terça-feira, 5 de agosto de 2014

PAROU TUDO! Leonardo é um imoral, covarde, mentiroso e um derrotado diz Alderico Campos



Alderico Campos relatou que já tinha feito denúncias sobre aluguel de prédios que foram simplesmente engavetadas, mas que o Ministério Público está fazendo o seu trabalho, evitando que o governo de Josemar Sobreiro prejudique mais ainda o povo.

Prisão de secretárias

"A promotora, Dr.Gabriela pediu a prisão da secretária de educação, da secretária de saúde, e da presidente da CPL, isso foi investigado só 2 contratos de aluguel, 1 da sede da secretaria de educação, e outro do Caps". Alderico

Governo ditador

Alderico denuncia que os funcionários da prefeitura estão sendo pressionados, tendo como castigo a perda do seu emprego, caso se recuse a dar votos para o candidato do prefeito Josemar e de Marconi Lopes.

"A funcionária relata que os funcionários estão sendo chamados, pra dizer assim, tu é funcionário daqui. Se você não apoiar o Glaubert e os candidatos do prefeito, você vai ser exonerado. E essa funcionária como se negou, taqui a exoneração dela. De 31 de Julho". Campos

Leonardo Bruno não sabe perder

Campos afirma que a única maneira de Leonardo Bruno ganhar é triar os 8 vereadores porque perdeu o controle e o respeito. Deseja colocar os suplentes para que os mesmos o elejam. Afirmou que o atual presidente da Câmara vai responder na justiça pelas "mentiras" que ele contou sobre a eleição. 

"Ele mentiu quando disse que André não sabia, usou de um artifício fraudulento pra querer suspender a eleição da Câmara,  alegando que o vereador André Costa não sabia, ele próprio foi no cartório e negou tudo, André não só sabia, como participou de toda a articulação".

Alderico falou que ninguém nunca pediu para antecipar eleição nenhuma, e que um bom presidente tem de saber agregar os vereadores. "V.Exa, não contempla as condições de presidir essa casa. Foi tudo uma armação, atitude ridícula. Não vou descansar enquanto a justiça não for feita. Nenhuma votação vai acontecer até que essa situação seja resolvida". 

Sem comentários:

Enviar um comentário