quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Paço do Lumiar realiza 1º Festival do Cajú/ O evento foi realizado na comunidade de Tendal com a participação de estudantes, professores e a comunidade


Com o objetivo de conhecer as propriedades, o valor nutricional e variedade de cardápios tendo o cajú como ingrediente principal e secundário nas refeições, as Secretarias Municipais de Desenvolvimento Social, Educação, Agricultura, Saúde e Conselho Municipal de Segurança Alimentar, realizaram nesta quinta-feira, 09, na comunidade de Tendal, o 1º Festival do Cajú de Paço do Lumiar, com o tema: Valorização do Caju no aspecto nutricional, gastronômico e medicinal”.
Durante o evento foram apresentadas palestras sobre o valor nutricional, medicinal, história e período de grande safra do fruto, além de maneiras de aproveitamento e reaproveitamento. Comidas típicas, licores, doces e salgados foram colocados à degustação dos visitantes.
A secretária de Desenvolvimento Social, Ivone Oliveira destacou as riquezas do município como polo hortifrúti na grande ilha, e enfatizou que o consumo de cajú e seus derivados deve ser uma constante na dieta.  “Neste período, o fruto é abundante no município, e este projeto iniciado hoje será expandido às demais comunidades, nos sentido de levar esta mensagem à população e agregar valor ao à fruta, muitas vezes desprezada”, afirmou.
O evento contou com a participação dos alunos da escola UEB Genival Pereira que contaram com apoio dos professores da escola para montar um número cultural, alegrando ainda mais a festival.
A aluna Geisilany de Sousa, no 5º ano, contou que durante as aulas aprendeu bastante sobre o caju e seus benefícios. “O cajú é um fruto que tem muita vitamina C e ferro e deve ser consumido por crianças e adultos, e em casa podemos fazer muitas comidas também com a castanha”, disse.
No calendário festivo do município contempla também as festas tradicional do Coco D’água de Iguaíba, o Fest Flora, do Vassoural, e eventos anuais de incentivo ao consumo da juçara e preservação das palmeiras.

1 comentário:

  1. Cleyton, você poderia fazer uma matéria sobre o Festival do Cocô D'agua em Iguaíba?
    E explicar por que a tradição de tantos anos está sendo esquecida?

    ResponderEliminar