terça-feira, 5 de agosto de 2014

A CIDADE DO HALLOWEEN Por Sebastião Cavalcante - Sobre vassouraço de Josemar Sobreiro e seu grupo


Hoje quero dividir poucas palavras para avaliar 2 anos de mudanças. Parece comédia, mas nas eleições de 2012, como de costume ouvimos muitas promessas, umas de competência, outras de continuidade, houve também de revolta e algumas de uma mágica e repentina mudança; gostaria de me reportar à escolha de mais de 23.000 pessoas que apostaram em uma promessa de: 

- Erradicação do Nepotismo; 

- Valorização e aproveitamento dos munícipes conforme suas competências;

- Ética e transparência;

- Combate a corrupção;

-Uma varredura geral patrocinada por uma nova maneira de administrar... No entanto, acho que ouve uma desvalorização maquiada com a mão de obra municipal. Secretarias? Para esses cargos só tem competência mulheres de vereadores, ex- vereadores, amigos ou mesmo indicações do alto escalão. Concursos públicos? Pra que? É bem mais fácil conseguir votos esmolando empregos, este talvez se transforma no mais novo programa social totalmente municipal o “BOLSA EMPREGO”.

Realmente mudamos muito, mudamos o nosso pensamento em se tratando de confiança, pois várias denuncias afloram e escândalos se sucedem a todo instante sem que algo de palpável ou mesmo ético e transparente aconteça, são denuncias que variam de: Falsificação de documentos; Contratos sem licitações, ou mesmo de licitações duvidosas; Fraudes em programas Sociais de Habitação e por aí vai... 

Essa é só uma pequena amostra do retrato da mudança, primeiro de uma mudança a princípios ideologicamente necessária (varrer a sujeira) e fisicamente possível, já que não foi só no Executivo, pois o Legislativo também ouve uma renovação de quase 70% .

A meu grosso modo, apesar de não ser um “expert” no assunto não se deve varrer aleatoriamente, pois corre-se o risco de varrer o próprio pé, alem disso, existe uma vassoura para cada tipo de piso, o piso bruto é totalmente diferente do porcelanato ou do piso de madeira, portanto, quem usa a vassoura só para promoção sem conhecimento sobre a mesma, ou é empresário ou político, no entanto, o poder de fazer desaparecer 23.000 votos do dia pra noite pode até ser caso de bruxaria. 

E AGORA 22? O QUE ME DIZ? O QUE FAZER COM A VASSOURA?
VAI VARRER OU VAI VOAR? ..

Sem comentários:

Enviar um comentário