sábado, 4 de maio de 2013

VER.MARCELO PORTELA - LIMITES ENTRE PAÇO DO LUMIAR, RAPOSA E SÃO JOSÉ DE RIBAMAR

Por Ubiratan Cunha

Na manhã deste sábado (04) o vereador Marcelo Portela (PHS) e o amigo Ivan Alves, conhecedor nato dos limites entre Paço do Lumiar, Raposa e São José de Ribamar, estiveram conversando a respeito dessa problemática vigente entre os municípios.

Na imagem, conheça o limite entre Paço do Lumiar e Raposa que fica localizada no Cumbique. A 300 metros deste ponto localiza-se a nascente do rio do Cumbique.




"A ADMINISTRAÇÃO EM SI, É UMA CASA COM VÁRIOS COMPARTIMENTOS" diz NETO - DA COORDENAÇÃO CULTURAL DE PAÇO DO LUMIAR


Algumas analogias feitas por alguns cidadãos, chegam a doer nos ouvidos. Antes de criticar, os amigos poderiam pelo menos embasar seus comentários, pra que depois, dada a resposta, os companheiros não fiquem chateados. 

"A cozinha já está arrumada"?. "A sala de star que de fato são o cartão postal de uma cidade". Acho que o amigo estava se referindo a SALA DE ESTAR. 

Esclarecendo que, o 'espirito de justiça' a qual o amigo se refere, é um clamor da população, que está cada vez mais, interessando-se por informações, e este é o meu papel, enquanto comunicador. Grato!

Neto - Faço parte da Gestão atual, e assim como vocês amigos do face, também reconheço no momento a situação irregular das estradas da Nossa Cidade. Todo o Grupo quando entrou na luta sabia das dificuldades principalmente o Prefeito Josemar, a Administração em si é uma casa com vários compartimentos. A cozinha, já está arrumada. Copa, banheiros, e varanda está caminhando por enquanto devagar sim, mas, está caminhando.Outras áreas ainda falta, sabemos. Principalmente a faixada da casa, terraço e sala de star que de fato são o cartão postal de uma cidade que almeja ser um Paço para o futuro. Quero dizer que não nasci em Paço do Lumiar, mais já moro há 16 anos na Vila São José, eu tô na gestão e acredito sim na mudança mais de já respeito todos os comentários de vocês. Gostei muito do comentário, em particular do nosso amigo Blogueiro que já acompanho o seu trabalho antes de mim estar na Gestão atual. Só fico um pouquinho triste porque só agora eu vejo esse espirito de justiça em Reivindicar as necessidades de sua cidade, porque que antes não? já que o nível da calamidade era muito pior. Mais tudo bem! como diz o ditado popular: MAIS TARDE DO QUE NUNCA. Obrigado e um ótimo final de semana a todos. (via Facebook)

#AMOR PRÓPRIO! Clayton Collins via Facebook

Você foi criado por Deus, já é especial, por esse motivo. Mas, as vezes, não lembramos desse detalhe...


sexta-feira, 3 de maio de 2013

ALCANCE O TOPO. NÃO OUÇA NEGATIVOS (OS SAPOS E A TORRE) Se ligou Nessa com CLAYTON COLLINS

Se um sapo pode escalar uma torre, porque você também não pode vencer na vida? Veja essa história simples que serve de lição de vida para que possamos alcançar nossos objetivos. Os sapinhos e a torre!

Supremo oficializa absolvição de 12 no processo do mensalão


 

Ministério Público não recorreu, e processos foram dados como encerrados.
Agora, esses réus passam a ser considerados absolvidos das acusações.

Mariana Oliveira e Nathalia PassarinhoDo G1, em Brasília
595 comentários
Supremo Tribunal Federal (STF) confirmou nesta sexta-feira (3) a absolvição de 12 acusados durante o julgamento do processo do mensalão no segundo semestre do ano passado.
No andamento do processo no site do Supremo, consta que, como o Ministério Público não recorreu dentro do prazo, que terminou na quinta (2), houve "trânsito em julgado" da ação para os 12. Isso quer dizer que não cabem mais recursos do Ministério Público e todos estão oficialmente absolvidos. A partir de agora, o processo terminou para esses réus.
Na semana passada, o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, havia afirmado que, embora não concordasse com as absolvições, não recorreria. Na interpretação dele, os embargos de declaração (tipo de recurso que o MP poderia usar na atual etapa do processo) não serviriam para modificar a decisão tomada pelo tribunal.
Com o trânsito em julgado, estão absolvidos os seguintes réus:
- o ex-ministro dos Transportes Anderson Adauto;
- a ex-funcionária de Marcos Valério Geiza Dias;
- a ex-assessora parlamentar Anita Leocádia;
- o ex-assessor do PL Antônio Lamas;
- a ex-vice-presidente do Banco Rural Ayanna Tenório;
- o publicitário Duda Mendonça e a sócia dele, Zilmar Fernandes;
- o ex-chefe de gabinete do Ministério dos Transportes José Luiz Alves;
- o ex-ministro da Secretaria de ComunicaçãoLuiz Gushiken;
- e os ex-deputados Paulo Rocha (PT-PA),Professor Luizinho (PT-SP) e João Magno (PT-MG) .
Além de o MP não ter recorrido das absolvições, nenhum dos 12 absolvidos questionou o acórdão, documento que resumiu as decisões tomadas pelo STF.
Dentre os condenados, todos os 25 recorreram para pedir penas menores, solicitar republicação do acórdão e a mudança de relator. Os defensores de parte desses réus argumentam que, como Joaquim Barbosa assumiu a presidência do Supremo Tribunal Federal (STF), deve deixar a relatoria. O ministro Ricardo Lewandowski disse na noite desta quinta que a decisão sobre uma eventual mudança de relator deverá ser tomada pelo plenário.
Após 53 sessões em quatro meses e meio, o STF concluiu no dia 17 de dezembro de 2012 o julgamento do processo.
O tribunal concluiu que existiu um esquema de compra de votos no Congresso durante os primeiros anos do governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Os ministros do STF viram desvio de dinheiro público, de contratos da Câmara dos Deputados e do Banco do Brasil, para abastecer o esquema criminoso.
Duda Mendonça
A confirmação das absolvições deve levar ao desbloqueio de bens do publicitário Duda Mendonça e de Zilmar Fernandes.
Eles pediram em janeiro a liberação dos recursos, mas o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, pediu para que se aguardasse o trânsito em julgado, e o Supremoconcordou. A defesa deve enviar agora um novo pedido de desbloqueio.
O sequestro dos bens de Duda e Zilmar foi decretado em 2006 pelo relator da ação penal, ministro Joaquim Barbosa. À época, o atual presidente do STF atendeu a um pedido do Ministério Público Federal (MPF), que queria assegurar o pagamento de uma suposta dívida de R$ 30 milhões em impostos.

Vereadores de cidades brasileiras compram e copiam projetos de lei


Um pacote de dez projetos custa R$250. O estado campeão de vendas é São Paulo.

Fabiano OliveiraUmuarama, PR
Comente agora
Tem ex-político vendendo projetos de lei para políticos que estão no poder. Projetos de lei aprovados de várias cidades podem ter sido copiados na íntegra ou até mesmo comprados - pela internet. Segundo o dono da empresa, o projeto não é ilegal.
Uma página na internet , montada por um ex-vereador, tem mais de mil  projetos de lei. Eles tratam de saúde, educação segurança e até da criação do dia do torcedor corintiano. Tudo em promoção. Um pacote de dez projetos, por exemplo, custa R$250.
“Eu ja fiz um preço acessível porque no Brasil são mais de cinco mil cidades e mais de 50 mil vereadores”, conta o dono do site, José Gilberto de Souza.
Se o vereador adquirir 100 ideias paga R$1.500, R$15 por projeto. Gilberto não revela o nome dos clientes, mas diz que fornece pacotes para todos os estados e que o campeão de vendas é São Paulo. 
"A demanda é maior no primeiro ano de mandato e no ano eleitoral", conta. Gilberto garante que o negócio não é ilegal. Mas faz uma ressalva. “ Ele não pode comprar projeto com dinheiro público”. 
Em Umuarama, no noroeste do Paraná, até onde se sabe, vereador nenhum compra projeto, mas tem quem que copie projetos aprovados em outras cidades. A prática ficou tão comum, que alguns são copiados de forma idêntica ao original.
Para a próxima sessão da Câmara, está prevista a votação do projeto que proíbe o uso de  capacetes em estabelecimentos comerciais. O texto é igual ao que foi aprovado pela Assembleia Legislativa de São Paulo, em março deste ano.
“Não podemos deixar de apreciar alguns projetos interessantes”, afirma o presidente da Câmara de Umuarama do Paraná, Marcelo Nelly.
Pelo menos sete projetos apresentados ou aprovados nos últimos anos são cópias idênticas de projetos apresentados em outras cidades.
Para o cientista político Rafael Egídio Leal e Silva está errado o vereador que compra ou a cópia um projeto. "Ele deve estar atento aos problemas da população, aos anseios da população e elaborar projetos que tenham relação com esses anseios e não apenas comprar ou sair copiando projetos de outras localidades. Cabe agora à população julgar e ver qual o veredito que ela vai dar nas urnas”, finaliza.

#TAPA BURACOS EM PAÇO DO LUMIAR/ Clayton Collins via Facebook/ VER.SILVIA INÁCIO-INDICAÇÃO PARA REVITALIZAÇÃO DA RUA 136


A vereadora do PRP solicitou ao Poder Executivo a revitalização da rua 136, que fica de canto com a rua 57, a mesma do Fórum Eleitoral.


Logo acima, os moradores fizeram uma 'operação' tapa-buracos por conta própria, que chegou a ser publicada via Facebook com bastante repercussão. Reveja:


Ao chegar em casa, me deparei com essa situação, meus vizinhos, fazendo essa mini operação tapa-buracos na Rua-57, a mesma do Fórum Eleitoral. 

"Se não fizermos isso, fica pior. Tá só buraco, eu não tô mentindo". Disse o comerciante conhecido como Loiro. Quem estava executando a 'obra' era o senhor conhecido popularmente como 'seu vizinho'.

O povo, está aguardando passarem as chuvas para o prefeito, assim como o mesmo relatou 'trabalhar de fato'.

JOSEMAR SOBREIRO - "Vamos aguardar esse período chuvoso e dependemos agora do processo licitatório. Assim que for finalizado, iniciamos o trabalho de fato"


VEJA COMENTÁRIOS NO FACEBOOK

VER.WELLINGTON SOUSA/ VACINAÇÃO CONTRA A GRIPE EM PAÇO DO LUMIAR # Clayton Collins - Facebook #


O 1° secretário da Câmara Municipal, comentou matéria sobre Vacinação, em Paço do Lumiar.



Reclamação da população com relação a vacinação, também foi destaque, reveja: 


Durante a manhã de hoje (24) várias mães reclamaram do atendimento na Unidade Básica de Saúde do Maiobão. Uma delas, a senhora Rafa Matheus relatou ao blog que:

 "Fui vacinar minha filha agora pouco mas não pude por que agora é com senha, só tinha 15 senhas, onde já se viu isso até pra toma vacina tem que ter senha. Um monte de crianças pra tomar vacina da gripe. Não pode tem que madrugar pra pegar senha pra tomar a vacina? hoje tinha um monte de gente voltando com seus filhos por que não podia mais vacinar, e a campanha termina sexta".

Me dirige então, até o local, exatamente na AV.13 do Maiobão, e fui atendido pela enfermeira Mauriane, que faz parte da equipe de atendimento da tarde, apenas.

Com relação ao prazo de vacinação a mesma relatou:

"Mas a campanha é até sexta-feira, 26 de Abril Não sei se vai prorrogar ou não. Começou dia 15. é porque as pessoas falam sem se informar". Comentou a profissional de saúde.

Ai eu já não concordo plenamente. Existe a possibilidade de uma comunicação não eficaz o bastante, para que a população entenda como funciona a vacinação no nosso município. Não me refiro a esta especificamente, mas isso acontece com frequência até a nível nacional, não necessariamente em municípios.

A respeito da precariedade no atendimento, e sobre as 15 senhas apenas, Mauriane, disse que só respondia pela tarde, mas que estava tudo ocorrendo pacificamente.

"Pela tarde você pode ver que aqui tem muito mais do que 15 pessoas (mais de 47), sem contar que a gente iniciou 1 hora. Agora eu não posso lhe falar pela manhã, porque eu sou da tarde. Não sei como está o trabalho pela manhã".

No ambiente, o que eu posso relatar é um tremendo desconforto devido o  calor, potencializado pelo ambiente pequeno, que com a quantidade de pessoas ficou ainda mais intenso. 

Se para um adulto a situação é difícil  imagina para crianças de colo, passarem por esta situação. "Isso aqui está uma bagunça" relatou o senhor David Cavalcante, que estava acompanhado de sua esposa, ainda gestante.

Em nota, a prefeitura de Paço do Lumiar se pronunciou a respeito

A Secretaria Municipal de Saúde por meio da Coordenação de Comunicação informa que, todas as pessoas (crianças, adultos e idosos) alvos da campanha de vacinação contra a Gripe, estão sendo atendidos normalmente durante todo o horário de funcionamento das Unidades Básicas de Saúde e Postos de Saúde. 

Paço do Lumiar é o único município da região metropolitana que está com 60% de cobertura vacinal.

Mais sobre vacinação em Paço do Lumiar

Paço do Lumiar imuniza 80% da população contra a Influenza e supera meta do MS

Faltando poucos dias para o fim da Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe (Influenza H1N1), o município de Paço do Lumiar atingiu 80% de adesão da população alvo, em comparação aos demais municípios da região metropolitana, e ainda, 90% de imunização em idosos, superando a meta do Ministério da Saúde (MS).

A Secretária Municipal de Saúde comemora os resultados, pois realizou uma grande mobilização para garantir a vacinação da população luminense atingida pela campanha. Para os idosos e pessoas com dificuldades de locomoção,  foi realizada imunização em suas próprias residências.

" Todo a equipe de coordenadores e enfermeiros da Semus vem trabalhando desde o início da campanha de vacinação e no Dia D, para atender a demanda do município, em nossos postos e unidades básicas de saúde. Vale ressaltar que, atingimos a meta do MS, que era de 60%, sendo uma grande conquista para a nossa secretaria e para a população que atendeu ao nosso chamado para a imunização", contou a secretária de Saúde, Nadi Morais.

Em Paço do Lumiar, a campanha de vacinação encerra no dia 10 de maio nas Unidades Básicas de Saúde do Município. Devem se vacinar, idosos com mais de 60 anos, crianças de seis meses a dois anos, indígenas, gestantes, mulheres no período de até 45 dias após o parto (em puerpério), pessoas privadas de liberdade, profissionais de saúde, além das pessoas que têm doenças crônicas do pulmão, coração, fígado, rim, diabetes, imunossupressão e transplantados.

PREVENÇÃO-  O Ministério da Saúde ainda recomenda a adoção de medidas de higiene pessoal para evitar a contaminação por influenza. É importante higienizar as mãos com água e sabão, com frequência, principalmente depois de tossir ou espirrar; após usar o banheiro; antes de comer; antes de tocar os olhos, boca e nariz.
Também é recomendável que as pessoas evitem tocar os olhos, nariz ou boca após contato com superfícies; usar lenço de papel descartável e proteger a boca e o nariz ao tossir ou espirrar. O MS aconselha ao doente não sair de casa enquanto estiver em período de transmissão da doença (até sete dias após o início dos sintomas), para diminuir a chance de disseminação e evitar aglomerações e ambientes fechados.

VER.JORGE MARU - BATE BOLA ENTRE PODER EXECUTIVO E LEGISLATIVO (22a SESSÃO/ 03 Maio 13 - Sexta-feira)



O parlamentar propõe uma conexão maior entre os poderes, pra que os anseios da população sejam alcançados com mais eficácia. O líder de governo vereador Campelo, disse que vai propor ao chefe do Executivo essa conversa, com mais frequência.

quinta-feira, 2 de maio de 2013

#LOTERIAS CAIXA - DESRESPEITA O POVO!


É no mínimo uma falta de respeito com as mães e pais de família que com todas as suas atribuições do dia, ainda tem de passar mais de 2 horas na fila, pra pagar suas contas. Isso porque, a Caixa, só pode disponibilizar 2 funcionários, sendo um, para o atendimento especial. 

Mas o que mais me deixa triste, é que o povo acha que isso não tem jeito, e fala "É assim mesmo". Ficar em fila, não só em Paço do Lumiar, mas em todo Brasil, já faz parte da vida da população.

Não podemos nos deixar levar, por esses descasos. Temos de mostrar sempre que temos valor, e falar mesmo, reivindicar nossos direitos. De sermos vistos como cidadãos de respeito, e que acima de tudo, precisa continuar sua vida, pois muitos filhos e outros, ainda dependem desses pais de família, que por diversas vezes, são menosprezados.

Clayton Collins via http://www.facebook.com/clayton.collins.777

VER.MARINHO DIZ QUE SÃO JOSÉ DE RIBAMAR TOMOU A ÁREA ONDE VAI SER CONSTRUÍDO O SHOPPING EM 'PAÇO DO LUMIAR'/ WELLINGTON SOUSA (20a SESSÃO/ 26 Abril 13 - Sexta-feira)



O vereador do PP fala sobre a área que está sendo construído o shopping que está causando uma grande polêmica entre os dois municípios. "Aquela área tá ni justiça na verdade né? Wellington? ainda né? "

Wellington Sousa explica "Na verdade, os limites de Paço do Lumiar, Ribamar e Raposa, eles estão sub judice né?". 


Definições para "Sub judice"

Sub judice -  Sob o juízo. Caso sob julgamento. Diz-se da causa sobre a qual o juiz ainda não se pronunciou.

Caso sub judice -  Matéria que está pendente de julgamento. Matéria controvertida que foi submetida à apreciação da autoridade judiciária. Vide sub judice.

VER.ITAPARANDI - IMPRENSA DE PAÇO DO LUMIAR (20a SESSÃO/ 26 Abril 13 - Sexta-feira)



O vice-presidente da Câmara, vereador Itaparandi, relata a importância da imprensa luminense, no tocante as divulgações dos assuntos de intresse da população.

CPI da Agiotagem já tem onze assinaturas


por 

cutrimO deputado Raimundo Cutrim (PSD) já conseguiu onze assinaturas para a criação da CPI da Agiotagem. Além das seis do início da semana, outros cinco deputas subscreveram hoje (2) o documento – Gardênia Castelo (PSDB), Rubens Júnior (PCdoB), Raimundo Louro (PR), Manoel Ribeiro (PTB) e Antonio Pereira (DEM).
É necessário o apoio de 14 parlamentares à proposta para que ela seja aprovada.
O deputado Marcelo Tavares (PSB), que disse ao titular do blog no início da semana que assinaria o pedido de CPI, recuou, e agora afirma que só assina se a oposição tiver a presidência ou a relatoria da comissão.
Cutrim chegou a dizer que sede a vaga dele para os oposicionistas, mas Roberto Costa (PMDB) ponderou que essa não é uma decisão do depuatdo, e sim dos blocos, em acordo.
Após a sessão plenária desta quinta-feira, o presidente da Assembleia, deputado Arnaldo Melo (PMDB), convocou uma reunião de líderes, que ocorria até por volta do meio dia no gabinete da Presidência da Casa.

quarta-feira, 1 de maio de 2013

QUAL O CAMINHO da GERAÇÃO Y? Se Ligou Nessa com CLAYTON COLLINS (motivação)

Informe-se o máximo sobre sua área de atuação futura, e estude tudo o que puder, para ser o melhor que conseguir. Assim você não será só mais um na multidão. Confira!

VER.MARINHO - APOSENTADORIA DE BIA AROSO "ELA É TÃO CARA DE PAU" diz VEREADOR (21a SESSÃO/ 30 Abril 13 - Terça-feira)




Marinho - Vem cá a aposentadoria dela é como vereadora, como esposa do Amadeu, ou como aquele outro sistema?


Mas eu acho um absurdo, ela é tão cara de pau de ir lá, será possível que ela ainda não conseguiu realizar o sonho dela dentro do município de tirar o que ela tirou?

Gugu é executado na Fé em Deus

terça-feira, 30 de abril de 2013

PARABÉNS A PROFESSORA E SEC. DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL, IVONE SOBREIRO que fala sobre a ACADEMIA DE LETRAS DE PAÇO DO LUMIAR



A professora Ivone Sobreiro, Presidenta da ALPL - Academia de Letras de Paço do Lumiar e Secretária de Desenvolvimento Social do município relatou em entrevista ao blogueiro Neto Cruz, adaptada pelo Paço em Foco, sua grande inspiração literária - Seu pai, que passou por dificuldades na vida, no envolvimento com o álcool, mas que deixou em sua memória, inesquecíveis lembranças.

O pai da professora foi revisor do Poeta Bandeira Tribuzi, o que lhe proporcionou uma bela formação intelectual. Sua mãe faleceu quando ela ainda tinha 8 meses de vida apenas . Na entrevista ela conta ainda o empenho do fundador da Academia, professor Ferreira da Silva, em tornar esse sonho literário realidade. Confira na íntegra os desafios da instituição, e um pouco sobre a vida da professora Ivone Sobreiro. 

ENTREVISTA 

Como surgiu esse movimento literário?

Ivone Sobreiro: A Academia de Letras de Paço do Lumiar surgiu inicialmente pela ideia do Professor Ferreira da Silva. Inicialmente, o Professor Ferreira convidou moradores ligados de certa maneira às Letras, ao Teatro, à Música, ao Artesanato, à Fotografia, e propôs a Fundação do Movimento Literário Luminense. Nós nos reuníamos e discutíamos assuntos relacionados à aculturação. 

A leitura ainda é uma barreira para o desenvolvimento das pessoas e da nação? 

Ivone Sobreiro: O Brasil não se faz um país de leitores. Como se pode ver o índice de analfabetismo é muito grande, principalmente no Maranhão e também no nosso município - Paço do Lumiar. Observa-se que número de leitores é bem pequeno. As pessoas tem dificuldade em síntese, interpretação e a dificuldade de fazer discurso em público. Isso é um reflexo da falta de leitura. Então não só pensando na possibilidade de se contribuir na formação de leitores e no estímulo da leitura surgiu o movimento literário. 

No início dos trabalhos vocês obtiveram resposta imediata da população?

Ivone Sobreiro: Houve um trabalho de conscientização nas escolas. Porém, tudo o que se quer se fazer de boa intenção e de bom propósito algumas pessoas desconfiam. Então pra gente era como se tivesse remando contra a maré. Reunimos intelectuais e trocamos algumas ideias e tínhamos grandes planos de elaboração para incentivar a leitura e o gosto literário. Não obtivemos feedback ( retorno, resposta, retroalimentação ). Então o projeto sendo ousado, nós acumulamos algumas obras e eu mesmo comecei a fazer uma cartilha para a cidadania. 

Como era a avaliação do público infantil?

Ivone Sobreiro: Percebendo que as crianças já estavam querendo algo mais do que “Bia comia o Bolo”, começamos a escrever alguns textos, onde a criança era quem escolhia o assunto a ser lançado no livro. O material foi aplicado para as crianças da alfabetização. O que era mais interessante era que ao avaliar o trabalho eu perguntava à criança: - o que você gostou? E a criança respondia: - Gostei do texto tal, aquele que fala do preconceito, da corrupção. Então o meu público me avaliava.

A senhora tem carinho especial por alguma obra?

Ivone Sobreiro: Tem uma obra que me marca muito: A Chuva. Eu vivi os momentos alvos da literatura maranhense. Minha mãe faleceu eu tinha 8 meses e meu pai se tornou um homem ébrio e passou um tempo procurando refúgio na bebida – nessa época conheceu alguns poetas maranhenses e consequentemente eu também os conheci, como: Viriato Correia, Carlos Cunha, dentre outros... Meu pai era o revisor do Poeta Bandeira Tribuzi. Então aquilo de alguma forma serviu para a minha formação. 

Poucos puderam ter essa honra de conhecer o poeta Bandeira Tribuzi, existe um momento único a ser lembrado? 

Ivone Sobreiro: Eu me lembro muito bem um certo dia que o poeta chegou na porta da nossa casa localizada na rua Jacinto Maia – Centro de São Luís, e ele declamou o seguinte poema: / Louvação a São Luís Letra por Bandeira Tribuzzi Melodia por Bandeira Tribuzzi Ó minha cidade Deixa-me viver que eu quero aprender tua poesia sol e maresia lendas e mistérios luar das serestas e o azul de teus dias Quero ouvir à noite tambores do Congo gemendo e cantando dores e saudades A evocar martírios lágrimas, açoites que floriram claros sóis da liberdade Quero ler nas ruas fontes, cantarias torres e mirantes igrejas, sobrados nas lentas ladeiras que sobem angústias sonhos do futuro glórias do passado /

O que a senhora herdou intelectualmente do seu pai? 

Ivone Sobreiro: Meu pai era um excelente datilógrafo. Era um poliglota e não admitia erros gramaticais. Ninguém podia falar errado em casa. Essas coisas todas eu fui nutrindo. Roberto Ricci - ele pequeno tocava o cavaquinho nos pés - . Eu tenho a agradecer esses momentos alvos da Literatura Maranhense. 

E qual é a importância do Professor Ferreira da Silva na fundação da ALPL? 

Ivone Sobreiro: Ele foi crucial nessa fundação da Academia de Letras de Letras de Paço do Lumiar, que é o fruto do Movimento Literário Luminense – tudo iniciado por ele. E me escolheu para ser a Presidenta. Eu tentei dizer não, mas ele não deixou... Com muita luta conseguimos registrar a Academia.

Com a eleição do professor Josemar, podemos esperar mais apoio para a instituição?

Ivone Sobreiro: Acredito muito nesse empreendimento literário. Independentemente de ser a esposa do prefeito eleito, eu já tenho um trabalho com a comunidade. A Academia tem um propósito forte. De acordo com a pretensão do Professor Josemar, a Academia de Letras de Paço do Lumiar terá prédio próprio na sua gestão e assim poderá florir mais ainda a cultura Luminense..

segunda-feira, 29 de abril de 2013

VER.MARINHO FALA SOBRE 'GUERRA DECLARADA' ENTRE PAÇO DO LUMIAR E SÃO JOSÉ DE RIBAMAR, DEVIDO A CONSTRUÇÃO DE UM SHOPPING (20a SESSÃO/ 26 Abril 13 - Sexta-feira)



A 'guerra declarada' segundo alguns veículos de mídia pregam, entre São José de Ribamar e Paço do Lumiar, devido a construção de um shopping numa área que São José de Ribamar alega ser dele, é constantemente abordada na Câmara Municipal de Paço do Lumiar.

Com relação ao assunto o vereador Marinho disse:

Marinho - E eles não estão nem ai, se nós vamos ter impacto ou não. Tendeu? Agora ter que convidar, a ou b ou c,  tanto faz! AGORA QUANDO VOCÊ VAI PRAS RUA, BOTA UM BLOCO NA RUA, E DISPONIBILIZA ARMA, PRA GUERRIAR ENTÃO, QUER DIZER QUE A GUERRA ESTÁ DECLARADA.

Essa questão foi instigada principalmente pelo blogueiro Rilton Silva.

Veja:


Agora queremos chamar atenção dos nobres vereadores de Paço do Lumiar, e do chefe do executivo municipal, que foram excluídos do cerimonial do lançamento da  Canopus. É uma falta de respeito com a população de Paço do Lumiar e principalmente com as autoridades deste município, não podemos aceitar mais essa palhaçada por parte do município de São José de Ribamar que tenta tomar tudo que pertence a Paço do Lumiar. Agora nós queremos ver de que forma os nobres vereadores desta cidade iram se comportar e principalmente o chefe do executivo. Por que uma coisa é clara a direção Pátio Norte Shopping, já declarou guerra. Com informações do blog do Varão com adequações do blog do Rilton Silva.

Com relação ao convite que não foi feito para as autoridades de Paço do Lumiar, o vereador disse que isso não importava.

Marinho - A Câmara não tá preocupado, o Legislativo, o Executivo, com convite com nada.

Continuou falando sobre a questão da área:

Marinho - Então temos que buscar sim quem é dono daquela área. O vereador Miau ele tá ali com o mapa, um corte medonho que foi feito aqui, bem ali. Onde eles mudaram totalmente o rumo do município. Eles vão receber todos os impostos, vamos sofrer consequência de tudo isso que Wellington falou, porque vai cair tudo na nascente da gente, que passa atrás da casa do nosso vereador Itaparandi...daqui a pouco acaba com tudo pronto!

Campelo - Temos de votar essa comissão hoje, e essa comissão de fato, vá lutar pelos nossos direitos, porque Paço do Lumiar cada dias mais tá sendo prejudicado, as nossas famílias luminenses entendeu, estão sendo prejudicadas.

Veja a matéria veiculada no blog do Rilton Silva

Guerra declarada! Direção do novo shopping que será construido em Paço do Lumiar exclui autoridades do município do lançamento.



A construção do mais novo shopping center  da Grande São Luís, chega  criando   uma grande polêmica no processo metropolização.  O Pátio Norte Shopping, lançado essa semana, é o mais novo empreendimento da construtora Canopus. O empreendimento está sendo construído dentro de Paço do Lumiar nas proximidades do bairro do Maiobão.

Para justificar a viabilidade econômica do shopping, a empresa teve como base de consumo a população do Maiobão. Ou seja, toda receita de arrecadação de impostos do shopping e das empresas que giram no entorno do empreendimento vão para a prefeitura de São José de Ribamar, é uma palhaçada!



A outra  polêmica é que o cerimonial do lançamento da  Canopus só convidou o prefeito Gil Cutrim de São José de Ribamar, e esqueceu o professor Josemar Sobreiro,  prefeito de Paço do Lumiar. A saia justa do cerimonial deixou um tremendo mal estar entre a diretoria do novo shopping e a prefeitura de Paço do Lumiar.

A divisa complexa entre os dois municípios apresenta algumas esquisitices. Alem do Shopping do Maiobão, que já foi batizado carinhosamente pela população, tem o mix Mateus que fica no bairro, mas gera receita para Ribamar.

O Maiobão foi construído no inicio da década de 80. O bairro  foi construído pelo Governo João Castelo,  com 5 mil casas populares. A ideia seria para ser um cidade dormitório, pela distância que ficava do centro da cidade. Quem morava no Maiobão virava motivo de piada pela dificuldade para chegar ao bairro.  Hoje pela importância política e econômica, o Maiobão atrai centenas de grandes empreendimentos.