sexta-feira, 10 de maio de 2013

VER.MARINHO - DISCURSO CONTRA BLOGUEIRO CLAYTON COLLINS (25a SESSÃO/ 10 Maio 13 - Sexta-Feira)

[O senhor vereador Marinho, sem revisão do orador] Esta aqui é uma situação que já tá até me causando um problema. Na verdade é sempre a mesma pessoa, causando distorno ao Poder Executivo, distorcendo as palavras do Executivo, do Legislativo. Me sinto triste, em ver hoje, que dentro da nossa sociedade, a imprensa convive com parte podre.

Eu estava no interior quarta-feira, quando abri na nustícias, ouvi, e vi. Aliás eu já venho vendo, lendo várias notícias dessa pessoa. Mas não dando importância até porque, acho que brincar de ser blogueiro, tem uma coisa, uma infantilidade. 

Mas, a partir do momento que registra uma ocorrência numa delegacia, contra esta casa, contra o vereador. Eu acho que já chegou, nós demos espaço, tudo tem seu começo, seu meio, seu fim. Então pra mim, chegou ao extremo. 

Enquanto estavam botando meu nome, criticano, as minhas palavras errada, ou as palavras dos outros vereadores, palavras erradas, tentando jogar, falano, que o presidente deu lição de moral no vereador Marinho. Do qual isso nunca aconteceu nessa casa, em qualquer minuto, tá?, em qualquer situação.

Essa pessoa, é o Clayton, infelizmente é ele. Sempre nessa situação, distorcendo todas as situações. Do coisa, eu não sei qual o motivo que ele tem, eu acredito que ele critica as palavras errada das pessoas, mas no entanto acho também que ele não é muito bom. Já estou começando achar, que o senhor vereador Marinho tem algo conta mim. Pra quem escreve errado,  acho que é difícil, né? Contame, é contabilidade ou que que é?, eu não sei, que tu quis falar aqui.

Tá então, quero dizer, quando ele me acusa de ter acusado ele, que eu tinha provas contra ele de pedofilia. Rapaz, eu nunca li vi, não sei a sua origem, não tenho nenhum situação contra a sua pessoa. Muito pelo contrário, acho que você se auto-denunciou de alguma forma. O que eu fiz, na tribuna passada, tive uma conversa com o Cloves, aqui da imprensa, convidei a ele, divulgar alguns trabalhos meus, não falei dessa parte aqui que taria encaminhando um projeto contra pedofilia.

Mas comentei com o nosso amigo Rildo aqui no salão, mas ele comentou que eu estaria comentando nos corredores, eu não sei nem, Câmara, corredores tem. Conversei com ele lá na porta, até de uma forma, de dar valor a ele, porque ele vive batendo nos vereadores. Convidando ele a participar, de uma investigação, que estaria eu Marinho do Paço, e os vereadores, sobre pedofolia, em Paço do Lumiar. 

Onde eu disse pra ele, que já tinhamos bastante andamento sobre a entrevista, mas nunca, eu queria que você dissesse aqui em plenário, eu autorizo você vir aqui. Se eu le acusei ou chamei de pedófilo, quanto isso eu quero lhe dizer, que minha parte jurídica está tomando as providências. Porque você vai ter que provas Collins, tá, se eu fiz isso, você chegou ao extremo.

Você já bateu no prefeito [Josemar], você já bateu no nosso presidente, na mesa diretora, você já bateu no Irmão Campelo, você já fez com Jorge Maru, com a nossa Vanusa, por último aqui, você agiu de má fé com a nossa Sílvia Inácio, fingindo uma conversa com ela,cabe a e no entanto, filmando e gravando botando no seu blog, sem autorização dela. Que cabe a ela sim, abrir um processo contra você.

E não estou defendendo o vereador Marinho do Paço, tô defendendo esta casa. Porque esta casa tem que ter respeito, ta? Nós fomos colocados aqui dentro pela vontade do povo, não pela vontade da imprensa. A imprensa nós respeitamos pra divulgar o nosso trabalho. Então eu considero você [Clayton], uma parte podre da imprensa. Vou tomar todas as minhas providências possíveis seu Clayton. Pra que apure este caso que você me denunciou me acusando, que eu lhe acusei de pedofilia.

Nunca lhe acusei de pedofilia, não sei a sua orige, não sei da onde é, não sei seu conceito sexual. E sua mente sexual. O que você tem, o que você passa na sua mente. Agora muito me admiro, porque mais que me admiro ainda. Vendo essa matéria liguei pro nosso amigo Rildo  [Rilton Silva], Rildo? que negócio é esse bem ai? o mesmo convite que fiz a você, para participar, dessa minha investigação e divulgar os nomes dos bandidos que poderiam estar atuando nessa situação, aqui dento de Paço do Lumiar. 

Que que tá acontecendo, que que o Rildo respondeu? que no momento que eu falei com esse rapaz bem ali, ele correu daqui, houve um telefonema pro Rildo, dizendo que: se eu abrisse uma comissão sobre esse sentido, ele denunciaria o Rildo. Eu queria saber também do Rildo, se ele tem alguma coisa, porque eu não tenho nenhuma suspeita sobre Rildo, não tenho sobre ele.
Agora, a partir do momento que ele se manifesta, dizendo que ele é pedófilo...e quero dizer mais,  você chegou ao extremo, você chegou aos limites. 

Pra não se conter mais, você já bateu hoje, na sua matéria tá qui, em cima do nosso vice-prefeito [Marconi Lopes]. Criticando nosso vice-prefeito. Então você tem que ter respeito, respeito por esta casa, respeito pela casa do Executivo, e eu não vou admitir, eu como parlamentar não vou admitir que você criti ou julgue, qualquer situação desta casa, ou qualquer situação do executivo. 

Porque nós tamo trabalhano, eu tô correndo a 1.800 km, pra estar nessa sessão, 1.800 km pra mim tá nessa sessão aqui pra não perder. Porque o povo me colocou aqui dentro, independente do meu trabalho lá fora, eu tenho compromisso com meu povo aqui dentro. 

Porque não divulga as matérias, que de fato são de ótima, aqui dento junto do parlamento, como a de Marcelo Portela, que deu uma aula de geografia, eu duvido se está aqui no seu blog, as indicações do nosso presidente. Do nossos vereadores, do Irmão Campelo líder de governo. Então você não tem respeito com seus próprios colegas de imprensa.

Você não tem respeito com o legislativo, respeito pelo Executivo. Você é um cara novo. É uma pessoa nova, você tem tudo pra aprender, você tem tudo pra aprender. Mas desde que você possa andar, na linha correta.

Você tem uma matéria rezando bem aqui, eu acredito que você vai ter que rezar muito. Pra pedir pra Deus em primeiro lugar, tirar esse mar que existe dentro de você. Porque eu não vou - não vou. Pensar em duas vezes, 
em apurar este caso que você fez essa denúncia sobre mim. 

Eu vou até o fim seu Clayton, vou até o fim, eu espero que quem esteje lhe financiando pra fazer este tipo de acusações contra esta casa, lhe financie, pra você pagar, as suas despesas. Sobre isso aqui. Dos processos que vão le acarretar sobre isso aqui. 

Isso não é brincadeira, essa casa não é brincadeira. Essa casa, é uma casa séria. Os vereadores estão todos aqui empenhados, todos trazemos projetos, todos trazemos indicações. Pegando tanta pressão de prefeito, pegando pressão de prefeito. Pegando tudo! Tudo pra comunidade, mas você não divulga um trabalho, que os vereadores daqui estão fazendo.

Você leva sempre a medina, o nome dos vereadores daqui. O nome do prefeito. E eu vou tomar providência a fundo seu Clayton.  Tô lhe dizendo isso, não pelo vereador Marinho, mas sim por essa casa. Porque o povo me colocou nessa casa, e conto com o apoio dos colegas dessa casa. Da Sílvia Inácio que já foi repreendida por esse rapaz, da Orlete, do próprio presidente da casa, do Charuto, Irmão Campelo, Jorge Maru, todos eles, ofendidos por esse rapaz.

Então eu acho Clayton, que tudo tem que ter um limite. Eu espero que o seu padrinho, que esteje fazendo isso, lhe apadrinhando, também esteje com você na hora difícil. Por que eu tenho certeza que Deus não vai tá. Porque Deus não aprova este tipo de atitude. Eu sou um homem íntegro, pago meus impostos, trabalho, não tenho nada contra ninguém nesse município, ando com minha cabeça erguida. 

Tenho meus amigos, ando ni qualquer lugar. Tenho minha vida de livro aberto,  pra você e qualquer pessoa investigar, não tenho sequer, uma ocorrência policial, a não ser essa sua. Agora dentro daquela delegacia. Não respondo a nenhum processo. Não respondo nada. Você é uma vergonha pra imprensa de Paço do Lumiar! 

Agora espero bem aqui seu Clayton, a palavra que você distorceu, quando você disse que o Leonardo Bruno deu uma lição de moral no vereador Marinho, que você divulgue, o vereador Marinho, deu uma lição de moral, de vida, em Clayton Collins. Dento da casa, você é novo, você tem tudo pra aprender. Mas acredito que ainda, esse ainda não é o seu caminho da imprensa, porque você está do lado podre, e aqui, é difícil respirar, o mesmo ar que você está aqui dentro.

Meu muito obrigado!



4 comentários:

  1. EITA PORRA! ESSE PROFESSOR DO PREFEITO É O MESMO DESSE VEREADOZINHO BURRO (VEREADOR MARINHO BURRINHO), VAI FALAR MAU ASSIM! SÓ NA CAMARA DE VEREADORES DE PAÇO DO LUMIAR.VAI PRO MOBRAL SEU BURRINHO.

    ResponderEliminar
  2. Esse é o perfil dos nossos representantes, com o vereador marinho por nós. nós estamos é LASCADO. Vereador Mobral é melhor tu parar essa bunda nessa cadeira que tu comprou, de que tu ir pra tribuna se aparecer, e só fazer papel de PALHAÇO.

    ResponderEliminar
  3. EITA PORTUGUES BEM DIZÍDO QUE NINGUEM CORREGE!

    ResponderEliminar
  4. Essa é para o primeiro anônimo que digitou o comentário chamando o vereador Marinho de BURRO:
    VEREADOZINHO- Está errada a forma que você escreveu. A forma correta é VEREADORZINHO

    MAU- Está errada a forma que você escreveu. A forma correta é MAL

    CAMARA- Está errada a forma que você escreveu. A forma correta é CÂMARA.
    Obs: o anônimo do comentário está escrito também errado, mas nesse caso é o blogueiro Clayton que tem que corrigir, infelizmente não consegui me identificar no cabeçalho, mas informo que o meu nome é Felipe Santos do Maiobão.

    O discurso do vereador foi bastante extenso, no entanto você escreveu somente quatro linhas e cometeu todos esses erros.
    Não julgues para não seres julgado
    VAI ESCREVER MAL ASSIM!






    ResponderEliminar