quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Flávio Dino (PCdoB) acusa a família Sarney de promover campanha de Carnaval contra o prefeito de São Luís.

ESTADO MAIOR - 14/02/2013

O dono do prefeito


Ensaio... Flávio Dino (PCdoB) acusa a família Sarney de promover campanha de Carnaval contra o prefeito de São Luís. Segundo Dino, funcionários de Roseana Sarney (PMDB) alardeiam que Edivaldo Holanda (PTC), que é evangélico, seria contra a festa popular. ...geral O presidente da Embratur diz que as críticas são uma prévia da estratégia dos adversários para a eleição estadual: "Querem promover a guerra santa". As duas notas foram publicadas na coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo, e traduzem fielmente a falta de decência política do chefão do PCdoB no Maranhão. Primeiro porque se arvora de defensor do prefeito Edivaldo Júnior, como se ele fosse um coitado incapaz de formar juízo a respeito dos desdobramentos de algum dos seus atos. A verdade: o prefeito deixou São Luís no período carnavalesco, e o fez porque o Carnaval é incompatível com a fé que professa. Logo, o prefeito permite que a religião influencie sua postura em relação a manifestações populares pagãs, como o Carnaval. E naturalmente sugere a indagação: como agirá nas festas juninas, motivadas por dois santos - São João e São Pedro - e que misturam elementos das três raízes culturais do Maranhão? Tais indagações são feitas sem qualquer intenção de declarar "guerra santa" ao prefeito, porque todos os questionamentos e cobranças perderão sentido se o prefeito assumir publicamente sua incompatibilidade com as festas populares ou se será um chefe de poder que não alimentará restrições a essa ou aquela manifestação cultural. Se tem alguém interessado em inventar uma "guerra santa" como estratégia para 2014, este é o neocomunista-cristão Flávio Dino, que tenta mostrar ao mundo que defende o prefeito, fala pelo prefeito, decide pelo prefeito e responde pelo prefeito. E até onde se sabe, na maioria das vezes sem ser autorizado.

Sem comentários:

Publicar um comentário