quinta-feira, 17 de julho de 2014

PAÇO DO LUMIAR: Obra milionária da avenida 01 do conjunto Maiobão continua inacabada.

Via Rilton Silva 


Em Paço do Lumiar, moradores da avenida 01 do conjunto Maiobão estão indignados com a demora da conclusão das obras na localidade, pra complicar o drama o asfalto que foi colocado em uma parte da avenida já começa apresentar problemas. A empresa responsável pela execução da obra é a ETOP Construção e Pavimentação Ltda, e custou aos cofres públicos R$ 2.062. 629,53 (dois milhões, sessenta e dois mil, seiscentos e vinte nove reais e cinquenta e três centavos).
Moradores pedem socorro.

A obra milionária inacabada, causa problemas para motoristas e pedestres. Além dos buracos, a lama dificulta o tráfego na área. Nossa equipe percorreu alguns trechos da avenida e constatou que a obra está a vários meses paradas.
O retrato de uma administração sem rumo.

“Há dias não vejo ninguém trabalhando nessa obra. O problema já se arrasta há vários meses e cada dia fica pior. Convivemos aqui com lama e muita poeira é um absurdo, pois pagamos nossos impostos e todo dia é a mesma situação”, reclama a moradora que não quis se identificar. 

Asfalto de péssima qualidade


Asfalto colocado na avenida é de péssima qualidade e não tem fiscalização da Prefeitura

O asfalto colocado há poucos meses já está se deteriorando. Na verdade, o que foi feito, foi um asfalto de péssima qualidade, que não atende os padrões exigidos pelas próprias leis do Município”, disse um morador revoltado com a situação.


“Qualquer leigo percebe que o serviço é de péssima qualidade”, diz um proprietário de um estabelecimento comercial e continua. “O que revolta os moradores, é que para construir a sua casa própria as leis exigem todo um parâmetro legal que deve ser obedecido, e porque os órgãos competentes do município, que deveriam fiscalizar, não estão fiscalizando?”.

Moradores procuraram nossa reportagem para denunciar a má qualidade dos asfalto colocado há pouco tempo na avenida.
Um recente morador, que comprou uma casa no local, disse a nossa reportagem, que se os órgãos competentes não tomarem providências em notificar a empresa e os engenheiros responsáveis pela aprovação da obra, em menos de um ano não terá avenida asfaltada, mesmo porque o que parece, é que na avenida 01, não foi colocado asfalto, e sim apenas passada lama asfáltica sobre uma camada de pedras, e caberá ao município no ano que vem ter de refazer todo o asfalto novamente.

Para os moradores, tem que haver uma fiscalização mais rigorosa por parte da gestão municipal, pois foi quem autorizou a obra de péssima qualidade. Alguns já levaram a problemática ao conhecimento do Ministério Público. 

O curioso do contrato assinado com a empresa ETOP Construção e Pavimentação Ltda, é que venceu no dia 1 de abril, pois a vigência do contrato era de 180 (cento e oitenta) dias. O senhor José Tadeu Cunha Pinto, responsável pela empresa contratada, assinou o contrato no dia 01 de novembro de 2013. 

Veja a resenha do contrato.


Sem comentários:

Enviar um comentário