segunda-feira, 8 de Julho de 2013

MC DALESTE LEVOU UM TIRO E MORREU NO HOSPITAL EM CAMPINAS-SP. POLÍCIA JÁ TEM PISTAS DO ASSASSINO. USAVA LUVAS E ESTAVA COM UMA CÂMERA. FUGIU NUM GOL VERMELHO

Funkeiro MC Daleste sofreu um tiro de raspão antes de disparo fatal, diz delegado

Do UOL, em São Paulo*
  • Reprodução/Facebook
    O Funkeiro MC Daleste, de 20 anos, morreu após levar tiro no palco de um show em Campinas (SP)
    O Funkeiro MC Daleste, de 20 anos, morreu após levar tiro no palco de um show em Campinas (SP)
O funkeiro Daniel Pellegrine, mais conhecido como MC Daleste, levou um tiro de raspão momentos antes do tiro fatal. Segundo o delegado responsável pelo caso, Rui Pegolo, da Delegacia Seccional de Campinas (SP), o primeiro tiro atingiu a axila direita do MC. "Ele sentiu, mas, sem ver o ferimento, prosseguiu com a apresentação", disse Pegolo ao UOL.
MC Daleste morreu na madrugada de domingo (7) após ser atingido por um tiro que entrou por abdômen e saiu pelas costas dez minutos após o início de um show no CDHU do bairro San Martin, em Campinas. O cantor chegou a ser socorrido e levado para o Hospital Municipal de Paulínia, mas morreu no centro cirúrgico à 0h55. Logo após o ocorrido, fãs publicaram vídeos do momento do disparo na internet.
Segundo o delegado, serão ouvidos nesta quarta-feira (10) os parentes da vítima e pessoas que faziam fotos da plateia em cima do palco. Uma das testemunhas registrou uma imagem do público no mesmo instante em que o cantor foi atingido. Existe a possibilidade de o fotógrafo ter uma imagem do criminoso. A Polícia, que montou uma Força Tarefa para apurar o ocorrido, trabalha com duas hipóteses principais: a de crime passional e a de uma desavença com o contratante do show. 
O delegado também apura uma denúncia de que o suspeito do disparo estaria de luvas, com uma câmera na mãos e teria fugido em um carro de pequeno porte vermelho depois do crime. Pegolo disse também que denúncias anônimas podem ser feitas pelo disque-denúncia, 181, ou enviadas para o e-mail campinas.cepol@policiacivil.sp.gov.br . 
Ampliar

Mortes na música em 201328 fotos

2 / 28
30.jan.2013 - Nenê Benvenuti, baixista da banda Os Incríveis, aos 65 anos Leia maisGil Passarelli/Folhapress
Atirador
O que se sabe até agora é que o atirador estava a uma distância de 20 metros a 30 metros do palco. O tiro teria sido dado a uma altura de 1,70m a 1,80m do solo. "Olhando a cena do crime de cima do palco, o tiro veio da esquerda para a direita. A bala atingiu o abdomem do cantor, do lado esquerdo, e transfixou seu corpo."
Não se pode precisar a arma usada, porque não foi encontrado nenhum projétil. A bala que atingiu MC Daleste atravessou ainda um tapume no fundo do palco. Um segundo tiro teria sido disparado. "Mas acreditamos que tenha sido usada uma pistola. O que temos certeza é que o autor sabia atirar bem", disse o delegado. A principal hipótese da polícia é que o atirador tenha se escondido em um terreno baldio, escuro, onde há uma construção e um morro.
Enterro
O funkeiro foi enterrado por volta de 9h40 desta segunda-feira (8), no cemitério da Vila Formosa, na região leste de São Paulo. Centenas de fãs acompanharam o enterro cantando músicas do artista.
"Meu irmão não tinha inimigos, ele era da paz. Não consigo imaginar quem possa ter feito isso com ele. Quero justiça. O criminoso tem que ser preso", afirmou ao UOL Rodrigo Pellegrine, 26 anos, irmão e parceiro musical de Daleste. Rodrigo estava no palco no momento em que o MC foi baleado.
Daleste fazia parte do grupo de funkeiros que canta "funk ostentação" ou "funk paulista", em que temas de preocupação social dão lugar a letras sobre dinheiro, marcas de roupa, carros, bebidas, joias e mulheres. O funkeiro cantava os hits "Gosto Mais do que Lasanha" e "Mais Amor Menos Recalque", esse último já foi reproduzido mais de 1 milhão e 600 mil vezes no YouTube. Em outra canção, "Apologia", o MC escreveu "Matar os policia é a nossa meta / Fala pra nois quem é o poder / Mente criminosa coração bandido / Sou fruto de guerras e rebeliões".

*Com informações de Estadão Conteúdo



'Inveja mata', diz pai de MC Daleste 

sobre assassinato de filho

Corpo foi enterrado em São Paulo na manhã desta segunda-feira.
Funkeiro foi morto durante show em Campinas, no sábado.

Letícia MacedoDo G1 São Paulo
1328 comentários
MC Daleste foi enterrado em cemitério da Zona Leste de São Paulo nesta segunda-feira (Foto: Letícia Macedo/G1)MC Daleste foi enterrado em cemitério da Zona Leste de São Paulo nesta segunda-feira (Foto: Letícia Macedo/G1)
O corpo do funkeiro Daniel Pellegrine, o MC Daleste, foi enterrado às 9h40 desta segunda-feira (8), no Cemitério da Vila Formosa, na Zona Leste de São Paulo. O músico de 20 anos morreu após ser atingido por um disparo quando começava um show no bairro San Martin, em Campinas, no interior do estado, na noite de sábado (5).
O velório foi acompanhado por muitos fãs, amigos e familiares de Daleste. Em alguns momentos, pôde-se ouvir canções do músico cantadas pelo público que acompanhava o enterro.
Ao deixar a sala de velório para o enterro, um dos acessos do Cemitério da Vila Formosa foi fechado. Parte do grupo que queria acompanhar o enterro deu a volta para tentar entrar por outro portão. Outra parte, forçou uma entrada que estava fechada. Entretanto, não houve tumulto. A Guarda Civil Metropolitana acompanhou a cerimônia.
Pai de MC Daleste afirma que filho foi morto por inveja (Foto: Letícia Macedo/G1)Pai de MC Daleste afirma que filho foi morto por
inveja (Foto: Letícia Macedo/G1)
O pai do MC Daleste, Roland Pellegrine, disse que estava arrasado com o crime e que o filho foi morto por inveja. "Foi inveja. Inveja mata." Ainda segundo ele, a vítima não tinha inimigos. "Era um menino muito bom, um menino carismático, dócil. Ele não tinha inimigos", afirmou.
Ao ser enterrado, os fãs também cantaram muitas músicas de MC Daleste, que foi bastante aplaudido."Meu filho seria o rei do funk", disse Roland após o enterro.
O músico Leonardo de Freitas, de 21 anos, conhecido como MC Leo da Baixada, afirma que o amigo ajudou vários outros MCs. Para ele, o que mais choca neste caso é a imagem do crime. "A gente vê ele no palco tentando alegrar todo mundo e acontece isso aí. Tem gente que não tem coração”, disse. Leo também acredita que MC Daleste tenha sido vítima de inveja, mas não especifica quem poderia fazer isso contra o amigo. MC Leo gravou o funk "Ostentação fora do normal” com Daleste.
O músico lembrou que outros funkeiros também foram mortos recentemente. “Parece que está ficando normal. O pessoal está se acostumando”. O MC Rodrigo GR6 listou outros MCs assassinados: "Felipe Boladão, MC Careca, MC Primo, o Daleste... Quem será o próximo?", disse Rodrigo. Segundo ele, artistas do funk de São Paulo e do Rio deverão se articular para discutir a questão e tomar providências.
Imagens do crime
Novas imagens divulgadas na internet mostram o momento em que MC Daleste éatingido por um tiro durante o show.  O vídeo, feito em outro ângulo, mostra o instante em que o cantor cai no palco. (Veja as imagens feitas de outro ângulo)
Ao menos dois disparos foram dados em direção ao cantor, que se apresentava em uma quermesse no conjunto habitacional da Vila San Martin, em Campinas. MC Daleste foi atingido no abdomên quando iniciava o show.
MC Leo também acredita que amigo foi morto por inveja (Foto: Letícia Macedo/G1)MC Leo também acredita que amigo foi morto por
inveja (Foto: Letícia Macedo/G1)
A festa era gratuita e segundo os moradores, ao menos três mil pessoas acompanhavam a apresentação. O show do funkeiro foi anunciado como atração surpresa durante a semana. Após atingir o cantor, a bala atravessou estruturas do palco.
Na manhã deste domingo (7), investigadores da Divisão de Homicídios da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) ouviram testemunhas que estavam no show. O inquérito policial para investigar o caso deve ser aberto nesta segunda. O número de disparos, que partiram de um terreno baldio, não foi informado pela polícia.
A polícia busca um gol vermelho, usado pelo assassino durante a fuga. A principal linha de investigação é a de vingança. Testemunhas contaram para os policiais que, em outros shows pela região de Campinas recentemente, seguranças a serviço do cantor teriam agredido algumas pessoas. Até o início da tarde desta segunda-feira, nenhum suspeito tinha sido preso.
Marca de sangue no palco onde o funkeiro foi morto em Campinas (Foto: Reprodução / EPTV)Marca de sangue no palco onde o funkeiro foi morto
em Campinas (Foto: Reprodução / EPTV)
Morte
Daniel Pellegrine morreu após ser atingido por um disparo no abdômen quando começava um show no CDHU do bairro San Martin, em Campinas. A Polícia Militar informou que o cantor foi levado para o Hospital Municipal de Paulínia, mas não resistiu aos ferimentos e morreu durante a madrugada. Logo após o ocorrido, um fã publicou um vídeo na internet, que mostram o momento em que MC Daleste é atingido por um tiro.


Funkeiro MC Daleste morre após levar tiro em show; fã registra momento em vídeo

Mariane Zendron
Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução/Facebook
    O funkeiro Mc Daleste chegou a ser socorrido, mas morreu na madrugada deste domingo (7)
    O funkeiro Mc Daleste chegou a ser socorrido, mas morreu na madrugada deste domingo (7)
funkeiro Daniel Pellegrine, de 20 anos, mais conhecido como MC Daleste, morreu após levar um tiro durante um show realizado em Campinas (SP), na noite deste sábado (6). A polícia ainda não divulgou informações sobre o suspeito do disparo. 
De acordo com a Polícia Militar, o funkeiro fazia um show no CDHU do bairro de San Martin quando foi atingido. A vítima chegou a ser socorrida e levada para o Hospital Municipal de Paulínia. Ao UOL, a instituição informou que a bala atingiu o tórax do cantor. Ele chegou a ser levado para o centro cirúrgico, mas morreu à 0h55.
O corpo já foi encaminhado para o IML de Campinas e será sepultado em São Paulo. Ainda não há informações sobre velório ou enterro.  
Um fã que estava na plateia registrou o momento em que ele foi baleado e publicou o vídeo na internet. Glauco Gabriel, que é indicado nas redes sociais como produtor de MC Daleste, confirmou a morte pelo Twitter do músico. "Infelizmente, ele se foi e está junto a Deus e a mãe dele".

Daleste cantava os hits "Gosto Mais que Lasanha" e "Mais Amor Menos Recalque", esse último já foi reproduzido mais de 1 milhão e 600 mil vezes no YouTube.

A produtora Paula Lavigne comentou o caso em seu Twitter. Disse que espera que quem fez isso seja preso e que está chocada. 

Momento do disparo:



Veja o MC contando sua história:



MC Daleste, de 20 anos, foi baleado no palco, em Campinas. Seis testemunhas já foram ouvidas. A polícia trabalha com várias linhas de investigação.

Paulo GonçalvesCampinas, SP
O inquérito foi aberto na manhã desta segunda-feira (8). Pelo menos seis testemunhas foram ouvidas. Algumas disseram ter visto uma pessoa armada com pistola filmando o show, mas a polícia trabalha com várias hipóteses: vingança por uma discussão na chegada do funkeiro ao local do show, crime passional ou até algum desacordo profissional.
O laudo pericial vai ser agilizado e deve sair nos próximos dias para auxiliar as investigações. O enterro de MC Daleste aconteceu nesta manhã em São Paulo e foi acompanhado por centenas de fãs, amigos e parentes.
O pai do funkeiro não se conforma com a morte do filho. "Menino carismático e dócil. Eu tô arrasado, gente", comentou Roland Pellegrine, pai de MC Daleste.
Foi em um palco montado para uma festa junina em um conjunto habitacional de Campinas, no interior de São Paulo, que o funkeiro MC Daleste foi assassinado no sábado à noite.
As imagens divulgadas na internet por testemunhas também foram gravadas em outro ângulo. O disparo atingiu o abdome do cantor. "Todo mundo tinha pensado que era brincadeira, que era coisa da dança. Na hora que ele levantou as costas dele estavam cheias de sangue. Aí todo mundo saiu correndo, gritando: acertou o Daleste, mataram o Daleste, corre, mataram o Daleste. É tiro", conta uma testemunha.
No dia seguinte ainda era possível ver as marcas de sangue dos disparos. O funkeiro de 20 anos foi levado para o Hospital Municipal de Paulínia, mas não resistiu aos ferimentos. De lá o corpo seguiu para a capital onde mora a família.
Funkeiros comentaram a morte de MC Daleste. A MC Pocahontas postou uma foto com o cantor e se diz muito abalada. O MC Guimê pede justiça.
MC Daleste ficou conhecido pelo funk ostentação ou funk paulista, que mistura a batida do funk carioca com letras sobre bens materiais. Em vez de ousadias sexuais, os temas são artigos de preços altos: carros, motos, óculos, roupas, bebidas. A batida não é diferente do funk carioca que esquenta bailes há 40 anos. Muda o sotaque, as letras e imagens.

4 comentários:

  1. 7+7=14+7=21 luto ao meu amado daniel pelegrini meu mc daleste.

    ResponderEliminar
  2. quem fez uma coisa dessa é um sem noção pra que fazer uma coisa dessa não é atoa que o mc daleste fez aquela musica -recalque pq nquem mato ele é invejoso

    ResponderEliminar
  3. quem fez isso com daleste mereçe morrer

    ResponderEliminar
  4. meu deus como a inveja pode chegar a esse ponto....meu daleste vai com deus...

    ResponderEliminar

COMPARTILHE COM OS AMIGOS