quinta-feira, 4 de abril de 2013

Governadora volta a falar sobre candidatura em 2014


Roseana diz que pensa ficar no governo, mas lembra que pesquisa a põe em boas condições.

Marco Aurélio D´Eça
Editor de Política
05/04/2013 00h00
A governadora Roseana Sarney (PMDB) voltou a comentar ontem, durante visita às obras do Espigão Costeiro da Ponta da d’Areia, sobre seu futuro político a partir de 2014. Ela garantiu ainda não haver decidido se disputará uma vaga no Senado ou se ficará no governo até o fim do mandato. “Minha vontade é permanecer até o fim, mas há uma pesquisa que me mostra muito bem posicionada”, disse ela, que só pretende decidir em abril do ano que vem.
É a segunda vez que Roseana Sarney fala de seu futuro político em menos de um mês. Há três semanas, durante assinatura de Ordem de Serviço para construção de hospitais no interior, ela deixou claro às construtoras que “gostaria muito de entregar estes hospitais em março de 2014”.
Logo após a solenidade, jornalistas questionaram se a data de março tinha a ver com o mês seguinte (abril), quando termina o prazo para desincompatibilização dos que disputarão as eleições. Ela foi taxativa: “É o povo quem vai decidir o meu futuro”.
Desde o início do seu atual mandato, Roseana tem dito que pretende ficar até o final e encerrar a carreira política. Pesa a favor desta decisão o fato de ela querer estar mais próxima da família e se dedicar integralmente à convivência com os netos. Os aliados políticos, no entanto – e mesmo os membros da oposição –, sempre disseram que ela como candidata a senadora seria imbatível em 2014.
Pesquisas qualitativas mostradas para a governadora e seus aliados começaram a confirmar a tese da oposição, de que ela tem amplas condições de ser a vencedora da disputa pelo Senado. Isso tem levado tanto a própria governadora quanto seus aliados a reanalisar o seu projeto para 2014.

Sem comentários:

Enviar um comentário