quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Prefeitos de Goiás são presos por fraude em licitação de remédios

Um total de 12 prefeitos de Goiás foram detidos nesta terça-feira na "Operação Tarja Preta", suspeitos de participarem da fraude de licitações para a compra de remédios, informou a imprensa local. O Tribunal de Justiça de Goiás pediu a prisão temporária, por cinco dias, para os 12 prefeitos, que foram transferidos para um complexo penitenciário de Goiânia.  O grupo, acusado de fraude na venda de remédios, foi desarticulado na manhã de hoje. Também possuem envolvimento no esquema, segundo as investigações, secretários de saúde e advogados. Os detidos são acusados de formação de quadrilha, corrupção, falsidade ideológica e lavagem de dinheiro, de acordo com as mesmas fontes.

Sem comentários:

Enviar um comentário