quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Roseana Sarney começa a perseguir Flávio Dino, assim como fez com Jackson Lago

Governo Flávio Dino só poderá investir 17% do orçamento em 2015

O Governo Roseana Sarney enviou para a Assembleia Legislativa o Projeto de Lei Orçamentária referente ao ano de 2015 (PLOA). Além de cortes em setores  importantes como a Secretaria de Justiça e Administração Penitenciária, que contará com R$ 15 milhões a menos no orçamento em relação a este ano – caindo de R$ 149 milhões para 134 milhões - o governo também deverá perder capacidade de investimento em obras de infraestrutura, já que a maior parte do orçamento deverá ser usada para pagar juros e encargos da dívida, bem como  despesas com pagamento de pessoal e previdência social. 
Da receita de 13,7 bilhões disponível para o ano que vem, o governo terá que obrigatoriamente dispor de 6,3 bilhões para pagamento de pessoal e encargos sociais, 419 milhões com juros e encargos da dívida e mais 5,1 bilhões referentes a despesas correntes, que destina-se a promover a execução e a manutenção da ação governamental e não contribui diretamente para aumentar a capacidade produtiva da economia.  Restará ao governo 2, 2 milhões para fazer investimentos, cerca de 17% do orçamento total do Estado. 
O pagamento de parcela da dívida do Maranhão em 2015, oriunda de empréstimos feitos ao longo do governo Roseana junto ao BNDES, sofrerá em 2015 uma variação de 40,57%, passando de R$ 298.636.265 para R$ 419.782.426. O total da dívida pública do Maranhão é de  R$ 5.023.476.59.

Sem comentários:

Enviar um comentário