segunda-feira, 11 de março de 2013

VER.MIAU VS ALDERICO CAMPOS - OS DOIS SE DEBATEM SOBRE FRAUDE NO CONCURSO DA CÂMARA. MIAU DIZ QUE NÃO ACREDITA NA INOCÊNCIA DO EX-PRESIDENTE

                              

O vereador desafiou o ex-presidente da Câmara, quando o mesmo se disse inocente das acusações de fraude no Concurso Público da Câmara Municipal de Paço do Lumiar. "Vocês lembram do meu pronunciamento de posse?". 

Será que era parecido com a musiquinha da campanha? "...pra acabar com os ratos da Câmara Municipal, vote Miau, vote Miau..."



O vereador disse que vai provar que o concurso da Câmara não foi fraudado por ele, em sua gestão como presidente, durante 2 biênios.



VER.MIAU OLIVEIRA DIZ QUE NÃO ACREDITA EM ALDERICO CAMPOS, SOBRE FRAUDE NO CONCURSO

O parlamentar disse que não acreditava que o ex-presidente da Câmara, fosse inocente nesse caso, pois o número de funcionários da casa é exorbitante, para comportá-los. Falou também que era muito estranho pessoas ligadas e ele, passarem no concurso. Confira:


Reveja a matéria exibida nesse blog, na terça-feira, 8 de Janeiro de 2013

EX E VEREADORES DECLARAM GUERRA À ALDERICO CAMPOS 

                
O ano mal começou e a Câmara já está pegando fogo.   A confusão do 'repasse''foi o estopim para os vereadores declararem de uma vez por todas, guerra ao ex-pres. da CâmaraAlderico Campos. Possivelmente sem receber seus vencimento os vereadores juntaram-se para detonar Alderico. Desta vez, foi o caso do concurso, onde na denuncia, consta uma suposta manipulação para favorecimento de amigos e familiares do parlamentar. 

A denuncia foi feita pelos vereadores, José Itaparandi (PTB), Orlete Mafra (PTB), acompanhado pelos ex-vereadores Zé GomesDrº Wilson,Fernando Muniz e Almeida. O concurso  consta na classificação final realizado pelo INSTTUTO LUDUS.

Veja o documento apresentado ao MP:

O parlamentar se defendeu dessa matéria do blog da Umesp, e de outras centenas que noticiaram o fato de que ele havia 'caído'.

Justiça Federal poderá decreta prisão do vereador Alderico Campos.

Durante seu mandato como presidente da Câmara municipal, em 2009, Alderico Campos atentou contra os princípios da legalidade e honestidade da administração pública.



O Ministério Público Federal no Maranhão (MPF/MA) propôs ação de improbidade contra o vereador do município de Paço do Lumiar (MA), Alderico Jefferson Abreu Silva Campos, por irregularidades cometidas durante seu mandato. Ele é vereador do município desde 2008 e assumiu a presidência da Câmara, em 2009.

Apesar de ser vereador e presidente da Câmara, Alderico permaneceu como sócio administrador da empresa Qualitech Engenharia Ltda. e firmou contrato para realizar obras para diversos órgãos federais, como Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA), Instituto do Patrimônio Artístico Nacional (Iphan) e Centro de Lançamento de Alcântara (CLA).

De acordo com a Lei Orgânica do município, o vereador não pode, desde a expedição do diploma, firmar ou manter contrato com pessoas jurídicas de direito público, autarquia ou empresa concessionária de cláusula uniforme. Para o MPF/MA, ao permanecer como sócio-administrador da empresa Qualitech Engenharia Ltda. e firmar os contratos com estes órgãos, Alderico infringiu os princípios da honestidade e legalidade da administração pública. 
Na ação, que tramita na 6ª Vara da Justiça Federal do Maranhão, o MPF/MA pede que Alderico Jefferson Abreu Silva Campos seja condenado com base na lei que dispõe sobre as penas aplicáveis aos agentes públicos nos casos de enriquecimento ilícito no exercício do mandato, cargo, emprego ou função na administração pública (Lei 8.429/92).

Nº processo: 0002054-72.2013.4.01.3700

Sem comentários:

Enviar um comentário