sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

VER.JORGE MARU PEDE AJUDA AO EXECUTIVO PARA A FEIRA DO PEIXE DA AV-10 DO MAIOBÃO (CÂMARA II SESSÃO - 12/02/2013)


(condições precárias da feira)
O vereador Jorge Maru pediu ao Executivo para olhar com carinho para os pais e mães de famílias que sobrevivem daquela atividade – venda de peixes. Relatou a ausência de condições de trabalho na localidade, e pela perda de clientes devido à sujeira no local. “Eu mesmo deixei de comprar no local devido à falta de higiene, comprava muito, mas não vou mais por isso” disse Miau.








(MA entre Paço do Lumiar e São José de Ribamar)
O parlamentar do PRB também alertou para o perigo e a demora que as pessoas levam para atravessar a avenida, devido os carros. Alguns em alta velocidade, ou então engarrafados demais. O supermercado é uma das razões para o fluxo intenso de pessoas e funcionários da empresa.










(esgoto aberto na rua próxima)
O vereador Marcelo Portela disse que o recolhimento daqueles restos de alimentos é essencial para a saúde da população. “Tem resto de peixe, de carne, isso pode deixar nossa população doente”. Ressalvou sobre a falta de trafegabilidade na Rua 101; parte de fora da feira do Maiobão. “Aquela rua po
deria ser interditada pela prefeitura no fim de semana, pois o tráfego de carros é muito intenso, pode ocasionar acidentes”.







Resposta do Executivo  
                       
O vereador Campelo disse que o prefeito Josemar Sobreiro é ciente dessa situação. Falou que haverá uma audiência, tanto pra resolver essa problemática do trânsito, como da poluição visual “não temos entrada no Maiobão. Tem muitas barracas, vamos conseguir uma forma para não prejudicar os trabalhadores com essa mudança”. O líder de governo na Câmara relatou ainda que as pessoas chegam a demorar meia hora ou mais pra atravessar a rua, naquelas localidades. “Vamos formalizar também a Secretaria de Trânsito de Paço do Lumiar, e vamos propor também uma parceria com São José de Ribamar”. Essa parceria é devido à proximidade das fronteiras dos municípios.

Confira!



Sem comentários:

Publicar um comentário