sexta-feira, 13 de junho de 2014

Prefeitura de São Luís abre temporada junina com cortejo a Santo Antônio nesta sexta

abertura-sc3a2o-joc3a2o-12
No mês de junho, o primeiro dos santos a receber homenagens com festas pelos nordestinos é o Santo Antônio. A data abre o calendário religioso do ciclo junino, que se tornou tradição cultural no Brasil. Em São Luís, a data foi escolhida pela Prefeitura para dar início à programação da temporada junina deste ano que vai até o dia 29, dia de São Pedro, o último a receber homenagens no Nordeste.

A programação começa às 18h, em frente à Igreja de Santo Antônio (Centro), com o tradicional benzimento, carregamento e levantamento do mastro de São João, acompanhado de caixeiras do Divino Espírito Santo até a Praça Maria Aragão. O mastro, com três bandeirinhas simbolizando os santos (Antônio, Pedro e João), ficará erguido na praça até o encerramento das festas.

Com o tema “São João de São Luís. o Arraial do Brasil é aqui”, a expectativa da Prefeitura é atrair mais 100 mil pessoas para a Praça Maria Aragão, que, durante os dezessete dias de festa, passará a ser chamada de “Terreiro da Maria”. Além da tradicional decoração de bandeirinhas juninas, quinze totens com iconografias de personagens da cultura popular serão espalhados na praça e servirão como suporte fotográfico. A poesia ganhará a voz de cordelistas itinerantes. Pai Francisco e Mãe Catirina, personagens do auto do boi, vão interagir com os visitantes do Arraial.

O ritmo de montagem das barracas tem se acelerado. Ao todo, 20 barracas vão oferecer serviços e atividades que integram a programação do Arraial, com a venda de bebidas e comidas típicas e cardápio variado. Aos apreciadores do forró mais tradicional, será montado o Barracão do Forró, com apresentação de bandas de forró pé-de-serra. Dois espaços institucionais e um espaço destinado ao turista completam a estrutura na Praça Maria Aragão.

Na sexta-feira, noite de abertura, as atrações sobem ao palco a partir das 20h, com apresentação do Boizinho Barrica, show de Smith Júnior, Boi da Maioba, Cacuriá de Dona Teté, Boi da Floresta e Boi de Axixá.

Bailes e cultura popular – Uma grande estrutura de palco, som e luz será montada para a apresentação de 209 atrações culturais, entre bumba-meu-boi, tambor de crioula, danças populares, grupos alternativos, grupos de forró pé-de-serra e shows. Este ano, a programação contará com uma novidade: os bailes populares, com a noite do brega (dia 23) e a noite do forró (dia 26).

“Entendemos que as festas juninas representam um momento de celebração da alegria do povo. Além de trazermos as tradições populares e fazer o resgate de brincadeiras e atividades que fazem parte da cultura do ciclo junino, queremos também trazer a população para se divertir com os estilos musicais que atraem o grande público, não apenas vendo as apresentações, como também participando da festa, dançando”, disse o presidente da Func, Francisco Gonçalves.

Para o dia 23 (baile do brega), estão confirmados os shows de Selma Marques, Valfredo Jair e Eugênia Miranda. Três bandas de forró animarão a noite do dia 26 (baile do forró). A programação com as brincadeiras juninas não serão alteradas nestas duas noites.


Artesanato e rodas de conversa – Além das atrações artísticas, o auditório da Praça Maria Aragão receberá os principais mestres da cultura popular, pesquisadores e folcloristas durante rodas de conversa, além da exibição de documentários.

Haverá também um espaço para comercialização de produtos artesanais, como bordados, cerâmicas, artesanato em fibras que representam ícones da cultura popular, contemplando cerca de 40 artesãos por dia. “Na Barraca do Artesanato, os visitantes poderão participar do museu vivo, que é uma conversa com o próprio artesão mostrando como é o processo de feitura dos produtos artesanais. Outro momento importante da programação são as rodas de conversa, que vão reunir nossos mestres para falar sobre aspectos da cultura popular por quem faz e mantém as brincadeiras”, finalizou Camila.

Festa nos bairros – Com programação diversificada, além do Arraial da Praça Maria Aragão, a Prefeitura contemplará diversos bairros e microrregiões da Ilha, atendendo a política de descentralização dos eventos culturais, totalizando 33 bairros que receberão o apoio da Func com envio de atrações culturais, correspondentes às seguintes categorias: bumba-meu-boi, tambor de crioula, danças populares, grupos alternativos, grupos de forró pé de serra, shows, apresentações teatrais. A programação contempla também atividades e apresentações para todas as faixas de idade, de grupos mirins a atrações mais tradicionais.

Casa da Criança – A Sky, patrocinadora do Arraial da Praça Maria Aragão, terá um espaço temático montado na praça, voltado para atividades direcionadas para toda família, com divulgação da cultura, história e tradição do povo maranhense e promoção de diversas atividades lúdicas, distribuição de brindes, degustação de produtos e registros online compartilhados pelo site da empresa e nas redes sociais.

Sem comentários:

Enviar um comentário