sábado, 23 de março de 2013

O QUE SERÁ QUE ESSE BLOGUEIRO QUERIA DO EX-PREFEITO RAIMUNDO FILHO EIN?


Um, será o que esse blogueiro esperto estava comentando com o vice prefeito? será que queria uma assessoria? Ninguém vai saber. Agora dizer que eu desejo ter acesso com essa postagem, é brincadeira. 

Faço o meu trabalho que é julgado de 'medíocre'. Vai de mim  achar que o mesmo é, e não acho. E o referido vídeo não é uma montagem. A verdade dói, fazer o que né?

Um paparazzo eu né? e essa câmera na mão ai meu amigo, faz o que?

BOMBAS DO VEREADOR ZAGUEIRO ALDERICO CAMPOS/ PROJETO - VIGIAS E SERVIÇOS GERAIS (CÂMARA XI SESSÃO - 22/03/2013)


Zagueiro? é porque pro prefeito Josemar Sobreiro aprovar seus projetos, tem de passar por essa fera ai. Alderico Campos quer tenta barrar o projeto pedindo informações detalhadas, que pelo jeito vai dar trabalho pra equipe da prefeitura consegui-las. O parlamentar acha que as datas estão muito estranhas.



VER.VANUSA DISSE (?) (CÂMARA XI SESSÃO - 22/03/2013)


sexta-feira, 22 de março de 2013

JORGE MARU VOLTA A CRITICAR O GOVERNO DE BIA AROSO (CÂMARA XI SESSÃO - 22/03/2013)


O parlamentar voltou a criticar a administração da ex-prefeita cassada Bia Aroso, e pediu paciência para que o prefeito Josemar Sobreiro possa trabalhar, já que o governo está ainda no início.



VER.ORLETE MAFRA DIZ QUE PREFEITO JOSEMAR SOBREIRO NÃO ESTÁ ATENDENDO SUAS REIVINDICAÇÕES (CÂMARA XI SESSÃO - 22/03/2013)


A vereadora reclamou que já fazem 60 dias que vem pedindo melhorias em algumas ruas do Maiobão, e que ainda não foi atendida pelo prefeito Josemar, a qual apoia, mas que exige uma contra partida. Orlete diz que quer um resposta imediata do Poder Executivo. 

O líder de governo Campelo deu razão pra Orlete mas disse que não pode resolver nada da noite pro dia. 

PALMAS?

O que me chamou muita atenção, foram algumas pessoas ligadas fortemente a administração municipal, baterem palma e gritarem, já que o momento foi de crítica ao prefeito. é...pelo jeito, ou os aliados não entendem o que é falado na Câmara, ou só estão lá por conveniência. Haja inocência!

CONFUSÃO DE MARINHO E CAMPELO COM PARTICIPAÇÃO DE LEONARDO BRUNO SOBRE INDICAÇÕES (CÂMARA XI SESSÃO - 22/03/2013)


A confusão começou quando o vereador Marinho do Paço aparteou o discurso do líder de governo Campelo. 

CADÊ AS INDICAÇÕES COM OS NOMES DOS VEREADORES?

Marinho reclamou que as reivindicações dos vereadores não estão chegando até o prefeito Josemar Sobreiro. Tanto que ele foi cobrar agilidade do secretário, e o mesmo falou que não estava sabendo de nada. Marinho se baseia no boato "Segundo informações lá na secretaria não tem nada". 

O parlamentar pressionou Campelo a explicar porque as indicações não estão na mesa do secretário de Obras. Exigiu ainda que as indicações tenham a especificação de quem foi que indicou. "Porque segundo eu sei, nenhuma indicação tem o nome do vereador fulano de tal".

Continuou dizendo que o líder de governo não está fazendo seu trabalho adequado. O mesmo retruca: "As indicações que são feitas aqui, eu levo lá pro Executivo, e levo também pros secretários. Mas as indicações que são votadas aqui e aprovadas, daqui vai pro Executivo que é responsável pela execução".

PRESIDENTE DA CÂMARA DEFENDE O LÍDER DE GOVERNO. "Problema na comunicação do Executivo".

Leonardo Bruno diz que todas as indicações são levadas ao Executivo, ao prefeito. "Se não chega as mãos do prefeito, essa não é uma crítica que vossa excelência tem que fazer ao líder do governo, e sim ao próprio Poder Executivo. Eu gosto de ser justo, por várias vezes eu já vi o líder de governo levar as indicações de forma pessoal ao prefeito. Mas as indicações também são levadas ao gabinete do prefeito. Inclusive temos prova nessa casa, se de alguma forma essas indicações não estão chegando ao conhecimento do prefeito, não é culpa do Legislativo. Não é culpa do líder de governo". Disse que é problema na comunicação do Executivo e que Marinho tem toda a liberdade de fazer as suas críticas. 

CALA-TE BOCA

Campelo faz Marinho se calar. "Vereador, vereador, eu estou aqui falando, respeite a nossa palavra por favor" Marinho diz "tá bom".

PUXANDO TAPETE?

O líder de governo diz: "não sei se vocês observam, quando eu sai daqui, eu nem vou pra casa, vou direto pra prefeitura. Eu não tenho necessidade nenhuma de prejudicar o trabalhar de nenhum vereador. Pelo contrário, eu estou aqui é pra atender os anseios da comunidade". Marinho diz que apenas pediu uma explicação, "e você está justificando".

ANOTADO!

Campelo diz que não é o prefeito. "Eu não sou o prefeito, eu sou só líder do governo. Todas as reivindicações feitas aqui no plenário, nós anotamos e levamos ao Executivo. E na medida do possível ele irá realizar cada solicitação". O líder de governo diz que se esforça tanto, que nem vai direto pra casa, e sim direto pra prefeitura, levar as anotações com os pedidos dos vereadores.

ANOTO E LEVO EU MESMO?

Marinho reclama que as indicações dos vereadores não estão chagando até o Executivo. Satiriza e diz que se for pra sair da Câmara e ir pra prefeitura até ele mesmo faz.

PRA CIMA DO PRESIDENTE

O parlamentar do PP fala pro presidente da Câmara que é normal ele querer saber do que está acontecendo. "Eu não estou acusando a casa, nem o líder de governo". Diz que quer saber cade as indicações. "Eu fiz uma pergunta e adquiri o retorno que eu queria do líder de governo". 

ERROU O ALVO

O presidente da Câmara diz pra Marinho: "O senhor não soube colocar quando o senhor fez a colocação, que o líder poderia não estar fazendo correto o trabalho dele. O senhor tem toda liberdade de fazer a sua crítica diretamente ao Poder Executivo". Marinho diz que "o assunto está encerrado".

REVOLTA DO LÍDER

O irmão diz que existem acusações infundadas "porque aqui nessa pasta, é um intercâmbio entre a casa e o Executivo, e eu estou sendo eficiente neste momento. Porque toda reivindicação que é feita nessa casa eu levo ao Executivo. Agora se o Executivo está tendo um problema estrutural até pra poder resolver o problema, eu não sou prefeito. Eu sou é líder do governo". 

AGRESSIVO? CONTENHA-SE?

 Leonardo diz que Marinho já fala acusando de forma agressiva. "Eu acho que o senhor deveria se conter, porque isso realmente pode ter acontecido, não foi uma falha de comunicação desta casa, não foi uma falha de comunicação entre o líder de governo e o Executivo. Todas as indicações foram protocoladas, endereçadas ao Excelentíssimo senhor prefeito. Quero falar pra vocês que toda reivindicação feita aqui em plenário, nós anotamos e levamos pro Executivo".

COMUNICAÇÃO DA PREFEITURA NÃO FUNCIONA?

O presidente da Câmara diz que a comunicação da prefeitura é ineficiente, e diz pra Marinho reclamar da comunicação do Executivo, não do Legislativo. "Eu concordo, já percebi que muitas indicações não chegaram até o prefeito, e eu também posso fazer essa crítica aqui com toda a liberdade que nós temos de exercer o nosso mandato parlamentar, eu percebi que muitas indicações também não chegaram até o prefeito". 

ELE NEM SABE O QUE FAZ?

Marinho continua a atacar o líder de governo, Campelo. "O que vocês entendem por líder de governo?" e ele mesmo responde, "é quem representa o governo aqui dentro pra gente, não é isso? Tem alguma coisa atravessando no meio, e impedindo de chegar até lá no Executivo".

EFEITO INCRÍVEL HULCK

Marinho diz que não entende porque o povo acha ele agressivo. "Não sei se é o tom que eu falo". 

EXPLICAÇÃO

Na sessão com a presença dos moradores da comunidade renascer, Marinho soltou essa "Eu lavo minhas mãos por vocês". Porque? O parlamentar disse que se a comunidade não se esforçasse pra continuar em suas casas, ele não iria mais contribuir para conter o despejo. 

Agora imagina. Quem em sua sã consciência ficaria parado sem fazer nada vendo sua casa desabar? Claro que a pessoa vai lutar. Afinal, quem pode ficar sem lar é ela - A principal prejudicada.

Resumindo, essa declaração foi infeliz e totalmente arrogante, pra se falar prum povo que mal tem o que comer, e que já está com ordem de despejo. Então meu amigo. é isso que o faz parecer arrogante. Essas declarações sem cabimento em momentos totalmente impróprios.

Assim como a que aconteceu no Iguaiba. O parlamentar simplesmente disse que a luta da Concita da Pindoba era individualista, em alto e bom tom. O povo rapidamente saiu em defesa da militante. Também, pudera. Vir pela primeira vez em algum lugar e criticar a companheira da comunidade dessa forma, no mínimo foi - Descabido.

MARINHO ASSUME QUE SE ENROLA QUANDO FALA

Leonardo Bruno diz que "Muita coisa que tu fala é certo, mas na hora de botar pra fora tu te enrola".



ACOMPANHE TODA A CONFUSÃO

quinta-feira, 21 de março de 2013

PAINEL COM O MAJOR ARAÚJO - COMANDANTE 13º BATALHÃO.


Aconteceu nesta quarta feira (20/03/2013) às 10:00h na câmara Municipal de Paço do Lumiar o primeiro painel sobre segurança pública e implantação da primeira companhia de policia militar em nosso Município.

A abertura dos trabalhos foi iniciada pelo presidente da casa Leonardo Bruno, o qual passou a palavra para o major Araújo, comandante do 13º batalhão de São José de Ribamar, regional que abrange também o Município de Paço do Lumiar, o qual declarou que através de uma medida provisória a governadora Roseana Sarney sancionou a implantação deste batalhão. Paço do Lumiar e Raposa foram contemplados com uma companhia da policia militar, a nossa será instalada na comunidade Nova Canaã sob a jurisdição deste batalhão, que terá como atribuições o policiamento ostensivo, preventivo, educativo e participativo dentro de nossas comunidades.

Esta reunião aconteceu a convite e iniciativa do vereador Marinho do Paço que vem demonstrando suas habilidades e competências como parlamentar. O Major em sua fala frisou a importância de uma parceria com o poder executivo, efetivar de fato rondas em todo o município, especialmente as rondas escolares, foi enfático, a policia necessita da participação da população, com responsabilidade, que a referida se torne os olhos da policia, pois o seu anonimato será preservado, desta forma a policia desenvolverá de maneira firme e incansável o combate a criminalidade, ao trafico de drogas, assaltos e tudo o que for ilícito. Continuando sua fala, o comandante disse que já está disponibilizando mais três viaturas além das duas que já estão em exercício e os efetivos de operações especiais, grupo de cavalaria, tropa de choque, GTA e a inteligência militar, estarão atuando dentro do Município de Paço do Lumiar.

O comandante questionado a respeito da implantação de mais uma companhia, desta feita no maiobão, ele respondeu que há sim esta possibilidade, desde que o município disponibilize o espaço físico. O vereador Marinho do Paço sugeriu o centro comercial, mais conhecido como ``carandiru``, que tem possibilidade de abrigar até um batalhão, se for o caso. Aproveitaram o ensejo os vereadores Marcelo portela e Wellington que abordaram o assunto comunidade renascer que já existe uma liminar para reintegração de posse, o comandante declarou que o 13º batalhão acabou de receber todos os documentos oriundos do 6º batalhão de onde foi desmembrado, disse ainda que jamais o comando deste batalhão irá tomar uma decisão deste porte sem antes conversar com a comunidade, pois entende que o dialogo é uma ferramenta indispensável nestas situações, estas palavras amenizaram as pessoas desta comunidade presentes no recinto.

Também aproveitou a oportunidade o atual coordenador da juventude do município, Rafael Neves, que fez um relato impressionante sobre as condições do jovens em nosso município, expondo o quadro critico sobre o consumo e trafico de drogas nas comunidades carentes, ouviu do comandante que haverá a restauração da comissão de segurança que existia nas comunidades, pois aproxima a comunidade da policia, e vice-versa, e que dará respostas positivas a respeito das demandas por ele aqui apresentadas.
O comandante deixou claro que após a semana santa vai organizar um agendamento para realizar reuniões diárias em todas as comunidades, dai extrair as demandas de cada uma delas, estreitando o relacionamento e comunicação entre as comunidades e a policia.

Via: Umesp

Texto de: José Raimundo Soares

ITAPARANDI - MUSEU DE CULTURA, CEMITÉRIO PÚBLICO E BIBLIOTECA PÚBLICA (CÂMARA X SESSÃO - 19/03/2013)


O vice-presidente da Câmara José Itaparandi, fez uma moção de pesar a comunidade do bumba-meu-boi Upaon Açu, pela perda do seu cantador - Rui Maranhão. "Essa morte deixou a comunidade a deriva. Ele deu muito orgulho para Paço do Lumiar com sua arte". 

Pontuou algumas importantes obras que Paço do Lumiar necessita:

Cemitério Público Municipal

"No nosso município a nossa comunidade não tem o direito nem de morrer bem. Porque o cemitério está hiper lotado. As pessoas estão sendo destratadas até neste último momento. Isso também é dignidade."

Museu da Cultura Municipal. 

Falou da importância de se registrar toda a nossa história que é tão rica e linda. "Sem cultura não existe história". Paço do Lumiar culturalmente é que abastece São Luís." Destacou que as grandes brincadeiras são oriundas da nossa terra.

Biblioteca Pública Municipal. 

"Nosso povo não tem onde fazer pesquisas". Disse que pediu a Secretaria de Juventude, mas enfatiza que esse jovem não tem onde fazer essa pesquisa. "Temos apenas uma biblioteca do Estado".




 Disputa

Inclusive é justamente essa secretaria que está causando bastante confusão entre os supostos lideres estudantis. Itaparandi reafirmou que não retira o que disse sobre alguns oportunistas que usam a juventude como instrumento político. Não revelou nomes em seu pronunciamento, mas disse que se tratava de ex-candidatos ao cargo de vereador.



Parênteses (...) 

Lembro de quando eu era criança, e frequentava o Farol. Aquele lugarzinho mágico, bem pequeno, que na época era grande pra mim. Faz tanto tempo que não vou ali, que nem sei mas como se encontra atualmente. Com o advindo da internet, a nossa juventude não 'curte' mais estar naquele lugar abençoado e rico em cultura - Salve o nosso Farol da Educação: Josué Montello.

Aparte de Wellington Sousa

"Se conhece o hino, mas não se sabe sobre a história do autor" Luis de Souza Pereira. O 1° secretário ressaltou a precariedade de saber quem é o nosso povo.

Ouça o nosso hino:



Matéria sobre Rui Maranhão veiculada no suacidade.com


Cantador de boi Rui Maranhão, morre aos 45 anos


 Cantador de boi Rui Maranhão, morre aos 45 anosCantador de boi Rui Maranhão, morre aos 45 anos
Um personagem muito importante e querido por muitos, considerado um dos maiores cantadores de bumba meu boi do Maranhão, Antônio Rui Cavalcante, conhecido como Rui Maranhão, morreu no início da manhã deste domingo (17), vítima de uma parada cardíaca, aos 45 anos.
De acordo com informações da Valéria Campelo, filha da dona do Boi Upaon-Açu, no qual ele cantava, Rui amanheceu com dor de cabeça e vômito, por volta das 6h da manhã. Ainda não há informações quanto ao início dos sintomas ou se ele teria algum problema de saúde.
Ainda com informações de amigos do cantor, Geordson Costa e Luis Cesar, que estavam com ele na noite deste sábado, 16, em um ensaio do boi, disseram que Rui estava diferente, pensativo e disperso, completamente diferente do normal, quando era conhecido pela sua alegria e brincadeiras.
Rui Manranhão já fazia parte do boi há seis anos. E o  cantor estava preparando as músicas para o São João deste ano, quando o Boi irá completar 20 anos de vida.
Ele também já cantou no boi de Nina Rodrigues e era bastante conhecido no meio cultural.
O cantor deixou a esposa e dois filhos, um de cinco e outro de doze anos. O corpo está sendo examinado no Instituto Médico Legal, IML, será velado na sede do boi Upaon-Açu e levado ainda hoje para Caxias, sua terra natal.

1° ENCONTRO DA JUVENTUDE UNIDA DE PAÇO DO LUMIAR - NESTE SÁBADO


CONVITE (PREFEITURA DE PAÇO DO LUMIAR)


A  Prefeitura de Paço do Lumiar  por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social convida para o evento que será promovido em comemoração ao "Mês da Mulher", nesta sexta-feira, 22 de março de 2013, no Convento das Irmãs da Purificação, no conjunto Maiobão,  a partir das 08 horas. O evento fará uma reflexão sobre questões relativas ao "Tráfico de Mulheres" e suas consequências na atual sociedade. 

O tema será amplamente discutido pela palestrante Roseane Costa da Rocha e pela secretária municipal de Desenvolvimento Social, Ivone Silva Oliveira.
Programação:             
8:00h: Acolhida com música ao vivo
9:00h: Composição da mesa solene, Hino do Paço do Lumiar
9:30h: Pronunciamento da Palavra
10:30h: Preletora: Roseane Costa da Rocha
11:00h: Encerramento e confraternização

quarta-feira, 20 de março de 2013

Prefeitura pede responsabilização de ex-gestores por uso indevido de dinheiro público (BIA VENÂNCIO, GILBERTO AROSO)


A Prefeitura de Paço do Lumiar, por meio da Procuradoria Geral do Município move ação civil pública responsabilizando os ex-gestores municipais, Gilberto Silva da Cunha Santos Aroso (gestão 2003/2008), e Glorismar Rosa Venâncio (janeiro 2009/agosto de 2012), pela indevida aplicação de recursos recebidos de convênios e transferências voluntárias da União e do Estado.
De acordo com o Procurador do Município, Bruno Leonardo Rodrigues, as ações civis públicas e demais ações ajuizadas pedem a cominação de severas penalidades aos ex-gestores de Paço do Lumiar, como, a devolução dos valores desviados e a decretação da suspensão dos direitos políticos, além da regularização do município nos cadastros da União e Estado.
Nos últimos anos, a população de Paço do Lumiar tem sido severamente massacrada pela irresponsabilidade de seus ex-gestores, não dispondo de equipamentos urbanos adequados, serviços públicos eficientes e nem mesmo de infraestrutura viária e saneamento básico. Nesse contexto, o prefeito Josemar Sobreiro ao assumir a Chefia do Executivo Municipal, em 01 de janeiro de 2013, vem propondo parcerias junto às esferas estaduais e federais, para a obtenção de recursos para sanear as necessidades do município, além dar seguimento aos projetos e obras existentes.
O prefeito de Paço do Lumiar, Josemar Sobreiro e o vice, Marconi Lopes esclarecem que as medidas adotadas nesta gestão, evita que a comunidade luminense seja penalizada duplamente. Isso porque, além de não se ter cumprido o objeto do convênio, o município corria o risco de perder a oportunidade de firmar novos pela situação irregular dos anteriores. 
Restrições - Paço do Lumiar foi sorteado e incluído no Programa de Aceleração do Crescimento – PAC 2, eixo pavimentação e qualificação de vias urbanas no âmbito do programa de infraestrutura de transporte e da mobilidade urbana Pró-Transporte com recurso do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, mas ficou inviabilizado de celebrar os convênios com o Ministério das Cidades, devido a negligência desses gestores, quanto à omissão na prestação de contas de recursos federais anteriormente recebidos e execução do seu objeto. Com isso, o município teve seu nome inscrito nos cadastro do SIAFI – Sistema Integrado de Administração Financeira do Governo Federal.
“Essas restrições derivadas das irregularidades promovidas pelos ex-prefeitos, são imputadas ao ente público municipal, inviabilizando a formalização de novos convênios e recebimento de receitas, de maneira a prejudicar a população do município. Embora os convênios tenham sidos celebrados entre a FUNSA e o Município e não entre a FUNASA e o ex-prefeito, é fato relativamente comum que o administrador municipal abandone o cargo não apenas sem prestar contas de atos, como também, sem deixar a devida documentação dos atos praticados em sua gestão, sem terminar obras ajustadas e com outras irregularidades, não sendo ausentes, até, os casos de desvio dos recursos recebidos”, explica o Procurador. 
Punição - Com vistas à situação de inadimplência das contas municipais, heranças das gestões passadas, o Ministério Público Federal enviou representação, na qual também se pede a responsabilização dos mencionados ex-prefeitos justamente em relação ao objeto da presente ação (convênios dantes citados), cada um pelos atos cometidos durante seu período de gestão, das medidas a cargo daquela respeitável Instituição. 
O Superior Tribunal de Justiça, em diversos precedentes, vem se manifestando no sentido de que, em se tratando de inadimplência cometida pelas gestões municipal anteriores, em que o atual prefeito tomou providências para regularizar a situação, não deve o nome de o Município ser inscrito no cadastro de inadimplentes. Da mesma forma, o Tribunal de Contas da União já decidiu que não há porque punir o município pelos atos de seus administradores anteriores.

terça-feira, 19 de março de 2013

#DIVULGAÇÃO DA FESTA DA JUVENTUDE UNIDA DE PAÇO DO LUMIAR - PROGRAMA A TARDE É NOSSA/ MIA CARA DE GATO, JÚLIA ROBERTA, LILICA TRIPA - BASTIDORES DA GRAVAÇÃO COM CLAYTON COLLINS

(Mia Cara de Gato)
Foi muito bom estar ao lado dessas figuras que tanto alegram as nossas tardes de sábado no programa A TARDE É NOSSA, as 13:00hs na Tv Cidade-Record. 
Gravamos ontem (19) e vai ao ar dia 23, dia exato do 1° Encontro da Juventude Unida de Paço do Lumiar, na escola Padre Maurício, as 17 hs. Aproveito para agradecer aos apoiadores desse evento: Fernando Muniz, Graça Privado, José Itaparandi, Marcelo Portela, Miau Oliveira e André Costa.

(Júlia Roberta)

(Bastidores)

Confira o Making-of da minha participação no programa


#DECLARAÇÃO INFELIZ - Para Zé Reinaldo, Bia Venâncio dá de “10″ em Luis Fernando


Esse artigo do ex-governador está em quase todos os blogs, e você percebe que ninguém entendeu verdadeiramente a intenção de Zé Reinaldo. Ele está sendo sarcástico, e não burro. Ele quis dizer que Luis Fernando é tão ruim, que chega a ser comparado a uma ex-prefeita que foi cassada e presa pela Polícia Federal. 

Confira na íntegra o artigo do Jornal Pequeno:

BIA VENÂNCIO X LUÍS FERNANDO

Diminuir corpo de texto Aumentar corpo de texto
Por: José Reinaldo Tavares Data de Publicação: 19 de março de 2013 às 09:53
Eu sou um assíduo devoto de São José de Ribamar. Todas as minhas férias de criança e de jovem, passei lá. De vez em quando vou assistir as missas na agradável igreja, na sede do município. Fiz junto com o prefeito Câmara as obras fundamentais para que a parte do bosque e da orla não desaparecessem atingidas pela erosão que destruía celeremente a cidade. A obra do espigão, que construímos e que mandei estudar nos laboratórios do INPH - Instituto Nacional de Pesquisas Hidráulicas da Portobras tal sua importância para conter o ímpeto avassalador das marés, e a importante obra complementar que foi o cais de contenção que circundou toda a antiga cidade e abrigou a Av. Litorânea, mudaram e deram vida nova a cidade e garantiram sua sobrevivência. Essa foi apenas uma entre tantas iniciativas que fizemos.
Essa introdução serve apenas para mostrar a grande proximidade minha com a cidade.
Participei fundamentalmente da eleição de Luís Fernando a prefeito da cidade, ele que, por um período foi meu secretário de Educação. Fui ao lançamento de sua candidatura, mas o fato mais importante foi impedir José Câmara de se juntar a candidatura de Julinho, grande líder do município, muito carismático, que se tivesse tido essa aliança, Luís Fernando com certeza teria perdido.
Ele se elegeu e depois do rompimento com a família Sarney se afastou de mim por completo. É da vida política, já que ele é grande amigo de Jorge Murad.
Nunca deixei de ir a São José. Portanto foi com espanto que comecei a ver, logo depois do ex-prefeito assumir a Casa Civil do governo de Roseana Sarney, uma campanha laudatória a administração dele no município. Na verdade tratava-se de uma bem feita campanha de mídia para tornar o chefe da Casa Civil mais conhecido e saudá-lo como administrador de primeiríssima linha. De repente a administração do ex-prefeito passou a ser assombrosamente boa e local obrigatório à ser visitado por outros prefeitos para aprenderem como se deve fazer.
Eu, nas minhas andanças por Ribamar, não conseguia ver tantas melhorias. Seria porque eu sou da oposição ao governo?
Via apenas um bom projeto: o Liceu Ribamarense, que até pediu emprestado o nome do melhor colégio público de ensino médio do estado, para marcar bem. Puro Market.
O colégio é realmente bom, o melhor da cidade e serviu como mostruário da excelência da administração de Luís Fernando. Mas acontece que os dados do IDEB mostram que as demais escolas do município são tão ruins como a maioria das escolas públicas do estado. Não credenciam nenhum administrador, pois a excelência tem que ser no conjunto delas e não em uma só.
Mas, será que eu estava sendo muito rigoroso no julgamento, só porque ele será o candidato do governo em 2014?
Recebi, semana passada, do Professor José Lemos o seu livro Mapa da Exclusão Social no Brasil, editado e lançado pelo Banco do Nordeste, leitura obrigatória para quem quer estudar a realidade do país.
E resolvi comparar os dados do município mais bem administrado do país, segundo a mídia do governo do Estado, e outro também aqui na ilha, para tornar mais real a comparação. Só que o outro é sinônimo de descalabro administrativo. Resolvi comparar os dados sociais do melhor, na ótica do governo e do pior. Para isso fui buscar os dados que estão publicados no livro do professor Lemos.
Pensei então comparar os dois municípios, dado a dado de 2010. O município vencedor seria o que tivesse os melhores indicadores sociais entre os sete estudados pelo Professor Lemos. Nada mais isento, não é? Nada de subjetividade!

Vejamos:
'Fora da escola, na idade certa': São José - 6,7%. Paço do Lumiar - 5,8%. Uma zero para Bia.
'Privação de renda': São José- 53,9%. Paço - 50,8%. Dois a zero para Bia.
'Privado de água': São José - 34,9%. Paço - 35,7%. Dois a um para Bia.
'Privado de saneamento': São José - 53,2%. Paço - 44,0%. Três a um para Bia.
'Privado de coleta de lixo': São José - 19%. Paço - 38,5%. Três a dois para Bia.
'Índice de Exclusão Social': São José - 32,2%. Paço - 31,6%. Quatro a dois para Bia.
Escolaridade: São José - 5,7%. Paço - 5,8%. Praticamente empatados, mas cinco a dois para Bia!
Goleada de Paço sobre Ribamar ou de Bia sobre Luís Fernando.
E aí, onde está o grande administrador Luís Fernando? Só na propaganda de Roseana?
E olhem que Paço ficou sem prefeito quase um terço do mandato, sempre envolto em grande confusão. E Ribamar teve um reforço gigantesco no Fundo Especial.
Se comparar com Imperatriz fica de cinco a dois para Madeira.
Se comparar São José de 2000 com São José de 2010 fica quatro a três para 2010. O grave neste caso é que três indicadores caíram entre 2000 e 2010. Os do ano 2000 eram melhores e o município andou para trás nesses indicadores.
Que excelência, minha gente! Quem diria, Bia foi melhor do que Luís Fernando, com todo o apoio que este teve de Roseana.
Dei uma olhada no contrato do avião PP-JRS alugado pelo governo. E não adianta tentar esconder. O governo do Estado garante o pagamento mínimo de 20.000 km por mês, voando ou não. Ou 240.000 km por ano. Considerando que um jato faz 800 km/hora, teremos 300 horas de voo por ano ou 75 viagens por ano a Brasília, por exemplo, ou sete viagens por mês, quase duas por semana para essa cidade. Como pode? E isso é pago voando ou não. Como é impossível a governadora passar os dias todos viajando e não parar no trabalho, qual é a justificativa para um contrato sem pé nem cabeça como esse? É escandaloso.
Não é de pai para filho? Quem negociou isso?
Qual a justificativa para dar esse presente ao dono da aeronave?
Viva São José neste 19 de Março!
O ex-governador José Reinaldo Tavares escreve para o Jornal Pequeno às terças-feiras

Luminense JOÃO BISPO SEREJO recebe MENÇÃO HONROSA DO GOVERNO DO ESTADO DO MARANHÃO



  •  Um luminense que tem sua vida pautada na ética, comprometimento e 
    responsabilidade. João Bispo Serejo já foi diretor de vários presídios no Maranhão, 
    foi superintendente, Secretário Adjunto de Segurança do Estado e 
    Secretário de Estado Adjunto de Adm. Penitenciária. 

    Essa menção honrosa foi também devido a relevante participação 
    de João Bispo, no tocante a implantação de vários projetos sociais 
    dentro da política carcerária do Maranhão. Merecida menção.

    "Quase 40 anos de serviço público, sem férias, ou licença. 
    38 anos dedicados, sem jamais ter respondido qualquer Sindicância 
    ou Processo. Mais uma comenda, fruto do reconhecimento
     pelo compromisso do meu PAI, com o seu trabalho." 
    João Bysppo Serejo Filho








    VER.MARINHO E ADVOGADO RAFAEL SILVA DESCREDIBILIZAM O BLOG DA UMESP/ MAL ENTENDIDO ENTRE MARINHO E CONCITA DA PINDOBA NO IGUAIBA (CÂMARA X SESSÃO - 19/03/2013)

    Segundo o vereador, na matéria, afirmava-se que os parlamentares estavam prometendo o que não podiam cumprir. Relacionava-se a luta da Câmara contra o Despejo Forçado em Paço do Lumiar. Em seu pronunciamento chamou a atenção da imprensa para a gravidade da publicação de algumas matérias, que poderiam prejudicar o trabalho feito pela casa. Relatou que ficou surpreso e até triste com a matéria publicada no blog. Não falou o nome, mas como só veiculou lá, todos deduziram a mesma coisa. 

    (Advogado Rafael Silva)

    "Eles próprios desconhecem o verdadeiro papel dos vereadores". Essa afirmação fez com que o veículo de comunicação perdesse total crédito, frente aos parlamentares. Além do que, o vice-presidente da Comissão de Direitos Humanos, Advogado Rafael Silva, que estava presente na sessão, repudiou tal matéria, e disse que todos que tentam ajudar a população que está nessa situação, sofre este tipo de retaliação. "Este não é o papel de uma imprensa responsável" finalizou.

    Defesa

    Defendeu ainda o Poder Executivo. Falou que ainda é cedo para julgar as ações do prefeito Josemar Sobreiro e dos vereadores, e que "não tenho sangue de barata". Confira:



    Marinho voltou a tocar no assunto relacionado ao mal entendido ente ele e a suplente Concita da Pindoba. O parlamentar ficou inconformado porque a líder comunitária não reconheceu seu trabalho como vereador. Num tom diferente do usual, falou que as pessoas tem uma falsa impressão sua. Disse que era de origem humilde, e que se estava ali, era porque fez por onde. Veja:



    Soou arrogante

    "Eu lavo as minhas mãos por vocês". Essa foi a frase mais impactante num aparte do vereador. A comunidade ficou assutada com tal declaração. Ele disse que se a comunidade não se interessasse em lutar, ele não iria mais colaborar - Tenso.

    Reveja a matéria sobre o mal entendido entre Marinho e Concita no Iguaiba

    ASSEMBLEIA NO IGUAIBA SOBRE O LIXÃO, E SOBRE O DESPEJO FORÇADO, É MARCADA POR MAL ENTENDIDO ENTRE O VER.MARINHO E CONCITA DA PINDOBA (09/03/2013)


    Marinho deu cartão amarelo pra Concita que ficou indignada. "Posso pegar um tiro, uma amiga da gente, escapou de uma tocaia, e vocês ainda aplaudem. Vocês tem que saber o que vocês estão aplaudindo gente." Disse que não está nessa luta para descontrair.

    Os cartões, são formas de controle de tempo que Concita usa em suas reuniões, assim que alguém ultrapassa seu tempo, ela dá cartão vermelho. "Não vou lhe dar cartão vermelho, mas vou lhe dar o amarelo Concita". Disse o vereador do PP.

    Em sua fala, Marinho deu a entender que as atitudes de Concita eram individualistas. "Eu não entendi nada do que você está falando". Comentou a suplente de vereadora. O parlamentar deu a entender que toda a luta travada contra o lixão do Iguíaba, e contra o as comunidades ameaçadas de despejo forçado, incluindo a Pindoba, eram frutos do trabalho dela apenas, não do coletivo, nem da Câmara. A mesma respondeu que tudo que consta  na carta de reivindicação das comunidades foi discutido em várias audiências públicas

    Itaparandi defendeu Concita e disse que também não entendeu o que Marinho disse, mas que iria falar um coisa. "Por tudo que Concita luta, e pede pra Câmara e para o Poder Executivo, é primeiro pensado e planejado com a população, na base".

    Wellington Sousa disse que não fez campanha na Pindoba, em respeito a Concita. "Ela merecia ser eleita, por sua luta, pelo povo".

    Ao final, Marinho do Paço pediu desculpas. "Se entendi mal, eu peço desculpas, estou aqui como vereador, pois tenho o interesse de contribuir". Abraçou Concita e a mesma disse que desculpava e que sua personalidade era essa mesma. A militante dos movimentos sociais contra o despejo forçado na Pindoba e contra o lixão do Iguaiba, foi defendida também pelo povo presente, que se levantou por livre e espontânea vontade.

    domingo, 17 de março de 2013

    VER.VANUSA DIZ QUE O POVO QUER UMA RESPOSTA DO PREFEITO (CÂMARA X SESSÃO - 15/03/2013)


    A vereadora Vanusa reclama ao líder de governo Campelo sobre alguns assuntos  que são tratados pela casa, que segundo ela, não chegam aos ouvidos do prefeito. Cita como exemplo, Luís Fernando, então prefeito de São José de Ribamar, que sempre estava próximo da comunidade. Sugeriu que o líder do Executivo participasse mais das discussões do município.

    DESPEJO FORÇADO EM PAÇO DO LUMIAR/ COMUNIDADE RENASCER - MARCELO PORTELA (CÂMARA X SESSÃO - 15/03/2013)


    Marcelo Portela diz que pode até parecer repetitivo ao abordar o tema - DESPEJO FORÇADO EM PAÇO DO LUMIAR. Mas defende que é devido a essa repetição que o povo está sabendo da gravidade desse crime. "Nós temos uma comunidade chamada RENASCER onde vai ser executado, ou não, dependendo do bom senso de cada um, mas que já está autorizado pela justiça, a derrubada de 146 casas. E isso deve acontecer ainda dentro do mês de Março". Confira:

    DESCASO NA SAÚDE DE PAÇO DO LUMIAR - JORGE MARU, SÍLVIA INÁCIO, ANDRÉ COSTA (CÂMARA X SESSÃO - 15/03/2013)



    A vereadora Sílvia Inácio diz que o Posto de Saúde do Paranã, não tem nada para tratar os pacientes luminenses. "Ali está jogado pras traças". Essa denúncia é devido a várias visitas de moradores do Paranã em sua residência se queixando do atendimento precário na localidade. 



    A parlamentar finalizou pedindo que o líder de governo Campelo, visitasse o posto. O mesmo respondeu que esse problema está ocorrendo devido a demora na licitação.

    Confira o debate na íntegra


    Jorge Maru diz que cada vereador deve visitar a área referente a sua comissão. Não que isso impeça os outros de irem, mas já que existe, julga ser essa a ação mais correta. A vereadora Sílvia Inácio exige melhorias no Posto de Saúde do Paranã. "Espero que o líder de governo Campelo passe lá e veja". O parlamentar que é encarregado de defender os interesses da administração de Josemar Sobreiro diz que "Acredito que seja o processos licitatório". Maru diz que entende a burocracia, mas que "O povo não pode esperar". 

    André Costa diz que os medicamentos da Farmácia Básica da Pirâmide estão em falta. "O posto é bem estruturado, mas tem esses problemas básicos". Relata que levaram a bomba d´água da localidade e nunca trouxeram de volta. "A cadeira do odontólogo está sem funcionar. Só funcionou um mês e nada mais que isso". O aparte foi encerrado com o vereador mais jovem da casa, pedindo que o líder de governo anotasse o pedido.