quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

Maré alta arrasta dezenas de carros em uma praia do Maranhão [São José de Ribamar]


As imagens gravadas com celulares mostram o desespero das pessoas para evitar que os carros fossem levados pela maré, que subiu rápido e pegou todo mundo de surpresa.

As oficinas de carro em São Luís tiveram um movimento extra nesta quinta-feira (2). Tudo por causa da maré que pegou de surpresa os motoristas que estacionaram em uma praia da Região Metropolitana da cidade.
Nesta quinta-feira havia carros cheios de lama em postos, pra consertar nas oficinas. O táxi do seu José estava encharcado por dentro, no motor. E havia areia de praia por todo lado.
"Quando a maré vinha, pegava os carros e jogava contra os outros carros. E isso acabava danificando a lataria do carro. Aconteceu isso. Entrou água no carro e eu estou tentando pelo menos recuperar esse veículo", afirma José Nuno Moraes, taxista.
As imagens gravadas com celulares mostram o desespero das pessoas para evitar que os carros fossem levados pela maré, que subiu rápido e pegou todo mundo de surpresa em uma praia de São José do Ribamar, Região Metropolitana de São Luis.
À noite, quando a maré começou a baixar, havia cerca de 100 veículos amontoados. Enterrados na areia e cheios de água.
Apesar do susto desta quarta-feira, nesta quinta a praia estava de novo lotada de veículos estacionados na areia. A diferença é que agora as pessoas estão muito mais atentas à movimentação da maré.
O Maranhão tem a maior variação de maré do Brasil e um das maiores do mundo. Pode subir até oito metros em seis horas. E quem não conhece a praia, sempre acha que dá tempo de retirar os veículos.
“A gente tem que ficar sempre de olho na maré. Quando a maré começar a vir, a gente tem que sair correndo”, diz Samio Jorge, auxiliar administrativo.
A prefeitura de São José de Ribamar anunciou que vai proibir veículos na areia das praias.

Sem comentários:

Enviar um comentário