sábado, 9 de fevereiro de 2013

OU DÁ OU DESCE, DIZ BISPO EDIR MACEDO!

VER.WELLINGTON SOUSA DEFENDE A EDUCAÇÃO EM SEU 1° DISCURSO



Na primeira Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Paço do Lumiar, o 1° secretário, Wellington Sousa chamou a atenção dos colegas vereadores para o tratamento com a educação do município. Disse que "A educação é a base de tudo, em qualquer sistema administrativo.

O parlamentar pontuou a importância da educação numa sociedade. "Sem educação não há cidadania, não há dignidade, não há liberdade, não há justiça social, não há nada. Sem a educação, a exploração, a Ditadura, a imposição, há a prevalência do poder de quem tem mais, em detrimento de quem tem menos. Então a educação é primordial, é a fonte da liberdade e da cidadania". afirmou o vereador do PSB.

A LUTA PELA MELHORIA DA EDUCAÇÃO LUMINENSE

Wellington Sousa defende vários projetos que visam a modernização da educação em Paço do Lumiar.
  • Projeto de Lei, sobre a criação do Conselho Municipal de Educação.
O 1° secretário mostra-se perplexo com a situação do município. "Por incrível que pareça, Paço do Lumiar ainda não tinha em sua estrutura administrativa, um Conselho Municipal de Educação. Isso era um retrocesso imenso, era um prejuízo incomensurável para o município, principalmente no tocante a relação do Sistema Municipal de Ensino com o Sistema Federal, com o FNDE, e com o FUNDEB". Destacou.

Relatou que "Este projeto merece uma atenção especial de todos nós, vamos analisar com responsabilidade, pois é um projeto importantíssimo pra que possamos reestruturar o Sistema de Ensino, a educação em Paço do Lumiar. Tenho percebido que o executivo está se esforçando pra que tudo ocorra de forma correta".
  • Projeto de Lei, que institui o Serviço Municipal de Inspeção Escolar no município de Paço do Lumiar.
Wellington Sousa disse que "é outro projeto de suma importância. Sem essa inspeção escolar, o município não pode nem mesmo autorizar o funcionamento de novas escolas, e nós sabemos que tem várias escolas dentro do município de Paço do Lumiar, e não falo aqui das escolas da rede de ensino em si, públicas, até mesmo das escolas privadas, das creches escola; tem de ser autorizadas pelo município".

Segundo o vereador, o município ainda não tem o serviço de Inspeção Escolar. É outro projeto que merece bastante atenção". Falou.
  • Projeto de Lei, que autoriza a criação do Sistema Municipal de Ensino de Paço do Lumiar.
(Ex-prefeito Raimundo Filho, reforma da escola Canaã)
O parlamentar classificou a situação como, estranha
" Até o momento nós não tínhamos criado o Sistema, eu quero aqui parabenizar, foi um projeto da gestão passada, de transição de Raimundo Filho. Não podemos ter um município decente  não podemos criar condições de dignidade pra pessoas, se não tem nem mesmo o Sistema Municipal de Ensino criado na nossa cidade". Relatou à Câmara Municipal.

Wellington pediu que os projetos fossem analisados com carinho e com a prioridade que eles necessitam."
São imprescindíveis  correndo o risco de prejudicar o ano letivo que está próximo de começar. Tenho visto a sensibilidade do secretário de educação de começar o ano letivo de forma correta". Disse o vereador.

O PROBLEMA DA MUNICIPALIZAÇÃO DAS ESCOLAS

O vereador relata um problema sério com relação as escolas comunitárias. "Elas são fundamentais para a estrutura do Sistema de Ensino, mas há um problema jurídico em torno disso, se elas estão ou não municipalizadas, até que ponto o município pode custear essas escolas, eu tenho certeza que isso vai ser resolvido da melhor forma possível. O que está em jogo não são só as escolas em si, mas os alunos que dependem delas". Enfatizou.

Wellington Sousa discorre sobre algumas comunidades em Paço do Lumiar que não tem escolas. "Na Carlos Augusto não tem escola comunitária, ali na Cafeteira, o colégio Pão da Vida tem uma demanda de quase 2.000 matrículas. Eu tenho participado de várias reuniões junto com o vereador Leonardo Bruno, com o secretário de educação, Marcelo Portela também esteve conosco.

É uma questão séria que tem o nosso apoio. Muitos sabem que sou advogado da área pública, então temos uma certa experiência acumulada. Do que depender, estou a disposição". Ressaltou.

WELLINGTON SOUSA E SEU COMPROMISSO COM OS ELEITORES

O 1° secretário revelou que foi convidado para ser Secretário Municipal de Educação. 

"Recusei este pedido, não por medo da responsabilidade, não por não conhecer do assunto, mas porque eu tinha um compromisso com o mandato de vereador para o qual fui eleito, eu tenho um compromisso com cada pessoa que votou em mim, que acreditou nas minhas propostas, que disse: eu não quero você na Secretaria de Educação, eu quero você na Câmara Municipal de Paço do Lumiar, como vereador. Esta foi a razão primordial, que me fez deixar o Executivo Municipal a vontade para escolher um outro secretário. Mas isso não tira de mim a responsabilidade  de fiscalizar, de lutar, de legislar em prol de uma melhor educação para as nossas crianças, para o nosso município". Concluiu o vereador.

RESSALVA

O vereador José Itaparandi pediu que fossem analisados nos anais dos arquivos se já não constava algum desses conselhos. Disse estar falando com base num projeto seu que passou e não se teve resposta.


VEJA O DISCURSO NA ÍNTEGRA



ENTREVISTA COM VER.MIAU OLIVEIRA


Em entrevista ao blog Paço em Foco, o segundo vereador mais jovem da Câmara Municipal de Paço do Lumiar, Miau Oliveira mostrou todo o seu empenho em trazer melhorias para a comunidade, principalmente para a juventude, que ao seu ver, está abandonada.

"Se eu conseguir concretizar o meu projeto de criação de um Centro de Ressocialização e Profissionalização de dependentes químicos, já considero a missão desse mandato cumprida".

O parlamentar relatou que já tem idealizado esse sonho, antes mesmo de pensar em ser vereador, pois seu pai já trabalha neste tipo de ação social, e sabe como funciona. "O jovem sai de uma clínica de recuperação, mas não tem perspectiva de vida. Não tem nenhuma formação, pois passou muito tempo focado no vício, o que faz com ele volte a usar entorpecentes". Relatou Miau

TRAFICANTES
(Ação da PM no Centro Comercial do Maiobão)
Sobre a permanente ação de traficantes em Paço do Lumiar, o vereador vai lutar pela instalação de alguns treilers da Polícia Militar em algumas localidades do município. "Isso coibiria mais a ação destes bandidos. 3 ou 4 já ajudaria bastante. A polícia deveria instalar os treilers em pontos estratégicos, cobrindo as áreas das comunidades e suas adjacências; Vila Cafeteira , Pindoba, Vila São José, entre outras".


"NÃO É UMA COMPETÊNCIA DO MUNICÍPIO, MAS PODEMOS PLEITEAR JUNTO AO GOVERNO DO ESTADO, UM BATALHÃO DA POLÍCIA"


(Ação da polícia no Maiobão)
Miau fala sobre o contingente de policiais que é muito pouco. "A segurança está deixando a desejar no nosso município. Paço do Lumiar é a sexta maior cidade do estado, e a nossa segurança é precária. Cidades bem menores e até bairros tem policiamento ostensivo; Vila Palmeira, João Paulo, Cidade Operária, são exemplos de bairros com a presença da polícia. Existem muitos policiais que moram em Paço do Lumiar, isso já seria  uma facilidade de locomoção, já que moram perto, e a cidade ganharia, por estar mais segura". Destacou.

ESPORTE
Outra grande vontade do vereador é a criação de uma praça para o entretenimento da juventude de Paço do Lumiar. "Atenderia em média umas 400 pessoas por turno. Tenho a ideia de fazer uma parceria com a UFMA para que os estudantes de Educação Física pudessem estar participando do projeto - Experiência pra eles, e instrução técnica para os nossos jovens". Relatou.

A ideia de Miau é que essa quadra possibilite a prática da maior quantidade possíveis de modalidades esportivas; futsal, basquete  volley e etc..."isso serviria pra ocupar o tempo dos jovens com atividades saudáveis, diminuindo assim, o risco de adentrarem no mundo das drogas". Finalizou o jovem parlamentar luminense pelo PC do B - Miau Oliveira, ao blogueiro Clayton Collins.

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

QUAL O GRUPO QUE VAI LEVAR O GOVERNO DO ESTADO?



via: oglobo.globo.com

Clã no Maranhão

Para políticos do Maranhão, sua terra natal, o fim da gestão Sarney na presidência do Senado divide opiniões. Flávio Dino, presidente da Embratur e opositor de Roseana Sarney na disputa pelo governo estadual no último pleito, avalia que o estado ganha, já que a influência do clã no estado se sustenta por meio do poder que o patriarca tem na esfera federal
— Em termos de Maranhão, sinaliza ainda mais claramente a superação desse ciclo politico. Ele sempre sustentou esse ciclo a partir do poder federal. O mando local foi sustentado pelo poder que ele tem no mando federal. Na medida em que ele, além de concluir seu mandato, deixa a presidência do Senado, mudam essas forças — disse o presidente da Embratur.
Dino, que será candidato novamente em 2014 ao governo Maranhense, aponta que o estado é o único que conserva a mesma estrutura política desde os tempos da ditadura, o que manteria o atraso no estado.
— Chegou a hora de virar essa página. Não só pela questão cronológica. São 50 anos dessa estrutura. Mas também pelas consequências para o estado dessa situação . Qualquer que seja a análise, a gente vê que esse domínio do Sarney no Maranhão se esgotou — afirmou Dino.


No entanto, o deputado Domingos Dutra (PT-MA), adversário político do clã no Maranhão, destaca que a família ainda é muito forte no estado, e o fato de Sarney deixar a presidência do Senado não diminui as ligações que ele tem com o ex-presidente Lula e com a presidente Dilma. A vinculação entre Sarney e o PT tem um peso muito grande, avalia o parlamentar.
— Sarney só mantem a colônia puxando muito o saco do Planalto. Por isso que ele não larga nenhum presidente. Por isso ele consegue os cargos. Lamento, como fundador do PT, que Sarney tenha mais poder no governo do PT do que na ditadura militar — disse Dutra, destacando que nos último meses Dilma visitou o Maranhão duas vezes e Sarney ocupou durante cinco dias na presidência da República.
A governadora do Maranhão, Roseana Sarney , destaca a capacidade do pai de " conciliar e de conduzir travessias em momentos difíceis” .
- É difícil imaginar o êxito alcançado pela transição democrática sem um líder com essas qualidades - disse, respondendo ao GLOBO.
Sobre o impacto da decisão de Sarney não concorrer a cargos depois do fim do mandato no Senado , Roseana lembra que há 31 anos ele não disputa uma eleição no Maranhão e que o pai nunca deixou de estar presente e de contribuir para o desenvolvimento do estado.
- A saída dele do Senado, daqui a dois anos, privará o Brasil da sua experiência de mais de cinquenta anos de vida pública, onde exerceu todos os cargos relevantes da política brasileira - avalia

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

ITAPARANDI PROPÕE UNIÃO ENTRE PODERES E AUDIÊNCIA PÚBLICA, PARA ACABAR COM DESPEJO FORÇADO EM PAÇO DO LUMIAR


O vice-pres. da Câmara José Itaparandi, parabenizou o ver.Marcelo Portela por abordar um assunto de extrema relevância, que a Câmara já havia tratado no mandato passado, a respeito da comunidade Menino Gabriel, antiga Bob Kennedy. 

NADA SUPERA ESSE TRAUMA DESSAS FAMÍLIAS

“Na verdade teve um pequeno avanço, graças à intervenção dessa casa, juntamente com o Ministério Público, e as entidades que se prontificaram na época. No auge desse problema essa casa se manifestou com uma audiência pública envolvendo as entidades, as comunidades, e agente conseguiu alguns avanços, foram poucos, porque acho que na verdade, se a gente transformasse aquilo em Gran Ville, o povo não recuperaria o trauma que ficou, em função do desalojamento daquelas casas. Fica aqui a sugestão do vereador Itaparandi, pra que a gente retorne aqui uma audiência pública, com o MP. Pra que a gente possa envolver as comunidades, tentar juntamente com o Poder Executivo, com as entidades interessadas, tentar resolver esse problema. Isso cabe uma audiência Pública.

Outros assuntos abordados pelo parlamentar


ITAPARANDI DIZ QUE ‘MINHA CASA MINHA VIDA’ É IRRESPONSÁVEL E AGRIDE MEIO AMBIENTE


O vice-pres. da Câmara Municipal de Paço do Lumiar, José Itaparandi corroborou a luta do ver.Marcelo Portela, em defesa das famílias despejadas de modo forçado e também o descaso de empresas irresponsáveis com o Meio Ambiente.

Itaparandi

"Quando você (Marcelo Portela) coloca a questão do projeto Minha Casa Minha Vida, que é um programa de suma importância, principalmente pra nossa comunidade, que na minha visão é executado de forma irresponsável. Sem um diagnóstico, sem um levantamento de dados dessas comunidades, onde algumas questões sobre Meio Ambiente, eu até chamo a atenção da Comissão de Meio Ambiente, que os dejetos vão ser jogados todos nos nossos rios, na nossa comunidade. 

Isso gerando problema de saúde, e que parece-me que o programa em si, tem um destinavel financeiro para que seja feito o tratamento de água de esgoto, para que não venha prejudicar essa comunidade.

Cabe a gente fazer uma audiência pública, ou duas aqui, pra discutir essa questão de desapropriação de terras, e chamar as construtoras, pra discutir a questão do Meio Ambiente com a construção do programa Minha Casa Minha Vida no nosso município". Relatou o vice-presidente.


SEM RESPOSTAS

Itaparandi se reporta ao ex-pres. da Câmara Alderico Campos, dizendo que muitas questões ficaram sem respostas durante a sua gestão de 2 biênios a frente do legislativo luminense. "O vereador Alderico deve lembrar disso". disse 

Questões em aberto, relatadas pelo vice-presidente:
  • Criação do Conselho Municipal de Educação.
  • Criação do Conselho Municipal de Saúde.
  • Criação do Conselho Municipal de Cultura. 
  • Criação do Dia e Semana Municipal de Cultura. 
Itaparandi destacou "Mas a gente não sabe se foi sancionada a lei. Se foi vetado a lei, peço até que essa casa faça uma análise disso. Se não foi fica aqui o meu requerimento verbal – Criação do conselho Municipal. Criação do Dia Municipal de Cultura em Paço do Lumiar. Aqui é o celeiro de cultura do Estado do Maranhão e nada mais louvável do que votar". 

O vereador pediu que fossem analisados nos anais dos arquivos se já não constava algum desses conselhos. Disse estar falando com base num projeto seu que passou e não se teve resposta.

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

VER.MARCELO PORTELA LUTA PELO POVO CARENTE DE PAÇO DO LUMIAR, QUE PODE SER DESPEJADO


(Entrevista ao blog Giro77)


“Não existe invasor de terra em Paço do Lumiar, o que existem são ocupações, as terras que estavam lá, são do povo porque são do Estado. E hoje essas pessoas correm o risco de perderem seus lares”.

O Ver.Marcelo Portela começou o seu discurso no 1° dia de trabalhos oficiais na Câmara Municipal de Paço do Lumiar (05/02), saudando colegas de parlamento, povo presente e funcionários da casa.

"...Amigos da imprensa, como sempre muito importantes, e quero contar hoje mais do que nunca com vocês para que possam levar a triste realidade que ocorre em Paço do Lumiar, não hoje, mais há muito tempo. E que a maior parte da população, não só luminense, mas de toda a ilha de São Luís desconhece. Eu falo aqui hoje sobre o DESPEJO FORÇADO aqui na nossa cidade. Nós temos hoje mais 36 comunidades, que correm o risco de amanhã não existirem mais".

2009. TRATORES DEVASTAM BOB KENNEDY E NASCE MENINO GABRIEL

No dia 18 de novembro de 2009, a Vila Bob Kennedy viveu um verdadeiro pesadelo. Uma ordem judicial determinando a reintegração de posse do terreno onde fica a Vila, fez com que um trator derrubasse as casas de 44 famílias que habitavam no local. Passado um ano, a população conseguiu um decreto de desapropriação do terreno que deu direito de posse aos moradores da Vila, que hoje se chama Menino Gabriel.

"Pessoas perderam suas casas. Imagine só a situação, uma mãe ao chegar da maternidade com seu filho recém-nascido, se deparou com um trator passando por cima de sua casa. Nesse mesmo momento ela teve de voltar à maternidade, com hemorragia, o nome dessa criança, era Gabriel, por isso essa comunidade mudou de nome". Relatou o parlamentar.

A AGONIA DE QUEM PERDEU O LAR

(Após o despejo) 
“Já que a gente não tem pra onde ir, o jeito é ficar vigiando o que ainda restou”, disse Rafisa Alves Mendes. Ela, juntamente com seu marido e parentes, possuíam uma madeireira. Esta foi demolida, assim como a casa onde moravam. Recolhemos os destroços úteis e equipamentos, e levamos para um galpão próximo, que pertence a um amigo da família". 

A COMUNIDADE RENASCE

Às vésperas do Natal (2010), os moradores conquistaram o direito à moradia e comemoraram mais essa vitória. “Foi o melhor presente de Natal que podíamos ter recebido. Agora o terreno é nosso e vamos poder buscar melhorias em todos os setores, comemorou o presidente da Associação dos Moradores, Luciano Aguiar.

COMUNIDADES QUE PODEM CAIR

(casas destruídas após despejo)
Eugênio Pereira, Cajueiro, Renascer, Cordeiro, Luís Fernando e outras.
O vereador relatou que "Hoje nós temos mais 5 comunidades em risco iminente de a qualquer hora, ir ao chão. Eugênio Pereira, só essa comunidade tem mais de 700 casas. Então a gente vê o quantitativo de pessoas, de vidas que podem estar prejudicadas amanhã. O Cajueiro, a qualquer momento também cai. Renascer, Comunidade Cordeiro, Luís Fernando e por ai vai. Então eu peço para que possamos nos irmanar, com essa grave situação ocorrida em Paço do Lumiar. Que possamos unir esforços sim, para evitar que Paço do Lumiar, novamente não viva uma situação crítica como esta". disse Marcelo.

ESPECULAÇÃO IMOBILIÁRIA. PROJETO MINHA CASA MINHA VIDA

Com relação a este assunto, o vereador explanou "afinal de contas, hoje, com a especulação imobiliária, devido à valorização das terras, principalmente por um projeto chamado Minha Casa Minha Vida. Um projeto que veio, entendo eu, para acabar com um problema grave em nosso país, que é a questão da habitação.

Nós temos de ter muito cuidado com relação a essa avaliação, porque na verdade, as pessoas pobres, as pessoas que realmente deveriam estar sendo beneficiadas, estão é perdendo o seu teto, estão perdendo seu porto seguro".

O PAÇO É DO POVO, POIS É DO ESTADO

Em seu discurso, Portela disse que "Quem recebeu título na ilha de São Luís, e isso poucas pessoas sabem. Quem recebeu titulo aqui pessoal, eram terras de sesmarias, na época que o imperador achava que deveria dar título de terra a alguém, e saibam que Paço do Lumiar não tem terras de sesmarias,
Essa ilha pertenceu durante muito tempo, até a constituição de 1988, ao Governo Federal, e o governo federal não deu um grão de areia a ninguém. De 88 pra cá, a ilha de São Luís passou a ter como dono o Governo do Estado, que também não distribuiu terras.

Alguns conjuntos como o Maiobão onde algumas pessoas têm seus títulos, em nenhum outro lugar deveria existir isso. A não ser as comunidades que não invadiram, não existe invasor de terra em Paço do Lumiar, o que existem são ocupações, as terras que estavam lá, que não é de ninguém, é do povo porque é do Estado. E hoje essas pessoas correm o risco de perder seu lar". 

O VEREADOR QUESTIONA ÁREA DA COMUNIDADE PINDOBA PERTENCER A UMA CONSTRUTORA

(Marcelo Portela em reunião na Pindoba)
O vereador alertou para a gravidade do assunto "Pra vocês terem ideia da gravidade da coisa, a comunidade de Pindoba está em litígio, como que isso pode está acontecendo, se existe um estudo com relação a essa comunidade, onde o documento mais antigo encontrado, data de 1900. Nessa época Pindoba já existia, e esse documento fala de uma Pindoba muito mais antiga, São Luís completou 400 anos, e Pindoba pelo estudo, acha-se, que a comunidade tem 300 anos. Mas agora chegou uma construtora, que diz que ela é dona dessa área. Tem certidão, como? É o povo pobre de Paço do Lumiar que sofre, é a comunidade de Terra Sol que está próximo ao Araçagi, que pode vir ao chão a qualquer momento, isso porque pobre não pode mais morar perto de praia em São Luís".

Marcelo Portela chama a atenção para a importância dessa matéria e convida os vereadores a debruçarem-se com muito carinho, com muito cuidado, isso porque a população que os elegeu para defendê-la, está sofrendo. “E que não vejamos isso apenas como voto, como eleitor, mas como pessoas”. Afirmou o parlamentar do PHS.

A PÁGINA MAIS TRISTE DA HISTÓRIA DE PAÇO DO LUMIAR SERÁ VIRADA. CRIANÇAS E IDOSOS NÃO FICARÃO MAIS SEM LAR

(Dono decide despejar as famílias)
Os vereadores apoiaram a iniciativa de Marcelo Portela, e o mesmo agradeceu, e disse que com todas as dificuldades iria seguir em frente com sua luta.

"De qualquer forma travaria essa luta, pois ao meu lado, existe um povo guerreiro que nunca desistiu de seus ideais, e que não deixaria de lutar por aquilo que é de seu direito. Mas vejo, e agradeço mais uma vez, com certeza com a união desses esforços, nós iremos virar a página mais triste da história de Paço do Lumiar. Que nunca mais nosso município saiba o que é uma criança chorar, por não ter onde dormir.

 Porque quando uma casa cai, muda a vida de uma pessoa, aquela criança que todo dia tomava seu banho, tomava seu café e ia pra escola, não vai mais, ela não tem mais uma casa, não tem mais referência. Ela perde o ano letivo, o problema é muito mais grave do que se possa imaginar. São idosos que residem nessas comunidades, pessoas de 70, 80, 90, 100 anos, residem em áreas de risco em Paço do Lumiar. E como vai ser o amanhã dessas pessoas sem sua moradia?"

QUEREM POR O POVO PRA FORA, NA MARRA

O parlamentar  propôs união entre Executivo e Legislativo. "Peço também ao poder executivo que participe dessa luta. O que mais existe em Paço do lumiar, são terras que se dizem foreiras, mas que as pessoas não pagam imposto a mais de 20 anos e como podem ser donas de alguma coisa? Que o município reveja essa situação, e busque essas terras novamente. Algumas das nossas comunidades estão justamente nessas áreas, gigantescas, que por algum motivo foram dadas a alguém que nunca pagou imposto.

E agora devido à valorização da terra, querem reaver, e botar pessoas de bem pra fora de casa. Sei da sensibilidade do nosso prefeito Josemar. Que seja feito um estudo, em larga escala, e que essas áreas possam voltar ao domínio do município, e que seja dada posse, a quem sempre esteve lá trabalhando, com suas hortas".

O vereador destacou para o vice-pres. Itaparandi, que em respeito ao povo, o que estava sendo debatido na casa, tivesse um retorno imediato. “Não pode ficar amarrado.” disse ele. Por se tratar de um tema complexo, o vereador quer contar com o auxílio do 1° Secretário, Wellington Sousa nessa luta, pois sua experiência como advogado conta muito.
Vejo que de maneira responsável, o 1° dia mostra que é uma Câmara que quer trabalhar pelo povo!"

A CONSTRUTORA CANOPUS E O CRIME AMBIENTAL EM PAÇO DO LUMIAR

(Lixão entre Pindoba e Iguaíba)
Marcelo Portela adiantou outro assunto de extrema relevância que ganhará espaço na tribuna da Câmara. Itaparandi tocou na questão ambiental, e o vereador acrescentou. "Na comunidade de Pindoba, Iguaíba, está sendo construído de forma criminosa, na área do lixão que é outro problema grave, estão querendo jogar dejetos no mangue. Vindos de uma comunidade do Minha Casa Minha Vida, O Novo Horizonte, pra dentro do Iguaíba, pra dentro do mangue. Nós não iremos permitir que a Canopus Construtora, autora desse projeto, mostre como ela conseguiu autorização ambiental pra esse crime". 



O APOIO DOS COMPANHEIROS DE PARLAMENTO

VER.IRMÃO CAMPELO

Parabenizou Marcelo por tratar de um assunto de extrema relevância para o povo e disponibilizou total apoio. ”O que depender do vereador Campelo, eu apoio.”

VER.JORGE MARÚ

Com relação à desapropriação de terras, o ex-1° secretário, parabenizou Portela pela abordagem do assunto de interesse dos mais carentes, e citou uma lei de autoria do ex-vereador Zeca de Sacico. Em linhas gerais, a lei autoriza o chefe do Poder Executivo a conceder propriedade para um morador que já estiver residindo num imóvel a mais de 5 anos, utilizando os sistemas de água e energia.


VER.WELLINGTON SOUSA

Deu os parabéns a Marcelo Portela, e disse que situação difícil também está vivendo o Loteamento Pres. Vargas, na Av.14 do Maiobão. Pessoas que compraram lotes há 17 anos, de uma hora pra outra, aparecem donos. O corretor na verdade não era um profissional, e sim, falso. As pessoas construíram suas casas e agora estão sendo processadas. Com risco de haver reintegração de posse, por parte dos supostos donos da localidade. "O Ministério Público solicitou inquérito" relatou o 1° Secretário.

Wellington disse ser conhecedor da realidade das comunidades Mojó, que é mais antiga, e da Pindoba também. "Nós temos de criar uma comissão especial para tratar desse relevante assunto". Finalizou dizendo que tem o interesse de contribuir. 


VER.ALDERICO CAMPOS

Alderico Campos parabenizou Marcelo e citou a forma como é tratada a aquisição de terras em São José de Ribamar. Para que alguma pessoa seja considerada dona de alguma terra, tem de haver a aprovação da Câmara Municipal, antes mesmo da aprovação da Secretaria de Obras apresentar seu parecer.

O ex-pres. da Câmara falou sobre o caso da Pindoba. Disse que o terreno em litígio que estava em nome de um deputado, teve sua propriedade cancelada.

Confira discurso completo de Marcelo Portela, com parte; Itaparandi

VER.SÍLVIA INÁCIO reivindica condições dignas de trabalho, no NÚCLEO DE ENDEMIAS da Secretaria de Saúde de Paço do Lumiar.



“Eu fiquei estarrecida com a situação da saúde em Paço do Lumiar. Está tão ruim, que os profissionais deste setor estão tendo que utilizar o banheiro do supermercado Maciel, pelas péssimas condições que se encontra o deles”. Disse a vereadora na Câmara Municipal.

A Primeira reivindicação da vereadora Silvia Inácio, pertencente à Comissão de Saúde da Câmara, foi para que a administração municipal tivesse mais atenção com o Núcleo de Endemias, que fica na Secretaria Municipal de Saúde, no CSU. “Várias comunidades estão sofrendo com doenças como a esquistossomose, a conhecida barriga d’água. Santa Clara, Luís Fernando e muitas outras em Paço”.

A parlamentar chamou a atenção dos colegas vereadores e do povo presente na sessão, para a falta de condições para a realização de um trabalho de qualidade naquela área.

“Constatei de perto, em visita que fiz à secretaria que existem diversos materiais quebrados; microscópios em péssimas qualidades; ar condicionado que não funciona, além da falta de proteção contra infecções durante o trabalho. E uma grande dificuldade é a falta d’água constante no ambiente, os profissionais utilizam baldes para fazer o abastecimento.”

O Ver.Alderico Campos pediu parte e perguntou sobre o salário dos servidores, se estava atrasado, ou se estava tudo bem; Silvia disse “não entrei em detalhes sobre essa situação”.
A vereadora encerrou pedindo a visita principalmente do pres. da Câmara Leonardo Bruno.







QUEM:
Vereadora Silvia Inácio (PRP)
REIVINDICAÇÃO:
Condições de trabalho dignas no Núcleo de Endemias, na Secretaria Municipal de Saúde no CSU.
RESPOSTA DA ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL:
Acatada pelo Ver. Irmão Campelo, líder de governo na Câmara Municipal, e pelo pres. Leonardo Bruno.

CEMITÉRIO DA MAIOBA está ABANDONADO diz VER.CHARUTO



O vereador veterano, Charuto diz que vem pedindo há 13 anos aos prefeitos que ao longo desse tempo administraram o município, atenção para com o Cemitério da Maioba, mas que absolutamente nada foi feito a respeito, para que a situação fosse resolvida. “Pedi para o Mábenes, pro Gilberto e para a Bia, e nunca fizeram nada”.
O vereador mostrou-se preocupado, não só por si, mas pela comunidade, pois Charuto relatou que pessoas já foram enterradas até a noite, inclusive de outros municípios vizinhos. O fato de ser a noite é para evitar que chamasse a atenção dos moradores. “Pessoas de Raposa e de São José de Ribamar estão sendo enterrados ali”.
Finalizando seu 1° pronunciamento na Câmara Municipal, o parlamentou relatou “Sou nascido e criado na Maioba, meu pai e diversos outros familiares meus foram enterrados ali. Quero falar também que a presença de animais destroem os túmulos, devido à falta de um muro de proteção. O cemitério tem de ser murado”.

QUEM:
Vereador Charuto (PSD)
REIVINDICAÇÃO:
Colocar um administrador e fazer um muro no cemitério da Maioba.
RESPOSTA DA ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL:
Acatada pelo Ver. Irmão Campelo, líder de governo na Câmara Municipal.

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

MARÍLIA GABI GABRIELA CHAMA PASTOR SILAS MALAFAIA DE PORRA EM SEU PROGRAMA ao tratar de HOMOSSEXUALIDADE




O clima no programa (03/02) esquentou quando o assunto foi homossexualidade. O pastor é um opositor ferrenho da prática, se não o mais "eu amo os homossexuais, mas discordo 100% de suas práticas". 

Ao afirmar que ama os gays, Gabi achou ali uma oportunidade para que os homossexuais simpatizassem ou pelo menos entendessem a posição do pastor. 

"Então diga de boca cheia" insistiu a apresentadora. "Querida isso eles sabem, não são bobinhos não...Concordar com uma pratica é uma coisa, amar a pessoa é outra."

Mais o palavrão saiu mesmo quando o pastor Silas, uniu no mesmo grupo, homossexuais e bandidos "eu amo os homossexuais, como eu amo os bandidos, amo assassinos, vumbora...eu aumento o leque, porque eu amo." 

Diante da afirmação, Marília em tom sarcástico, solta 
"Você tá colocando homossexual, ao lado de bandido, assassino PORRA!"

O bloco foi finalizado, e o pastor disse "Eu não gosto de uma prática, e tô dizendo pra você!"



DEPUTADO JEAN WYLLYS FALA SOBRE DECLARAÇÕES DE SILAS MALAFAIA



O deputado Jean Wyllys resolveu se pronunciar sobre a polêmica entrevista do pastor Silas Malafaia concedida à Marília Gabriela na noite do último domingo (03).
Através da sua página oficial no Twitter, o baiano rebateu a maioria das colocações de Silas contra os homossexuais.

─ Se esse vendilhão do templo homofóbico e semeador de ódio não tivesse horário na tevê aberta nem falasse à grande mídia, poderia ignorá-lo. De todas as homofobias, a mais chata é aquela que vem disfarçada de “preocupação” com problemas “mais sérios”: por que não falar da fome? ─ questionou aos seguidores da rede social.

VER.SÍLVIA INÁCIO E VER.MARINHO DO PAÇO FALAM SOBRE PROJETOS


O Ver. Marinho do Paço protocolou o Projeto de Lei 001/2013. Já apelidado de LEI DO CORTE.

Finalidade:

Proibir as concessionárias de água e luz, CAEMA e CEMAR de cortarem os seus serviços, por inadimplência no período de 12 horas de sexta-feira até doze horas de segunda-feira, bem como às doze horas que antecedem os feriados. 

Segundo o Vereador Marinho, a Lei não vem para beneficiar ou proteger o calote, tendo em vista que os demais dias úteis o corte poderá ser efetuado normalmente. 

Objetivo:

Garantir o direito a dignidade do cidadão, pois as famílias ficam privadas desses serviços públicos essenciais durante longos períodos, sofrendo graves danos materiais no caso da energia e danos à saúde no caso da falta de água nas torneiras. 

Ver. Silvia Inácio

Citou uma reivindicação sua na última sessão da Câmara (01/02), referente à iluminação pública, e que foi atendida pelo prefeito Josemar Sobreiro “Ele já enviou sua equipe para que possa resolver o problema” 

LANÇAMENTO DA CAMPANHA MATRÍCULAS 2013 "O FUTURO DO SEU FILHO COMEÇA NA ESCOLA"

Na manhã de hoje (04/02), a prefeitura Municipal de Paço de Lumiar promoveu o lançamento da campanha de Matrículas 2013, com o tema “O futuro do seu filho começa na escola”, que realizou - se na UEB Padre Paulo Sampaio, situada na Avenida 08 do conjunto Maiobão. A campanha desenvolvida pela Prefeitura de Paço do Lumiar por meio da Secretaria Municipal de Educação marca o início das matrículas para o ano letivo, no período de 04 a 08 de fevereiro de 2013.


Os diretores discutiram e apresentaram suas experiências com o objetivo de proporcionar uma educação que tenha a cara de Paço do Lumiar, que tenha uma identidade. O secretário de educação do município, Paulo Buzar foi enfático, devido sua longa experiência, em dizer que "cada município tem o seu jeito de tratar a educação. Tenho certeza que a experiência de vocês contará muito nesse momento. Nosso objetivo é dar autonomia para que as profissionais de educação façam seu trabalho como sabem. Pois conhecem a realidade de suas comunidades, e vão saber resolver os problemas de maneira eficaz".


O prefeito municipal destacou a importância primordial na atenção para com os alunos. "A base do caráter e da formação de seres humanos conscientes começa na escola, e vocês tem papel fundamental na formação dessas crianças e jovens do nosso Paço do Lumiar. Tenham a certeza que os recursos da educação, não serão usados em outras áreas. Vamos mudar a forma como se faz educação nesse município, pra melhor, valorizando as pessoas e os profissionais da educação" ressaltou Josemar Sobreiro em sua fala.

QUAL O SIGNIFICADO DA SUA VIDA?


O jovem comete o erro de esperar apenas respostas de escolhas que não tem um real sentido. O ideal é saber exatamente o que cada escolha nossa significa de verdade, e só assim conseguir o tão esperado reconhecimento que nós julgamos ser merecedores. No vídeo, vovô Alfredo tem um sentido pra sua vida, e você, qual é o seu? ele existe?