência, fazendo uma oposição propositiva.

Roseana é só besteira, diz Jornal Pequeno

Desde que perdeu a eleição, o governo Roseana Sarney vem se especializando em cometer atitudes inócuas que só evidenciam as razões pelas quais merecia ser derrotado. Primeiro, quis licitar ao valor de 1 bilhão de reais uma reforma do Sistema Penitenciário que em quatro mandatos não conseguiu implantar. Não deu outra. Perdeu na Justiça e não conseguiu convencer ninguém de suas boas intenções.
Outro dislate foi a morosidade imposta à transição governamental, retardando até onde pode a entrega de documentos e informações sobre a situação do Estado, o que gera a desconfiança de que quer esconder alguma coisa ou, no mínimo, pretende atrapalhar o planejamento da nova gestão. E aqui, mais uma vez, no revelar de descompromisso com o futuro do Maranhão, mostra que, de fato, o governo merecia a acachapante derrota.
São tolices que sucedem uma outra, cometidas quando sentiu que não havia meios de vencer a eleição: a tentativa de transferir, fundo a fundo, sem projetos, recursos dos empréstimo bilionários do BNDES para prefeituras cujos gestores apoiassem o então candidato do governo Lobão Filho. A Justiça vetou e o governo perdeu a confiança do BNDES, que, imediatamente, mandou avisar que não faria qualquer transferência de recursos no período eleitoral.
Há dois dias, sob o título ‘Movimentos de xadrez’, o jornal O Estado do Maranhão, pertencente à família da governadora, anunciava o absurdo dos absurdos, o casuísmo dos casuísmos: a estapafúrdia ideia de realizar, nos dois meses que antecedem a posse do governador eleito Flávio Dino, uma eleição indireta para governador e uma nova eleição para presidente da Assembleia. Ontem, o mesmo jornal se orgulhava da publicação, tratando Roseana de rainha e os parlamentares de peões tarefeiros.
Quanta sandice! Só se pode pensar que o governo faz questão de referendar a derrota humilhante que lhe foi imposta pelo povo nas urnas, pois só dá para enxergar duas consequências lógicas para tão extravagante proposta: a primeira é que eles perderam a eleição direta e vão perder a indireta também; a segunda é que, inevitavelmente, perderão duas eleições sucessivas para a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa.
Há muito desconfiavam alguns que Roseana havia deixado de governar o Maranhão, o que, a ser real, talvez fosse melhor para o Estado. Essas tolices indicam, entretanto, que ela busca meios de desgovernar os quatro anos do governo Flávio Dino e isso, mais uma vez, reforça a tese de que a derrota nas urnas foi mais que merecida.
À ausência de gestão, junta-se, agora, a mais completa falta de inteligência e de bons propósitos. Enquanto coleciona sandices, o governo deixa claro que não podia continuar sendo governo, se não desiste de atacar a democracia e de fazer tudo para empacar o desenvolvimento do Maranhão. Como, aliás, sempre fez. (Editorial do JP)

Sarney - Questão de gratidão (Veja)

Sarney, o grato
Sarney, o grato
Aos mais próximos, antes mesmo de circular na internet um vídeo da repetidora da TV Globo no Amapá sugerindo seu voto em Aécio Neves, José Sarney justificou por que escolhera o tucano:
- Foi um voto de gratidão ao Tancredo.
Pode até ter sido. Mas  também foi um voto de raiva ao que considera falta de apoio de Dilma Rousseff.
Por Lauro Jardim

Deu na Lígia Teixeira: Sarney e o PMDB perderão controle do setor energético no país

Assim que voltou da pequena folga de quatro dias na Bahia, Dilma Rousseff anunciou que o futuro ministro de Minas e Energia não entrará nas negociações com o PMDB e será da cota pessoal da presidente.
A decisão da presidente Dilma dá um chega pra lá no senador José Sarney, que controla o setor desde a época em que o oligarca maranhense era presidente da República, com pequenas interrupções, a própria Presidente Dilma já ocupou o cargo durante o governo Lula. O Ministério é ocupado atualmente por Edison Lobão, o próprio já da como certa sua saída da pasta.
Para não deixar dúvidas de que o Ministério de Minas e Energia será retirado das mãos de Sarney e do PMDB, a presidente já sonda o nome de  Giles Azevedo, que acompanha Dilma desde o período em que ela era secretária de Estado no governo de Olívio Dutra, no Rio Grande do Sul.  A presidente também cogita o nome de Wilson Pereira Jr, atual  presidente da CPFL, Companhia de força e luz de São Paulo.  Ambos fizeram carreira no setor elétrico e a nomeação de um dos dois ajudaria o governo a desfazer a péssima imagem que Edison Lobão e o PMDB deixaram no ministério, tido como um cabide de empregos dos aliados de Sarney.
O setor energético é estratégico para o país, o controle do Ministério dá a Sarney poder  junto a empreiteiras, políticos e o mercado financeiro. Sem o ministério, portanto, o velho oligarca perderá a maior parte de sua capacidade de influência nos jogos de poder da República.

Deu no Clodoaldo Corrêa: Empresa denunciada por desvio no Fantástico prestou serviço para João Alberto

João Alberto
A empresa A4 Serviços e Entretenimento, denunciada pelo Fantástico pelo desvio de pelo menos R$ 6,5 milhões dos cofres públicos de Anajatuba em alugueis de carros e máquinas atua com mais políticos maranhenses, inclusive um senador da República. O Senador João Alberto contratou a empresa para divulgação da atividade parlamentar por R$ 8.500,00. A restituição foi paga pelo Senado em 28 de março deste ano. 
A empresa foi contratada para realizar pesquisa de opinião para o senador. Além da A4, a empresa Escutec realizou pesquisa de opinião para o Senador. A reportagem do Fantástico classificou a A4 como empresa de fachada. A reportagem da TV Globo não encontrou a sede da empresa. Um homem que aparece como sócio da A4, Raimundo Nonato Silva Abreu Júnior, está sendo investigado pela Polícia Federal e pelo Ministério Público, mas nega que seja empresário. Raimundo diz que foi usado como “laranja” sem saber.

Prefeito Josemar Sobreiro empossa novo diretor do SAAE (Pastor Odilon)

O prefeito municipal de Paço do Lumiar, professor Josemar Sobreiro Oliveira (PR) deu posse na tarde de ontem (03), ao novo diretor do Serviço Autônomo de Água e Esgotos – SAAE. Assume a pasta, antes gerida por João Victor Mendes, Odilon Cavalcante Lins Jr., mais conhecido no município como Pastor Odilon.
Na presença da equipe de governo, o prefeito Josemar e o vice, Marconi Lopes (PSL), comandaram a transição de cargo e reforçaram que o momento se trata de uma reestruturação administrativa com a finalidade de fortalecer ainda mais a gestão.
“O Pastor Odilon chega à administração para somar, e com o seu conhecimento na área, dará continuidade aos serviços que já vêm sendo realizados pela equipe do SAAE, otimizando e dando respostas imediatas às comunidades”, ressaltou o prefeito.
Pastor Odilon tem 45 anos, é empresário do ramo de perfuração de poços e reside no município. Pelo seu entendimento na área, afirmou que contribuirá muito com a gestão municipal e com as ações do SAAE.
O vice, Marconi Lopes, elogiou o trabalho de João Victor à frente do SAAE em 1 no e 10 meses, e considerou que na sua gestão foram registradas expressivas e importantes mudanças no serviço oferecido pelo órgão.
Balanço - Durante a reunião, o ex-diretor do SAAE, João Victor, apresentou um diagnóstico, onde pontuou a situação financeira, patrimonial, recursos humanos e serviços realizados no município, entre eles, a implantação de 8 mil metros de cano, aquisição de novos equipamentos moto bombas, limpeza da rede de abastecimento, implantação de dois sistemas de distribuição de água nas comunidades de Tendal e Montanha Russa, e a administração de poços antes comunitários, nos Residenciais Carlos Augusto e Maria Firmina I e II, e Zumbi dos Palmares.

Flávio Dino anuncia Duarte Júnior para direção do Procon

Flávio Dino anunciou na manhã desta terça-feira (4) pelas redes sociais mais um nome para compor a sua equipe de governo. O advogado Duarte Júnior será diretor do Procon/MA - Gerência de Proteção e Defesa do Consumidor. Esta é a 18ª indicação do governador eleito para integrar a administração a partir de janeiro de 2015.

Duarte Júnior assumirá a direção do órgão com a missão de prevenir problemas decorrentes das relações de consumo, a partir de duas vertentes: orientação do consumidor sobre seus direitos e fiscalização da atuação de empresas fornecedoras de bens e serviços. Para isso, agirá em parceria com movimentos sociais e estudantis. 

Desde o Programa de Governo, Flávio Dino assumiu o compromisso de levar os serviços de Proteção ao Consumidor a todas as regiões do Estado. O objetivo é melhorar a prestação de serviços continuados – como fornecimento de energia, telefonia celular e acesso à internet. 

Conheça o perfil do novo diretor:

DUARTE JÚNIOR – Gerência de Proteção e Defesa do Consumidor


Duarte Júnior é advogado, especialista em Direito do Consumidor, mestrando em Políticas Públicas pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA). Professor e coordenador da Pós-Graduação em Direito do Consumidor da Universidade CEUMA, leciona as disciplinas de Direito Civil, Direito do Consumidor, Direitos Humanos, Constitucional e Ética Profissional. É também autor de obras jurídicas, conferencista e pós-graduado em Direito Processual Civil e Direito do Consumidor pela Universidade Uniderp/MS.

segunda-feira, 3 de novembro de 2014

Só o povo unido terá voz e vez no Brasil# Clayton Collins - Nunca desista dos seus sonhos



Nunca desista

Márcio Jerry recebe visita de cortesia da Comissão Provisória do PTS do Maranhão



O presidente estadual do PCdoB-MA, Márcio Jerry, recebeu nesta segunda-feira (03) a Comissão Provisória do Partido da Transformação Social (PTS) do Maranhão. Durante a reunião, um balanço da atuação da sigla nas eleições deste ano e a expectativa da efetivação do partido no primeiro semestre de 2015.


Hoje, a Comissão Provisória no estado é composta pelo presidente Roberto Hilley, o vice-presidente Marcello Santos, o secretário-geral Antônio Alves e o tesoureiro Renato das Fitas. O encontro foi acompanhado pelo sargento Oliveira, liderança política de Bacabal, que também integrará o quadro do novo partido. 

Trânsito e transportes da Grande Ilha terão atenção especial no governo Flávio Dino

O governador eleito Flávio Dino destacou as áreas de trânsito e transporte como uma das prioridades de sua administração para os municípios da Grande Ilha a partir de 1º de janeiro. Prometendo adotar uma gestão de diálogo, anunciou que ouvirá os prefeitos dos quatro municípios – São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa – para avaliar ações articuladas e firmar parcerias a fim de melhorar o setor até 2018.
Para desempenhar as ações pretendidas, Flávio Dino anunciou a indicação do engenheiro José Artur Cabral Marques para presidir a Empresa Estadual de Transportes Urbanos – que será criada no próximo governo. O novo órgão será vinculado à Secretaria de Infraestrutura (Sinfra) e terá objetivos específicos de articular ações com os municípios das regiões metropolitanas, captar recursos junto ao Governo Federal e prestar assistência aos municípios.
“Nos quatro municípios da Ilha, temos compromissos específicos para a mobilidade urbana. Vamos avançar no transporte sob trilhos, como prioridade e caminho para enfrentar congestionamentos que progressivamente paralisam a circulação de pessoas, bens e serviços na Ilha de São Luís”, pontuou Flávio Dino.

Banda "La Roque" representará Paço do Lumiar em campeonato

Neste sábado, 01 de novembro, a Corporação Musical "La Roque", da Unidade Integrada Ministro Henrique de La Roque, estará representando o município de Paço do Lumiar, no XVII Campeonato Maranhense de Bandas e Fanfarras Estudantis. O evento acontecerá na Praça Maria José Aragão em São Luís.

A La Roque, grupo de banda marcial formado por alunos da rede pública municipal de Paço do Lumiar e comunidade, disputará o primeiro lugar na categoria banda marcial tradicional e levará para o campeonato mais de 90 componentes distribuídos em linha de frente, collor guard, balizas e corpo musical.

Para o professor de teoria musical, Hugo Leonardo Rabelo, a participação das bandas estudantis tem o objetivo de apresentar todo o trabalho desenvolvido com crianças e adolescentes durante o ano letivo. " Ensaiamos o ano todo para mostrar para o público o quão a educação aliada à música, dança e disciplina, pode agregar valor ao currículo escolar dos nossos alunos", destacou.

A Corporação Musical "La Roque" tem 19 anos de atividades no município e uma vitrine repleta de troféus conquistados pelos jovens alunos luminenses, em campeonatos e concursos em todo o Estado.

SERVIÇO:

O Quê: XVII Campeonato Maranhense de Bandas e Fanfarras Estudantis
Quando: 01 de novembro (sábado)
Local: Praça Maria José Aragão - São Luís
Horário: A partir das 18h

Flávio Dino anuncia secretária das Cidades/ Flávia Alexandrina Coelho Almeida Moreira será secretária das Cidades a partir de 1º de janeiro

Mais um nome para compor a equipe de Governo de Flávio Dino foi anunciado nesta segunda-feira (03) através das redes sociais. Flávia Alexandrina Coelho Almeida Moreira será secretária das Cidades a partir de 1º de janeiro.

A nova secretária assume a pasta com o desafio de pensar e promover ações para desenvolver os municípios do estado, com ênfase na área de habitação, com diálogo permanente com a sociedade e movimentos sociais, através do Conselho Estadual das Cidades e o Conselho Gestor do Fundo Estadual de Habitação de Interesse Social.

É da Secretaria das Cidades uma das metas mais ousadas que Flávio Dino assumiu durante a campanha: diminuir o déficit habitacional do estado - que é o maior do país - com o programa Minha Casa, Meu Maranhão. Para isso, trabalhará na articulação de recursos federais e estaduais, além da integração de políticas públicas. Alguns dos focos prioritários serão os 20 municípios com pior IDH – Índice de Desenvolvimento Humano, promovendo habitação digna e infraestrutura para garantir qualidade de vida também na área rural.

FLÁVIA ALEXANDRINA COELHO ALMEIDA MOREIRA - Secretaria das Cidades

Flávia Moreira é funcionária de carreira da Caixa Econômica Federal – uma das principais instituições fomentadoras de crédito imobiliário, onde atuou na operacionalização de políticas públicas como gerente da Filial de Desenvolvimento, atendendo todo o estado na gestão de contratos de habitação, saneamento e infraestrutura. Tem também passagem por outras instituições de crédito de desenvolvimento do estado, como no Banco de Desenvolvimento do Maranhão (BDM). Ela é formada em Ciências Contábeis pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA) e possui pós-graduação em Gestão de Políticas Públicas pelo ISAN/FGV. Flávia Moreira também integrou o Núcleo Gestor de Revitalização do Centro Histórico de São Luís, foi conselheira do Conselho das Cidades do Maranhão e do Conselho da Cidade de São Luís.

Sarney - Mais sujo que pau de galinheiro com Dilma


Ministro da Cultura de Dilma? Só se for no Dia de São Nunca. O senador está mais sujo do que pau de galinheiro no Palácio do Planalto. A presidente Dilma viu o vídeo e no final exclamou uma expressão impublicável. “Fica me ligando, mandando mensagens de congratulações e me trai desse jeito”. Ela se arrependeu de ter ligado para a governadora Roseana Sarney porque esta divulgou o fato. O vídeo com Sarney votando em Aécio virou piada entre os palacianos.


Sarney vota 45
Veja: