sábado, 10 de novembro de 2012

NOTÍCIAS DA POLÍTICA MARANHENSE


ESTADO MAIOR - 11/11/2012



Frutos do ajuste


A governadora Roseana Sarney retornou ontem de Brasília com direito a curtir um merecido descanso no fim de semana e retomar o batente na segunda-feira com o entusiasmo de quem está iniciando um novo ciclo no comando do Estado. Nos dias que passou na Capital da República, ela cumpriu uma atribulada agenda, com reuniões políticas e administrativas, nas quais resolveu todas as pendências do Maranhão no plano federal. Fechou o roteiro com uma amigável e produtiva audiência com a presidente Dilma Rousseff, que atendeu ao convite para visitar o Maranhão no mês que vem. Da pauta de negociações resultaram acordos com o BNDES e com o Banco do Brasil, encaminhamento de questões pendentes relacionadas com ICMS e outros itens de menor peso, mas fundamentais para embalar ainda mais a administração estadual. Nas reuniões de governadores com autoridades fazendárias da União, a começar pelo ministro Guido Mantega, a governadora do Maranhão foi tratada com cordialidade redobrada. Não por ser mulher ou por posição partidária, mas pelo fato de ter comandado o mais completo ajuste financeiro feito por uma administração estadual nos últimos tempos no Brasil. Isso fez com que o ministro da Fazenda reconhecesse abertamente a situação do Maranhão como um exemplo a ser seguido em matéria de controle financeiro e fiscal. Graças ao ajuste, que exigiu sacrifícios e muito planejamento, o Governo do Maranhão renegociou contratos, teve acesso a convênios e ampliou sua capacidade de endividamento, condição que permitiu contratar o empréstimo no valor de R$ 3,8 bilhões com o BNDES, que será aplicado pelo atual e pelo próximo governo. Roseana retornou de Brasília como um dos poucos governadores que sanearam para valer as finanças dos seus estados e que agora colhem os frutos plantados com o ajuste, entre eles as folhas de dezembro e 13º garantidos.

Turismo I


O ministro do Turismo, Gastão Vieira, organiza um evento que entrará para a história do turismo em São Luís. Comandará, este mês, em data ainda a ser definida, uma reunião de ministros do Turismo da América do Sul para discutir o futuro do setor no Mercosul. A maioria dos ministros já confirmou presença.

Turismo II


A ideia de realizar uma reunião de ministro do Turismo da região continental em São Luís foi tomada em Buenos Aires, há três semanas. Ali, o ministro Gastão Vieira conversou com colegas da América do Sul, obtendo a concordância de todos. A data e a agenda do encontro de ministros do Turismo do Mercosul serão conhecidas nos próximos dias.

Positivo


A governadora Roseana Sarney (PMDB) conseguiu encurralar a oposição com uma semana de forte movimentação política e administrativa. E ainda divididos pela vitória de Edivaldo Júnior (PTC) em São Luís, os oposicionistas não conseguiram reagir com respostas. PCdoB, PSB e PDT fazem questão de manter distância do PSDB, que agora caminha em uma faixa que pretende construir com PPS, PR e PP.

Médio


A semana terminou sem um saldo positivo visível do prefeito eleito Edivaldo Júnior em Brasília. Já na terça-feira, ele deixou de participar da votação dos royalties do petróleo para ter um encontro sem resultado prático com o ministro comunista Aldo Rebello. Quinta-feira, se reuniu com o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, e com o da Justiça, aos quais pediu recursos.

Reflexo


A retomada da movimentação política do governo Roseana Sarney se reflete também em sua bancada na Assembleia Legislativa. O líder César Pires (DEM) e vice-líder Magno Bacelar (PV) têm sido cada vez mais frequentes na tribuna, repercutindo os avanços do governo e rebate dos ataques da oposição. Ação que o deputado Roberto Costa (PMDB) também tem feito de forma cada vez mais destacada.

Aumento


A revelação do vice-prefeito eleito Roberto Rocha (PSB) - assunto de matéria de hoje de O Estado - pode se transformar no primeiro confronto entre a prática e o discurso do prefeito eleito Edivaldo Júnior (PTC). Rocha deixou claro que as tarifas de ônibus serão reajustadas logo no início da administração, o que vai de encontro à promessa de tarifa baixa e bilhete único pregados na campanha. O vice-prefeito mostra ainda que o aumento tem o objetivo de atrair novos empresários para o setor em São Luís.

Tutela


Para desconforto do ex-deputado Edivaldo Holanda, fica cada vez mais clara a tutela de Flávio Dino (PCdoB) e Roberto Rocha (PSDB) sobre Edivaldo Júnior. É Dino quem determina a agenda de Edivaldo Júnior, enquanto Rocha, como vice-prefeito eleito, dá as cartas na montagem e nos projetos da futura gestão. Além disso, Edivaldo Júnior parece aceitar tranquilamente a tutela.

De família


Edivaldo Holanda, pai, aceita sem maiores problemas a ascendência de Roberto Rocha sobre Edivaldo Júnior. Motivo: relações políticas e familiares, à medida que quando deputado estadual Edivaldo, pai foi líder do Governo Luiz Rocha na Assembleia Legislativa. A dedicação dele ao cargo era tamanha que Rocha, o pai, tentou fazê-lo prefeito de São Luís, sem sucesso.

No frio


O vice-governador Washington Luiz (PT) retorna amanhã ao Brasil de uma viagem de trabalho à gelada Bielorrúsia (Belarus), uma ex-república soviética. País de 9,6 milhões de habitantes e encravada entre a Rússia, Polônia, Letônia, Lituânia e Ucrânia e sem saída para o mar e que sobrevive explorando e vendendo gás. Foi ali abrir negociações com a estatal de distribuição de gás para grande parte da Europa.

Quem é quem


É intensa a briga nos bastidores pelo cargo de secretário de Comunicação na gestão de Edivaldo Júnior na Prefeitura de São Luís. Seriam candidatos os jornalistas Raimundo Garrone, Jorge Vieira, José Machado, Márcio Jerry e Aline Louise. O desfecho dessa peleja é rigorosamente imprevisível.

E MAIS


Agora só o secretário de Planejamento, com as contas rigorosamente em dia e um bom volume de recursos a caminho, João Bernardo Bringel, é a imagem da satisfação.

É cada vez menor a frequência com que o prefeito João Castelo despacha no seu gabinete no Palácio la Ravardiére. Ele prefere circular por secretarias e canteiros de obras.

Ao saber que o vice Washington Luiz estava na Bielorrússia, o presidente interino do Legislativo, o deputado Marcos Caldas, vislumbrou assumir o governo. Mas não deu.

Há quem diga nos bastidores políticos que o prefeito eleito de Caxias, Leonardo Coutinho (PSB), vai herdar um passivo nada desprezível para administrar. Vale aguardar.

Pergunta: quem pagou o show do Chiclete com Banana com que o deputado federal Ribamar Alves comemorou sua vitória em Santa Inês?

O MAIOBÃO hoje


NADSON MAYA foi cruelmente ASSASSINADO por este DELINQUENTE.

Caso saiba quem é, e onde encontrá-lo, dê informações. JUSTIÇA JÁ. Os filhos do demônio, não podem vencer os filhos de DEUS.
CLICK e veja os detalhes dele, no vídeo do assalto

Destaque no Jornal Pequeno


Morte de jovem em assalto provoca revolta e protesto

Diminuir corpo de texto Aumentar corpo de texto
9 de novembro de 2012 às 09:58
POR JULLY CAMILO
Foi sepultado na tarde de ontem (8), no Cemitério Jardim da Paz (Estrada de Ribamar), o corpo de Nadson Roberto Maia Sousa, de 27 anos. Ele morreu na quarta-feira (7), no Hospital Municipal Clementino Moura (Socorrão 2), onde estava internado desde a manhã do sábado (3), após ser atingido por dois tiros, num assalto ao RS Sucata, de propriedade de seu pai, Cícero Roberto Furtado de Sousa, 47.
Ontem, durante o velório, ocorrido na residência do rapaz, um tio da vítima falou com o Jornal Pequeno. Rosinaldo Furtado, também comerciante, contou que no sábado, por volta das 9h, dois homens, sendo um jovem e outro de aparência mais velha, chegaram à sucata numa moto e fizeram perguntas sobre os preços de algumas mercadorias.
Ele disse que Nadson foi quem atendeu os homens. “Na verdade, eles estavam esperando meu irmão, Cícero, chegar, pois ficaram por ali de bobeira. Minutos depois, o Cícero chegou e os indivíduos anunciaram o assalto.”
Foto: G. Ferreira
Nadson Maia Sousa (det.) foi velado em sua casa, no Maiobão
Segundo Rosinaldo, os ladrões já estavam indo embora, levando dinheiro, um notebook e outros pertences, quando Cícero resolveu reagir, atingindo o “garupa” da moto com uma barra de ferro.
Na sequência, ao presenciar a reação do pai, Nadson iniciou uma luta corporal com o homem atingido com a barra de ferro, ocasião em que foi alvejado com dois tiros – um na barriga, outro na cabeça –pelo assaltante que conduzia a moto. “O Nadson ainda foi levado às pressas para o Socorrão 2, mas não resistiu aos ferimentos”, contou Rosinaldo.
De acordo com o tio da vítima, esse foi o segundo assalto à sucata. “O Maiobão se transformou em um bairro perigoso, e a polícia só chega depois que os crimes acontecem”, disse o comerciante. O instrutor de trânsito Aurino Costa, amigo da família da vítima, afirmou que a prática de delitos está virando rotina no Maiobão.
“Até na Praça do Viva, que fica em frente à delegacia de polícia, o tráfico de drogas acontece ostensivamente, na frente de todos”, contou Aurino. O operador de empilhadeira Ademar Rodrigues, 52, disse que está afastado do trabalho há seis anos, por conta da violência no bairro. “Fui espancado por ladrões durante uma tentativa de assalto e perdi 90% da visão do olho esquerdo”, afirmou Ademar.
Nadson Sousa era casado e tinha um filho de 1 ano. Qualquer informação sobre o paradeiro dos homens envolvidos no assassinato do comerciante pode ser repassada ao Disque-Denúncia pelos telefones 3223-5800 (capital) e 0300-313-5800 (interior). Não é necessário se identificar e o serviço funciona 24 horas.

CHILLI BEANS tem novidades em óculos e relógios pra você no Monumental Shopping.

Guegue Bezerra é um dos promotores de vendas da Chilli Beans, Monumental Shopping. Um jovem de 20 anos, de Paço do Lumiar. 
                                                             Os melhores looks pra você!
CLICK AQUI E CONFIRA TODAS AS NOVIDADES NO MEU FACE!

sexta-feira, 9 de novembro de 2012

NOTÍCIAS ATUAIS DA POLÍTICA MARANHENSE


ESTADO MAIOR - 10/11/2012

Emancipações em pauta


Em meio à poeira das eleições municipais, que ainda está baixando, o deputado Rigo Teles (PV) reabriu ontem o debate sobre a criação de municípios, um tema que, para muitos, deve dominar as discussões políticas e parlamentares no ano que vem. Mesmo considerando o fato de que no momento a Assembleia Legislativa não dispõe de instrumentos legais para viabilizar emancipações, Teles pediu ao presidente da Comissão de Assuntos Municipais, Carlinhos Florêncio (PHS), que retome imediatamente o processo emancipatório fazendo andar processos já em tramitação na Casa. Rigo Teles baseou sua sugestão na necessidade da redivisão política e administrativa do Maranhão, que hoje conta com apenas 217 municípios espalhados num território de 331 mil quilômetros quadrados - grosso modo, média de 1.525 quilômetros quadrados por município. Ele acha que o parlamento estadual não pode cruzar os braços em relação à criação de municípios, por se tratar de um tema que, avalia, "interessa a milhares de maranhenses". E está motivado pela convicção de que muitos povoados têm condições de se tornar municípios. O problema é que a Resolução Legislativa que assegurava as providências iniciais para criações de municípios foi bombardeada na Justiça pela OAB, e não sobreviveu: o Tribunal de Justiça (TJ) a declarou inconstitucional. A Assembleia Legislativa recorreu ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra a decisão do TJ, mas até agora não obteve resposta. Diante do vazio legal causado pela pancada judicial, a iniciativa do deputado Rigo Teles foi, no final das contas, um apelo à retomada das discussões internas, para manter o assunto vivo, apesar das dificuldades formais para justificar um debate em defesa da agilização do processo emancipatório, mesmo antes de o Congresso Nacional aprovar lei complementar fixando as novas regras. Só que não há previsão para a aprovação dessas normas nem da manifestação do STF. Com o projeto de resolução, a Mesa Diretora definiu os critérios para a criação de municípios. Ficou estabelecido que os povoados que pretendiam se emancipar teriam de apresentar um estudo de viabilidade, onde seria levado em conta a população, o número de eleitores, de imóveis, viabilidade econômico-financeira, político-administrativa, entre outros. A falta de instrumentos legislativos para criar municípios não invalida a discussão sobre a redivisão política e administrativa do Maranhão. E nesse ponto o deputado Rigo Teles acertou em cheio.

Projetos


O deputado Rigo Teles tem vários projetos de emancipação em tramitação na Assembleia Legislativa. São eles: Angical do Maranhão (Presidente Dutra e São Domingos), Baixão Grande (São Domingos), Calumbi (Presidente Dutra) e Cajazeiras (Barra do Corda). E Ipuiru (Tuntum), Ipiranga do Maranhão (Barra do Corda), Santa Vitória do Mearim (Barra do Corda) e Três Lagoas do Manduca (Barra do Corda).

Balanço


A governadora Roseana Sarney (PMDB) deve retornar neste fim de semana de uma movimentada e, segundo ela, produtiva viagem a Brasília. Além de garantir a visita de Dilma Rousseff ao Maranhão, em dezembro, Roseana conseguiu articular vários projetos nos ministérios. Ontem, por exemplo, esteve com o ministro da Educação, Aloizio Mercadante.

Tutela


O prefeito eleito Edivaldo Holanda Júnior (PTC) passou a semana em Brasília, cumprindo agenda definida para ele pelo seu patrono, Flávio Dino (PCdoB). Neste período, o vice-prefeito eleito e presidente da Comissão de Transição, Roberto Rocha (PSB), deu as cartas como o chefe do executivo municipal. A tutela de Flávio Dino tem incomodado o pai do prefeito eleito, Edivaldo Holanda.

Recuo


O presidente da Câmara, Isaías Pereirinha (PSL), ameaçou registrar em cartório a lista dos 22 vereadores que apóiam sua candidatura à re-re-re-reeleição. No dia seguinte, o vereador eleito Sérgio Frota (PSDB) desmentiu que estivesse em lista de apoio ao seu desafeto e que apenas participou de um "jantar pela independência da Câmara". Adversários de Pereirinha garantem que haverá ainda mais defecções.

Pela fé


O vereador Ivaldo Rodrigues (PDT) tenta se viabilizar como opção do grupo do prefeito Edivaldo Júnior (PTC) para presidir a Câmara Municipal. Mas enfrenta resistência do núcleo evangélico ligado a Edivaldo Júnior, que apoia a comunista-cristã Rose Sales. Os evangélicos não perdoam Rodrigues pela ação que resultou no cancelamento de um Título de Cidadão de São Luís que seria dado pela Câmara ao pastor Silas Malafaia, a pedido da própria Rose Sales.

Estava escrito


Logo que o prefeito eleito Edivaldo Júnior (PTC) criou a comissão de transição, a coluna previu que a relação com a atual gestão não seria fácil. As reclamações do vice-prefeito eleito, Roberto Rocha (PSB) confirmam a previsão. E a menos que o prefeito João Castelo entre no circuito, o trabalho da comissão, que é levantar dados para diagnosticar a situação da Prefeitura, vai capengar até a troca de comando.

Pedidos


O prefeito eleito Edivaldo Júnior se reuniu quinta-feira, em Brasília, com o ministro da Saúde, Alexandre Padilha. Durante duas horas de conversa, pediu recursos para a construção do novo hospital de emergência, três novas UPAs e recursos do programa Brasil Carinhoso para a implantação de creches. Em tempo: o ministro Alexandre Padilha, que apoiou Washington Luiz (PT) no 1º turno, pediu votos para Edivaldo Júnior no 2º turno.

Pacote I


O vereador Francisco Chaguinhas (PRP) se esforçou ontem para esclarecer a informação divulgada domingo por O Estado segundo a qual um vereador de São Luís custa R$ 50 mil por mês. Na matéria, O Estado mostrou a composição desse custo, mas o vereador acha que os leitores podem ter interpretado que os R$ 50 mil são de salário, o que não é nem razoável. - O povo interpretou que cada vereador ganharia R$ 50 mil e está revoltado com isso - disse.

Pacote II


Francisco Chaguinhas argumentou que os R$ 50 mil é uma composição de custos que inclui móveis, aparelhos eletrônicos, salários de assessores. - O salário do vereador está lá embaixo. O vereador é eleito e os custos estão inclusos no pacote - disse o vereador, sem explicar com clareza o que quis dizer. Chaguinhas fechou com outra declaração incompreensível: "Ainda não existe a politização necessária para que se interprete este tipo de veiculação e suas implicações".

E MAIS


O deputado Dr. Pádua (PSD) pediu a criação de um novo batalhão da Polícia Militar para Imperatriz, sob o argumento de que a cidade está, de fato, necessitada da guarnição.

A deputada Graça Paz (PDT) chamou a atenção da Casa e do Governo do Estado para que fiquem alertas para os projetos que visam estimular a aqüicultura.

O deputado Fábio Braga (PMDB) elogiou a iniciativa do governo estadual de propor a criação do Dia Estadual da Cultura, projeto que já está na Assembleia Legislativa.

O senador João Alberto está mergulhado no trabalho em Brasília, articulando emendas para o Maranhão no orçamento da União para o exercício financeiro do ano que vem.

O Maranhão vai se preparar para receber com festas a presidente Dilma Rousseff.

QUEM QUER, FAZ! RAIMUNDO FILHO, prefeito de Paço está TRABALHANDO pra reconstruir e adiantar o quanto pode o trabalho para JOSEMAR SOBREIRO. Trabalhos nas AV. 4 e 12 do MAIOBÃO


quinta-feira, 8 de novembro de 2012

LIMPEZA de sapatos. ATENÇÃO MULHERADA!


AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS DA POLÍTICA MARANHENSE


ESTADO MAIOR - 09/11/2012

Diálogo e pacto


Com a autoridade de quem já foi presidente da República, o presidente do Senado, José Sarney (PMDB), disse ontem que o governo precisa ouvir todas as posições antes de definir a forma como será unificada em 4% a alíquota interestadual do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). A proposta do governo apresentada quarta-feira pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega, aos governadores dos Estados e do Distrito Federal - entre eles Roseana Sarney -, para acabar com a chamada guerra fiscal é promover a redução gradual da alíquota interestadual do ICMS para 4% num período de oito anos. - A reunião ontem do ministro com os governadores foi apenas uma primeira abordagem do assunto e naturalmente que o ministro da Fazenda está colocando a posição do governo e nós temos que ouvir as outras posições, que teremos que levar em conta para que possamos encontrar uma solução de harmonização de conflitos - disse Sarney. Segundo o presidente do Senado, a questão se insere em uma discussão mais ampla que inclui os temas abordados pela Comissão do Pacto Federativo. Na avaliação de Sarney, os trabalhos do colegiado podem contribuir no processo de "harmonização de conflitos". - Esse é um trabalho difícil que estamos procurando fazer que é justamente de ajustar os problemas que estão surgindo dentro na federação. Evidentemente que não é uma solução isolada que vai resolver esse problema. Nós ainda teremos um longo caminho a percorrer com a harmonização desses conflitos que existem entre estados e a federação - observou o presidente do Senado. É isso aí.

Protagonista


A governadora Roseana Sarney foi protagonista da semana em Brasília, ao liderar governadores pelo Pacto Federativo, influenciar votações no Senado e articular apoio da bancada maranhense à votação dos royalties. Semana que foi coroada com a audiência com a presidente Dilma Rousseff (PT), agenda que levou Roseana à capital federal. E ainda garantiu de Dilma uma visita ao Maranhão, no dia 11 de dezembro.

À altura


Na ausência de Roseana Sarney no Maranhão, quem protagonizou foi o chefe da Casa Civil, Luis Fernando Silva. Ele comandou o troca-troca nas pastas da Educação e das Cidades e fez discurso otimista sobre os projetos do Maranhão para 2013. E numa entrevista à Rádio Mirante AM, mostrou sua veia política ao falar abertamente dos planos do seu grupo para as eleições de 2014.

Polarizada


Embora haja outros quatro disputando a presidência da Câmara, apenas os vereadores Isaías Pereirinha (PSL) e Ivaldo Rodrigues (PDT) atraem os holofotes da mídia. Eles protagonizam cenas diárias de pugilato verbal - Pereirinha garantindo ter 21 vereadores ao seu lado e Rodrigues desconfiando da conta. O debate entre os dois tem dado à sucessão na Câmara de São Luís um clima jamais visto na história.

Terceira via


Mas há quem diga também que nem Isaías Pereirinha nem Ivaldo Rodrigues chegarão candidatos ao fim da jornada de disputa na Câmara. Muitos acham que o dois são espécies de estratégia primeira dos grupos que o apóiam, para despistar o verdadeiro nome da disputa. E que, na hora H, haverá a chamada "terceira Via" pelo consenso entre os grupos. Pereirinha, porém, dificilmente entraria num esquema desses.

Royalties


O prefeito eleito Edivaldo Holanda Jr (PTC) afirma que educação e saúde serão áreas beneficiadas com o repasse dos royalties do petróleo já no próximo ano. Após a aprovação do projeto de lei que define a distribuição dos recursos provenientes da exploração do petróleo nacional, Edivaldo definiu que os dois setores receberão integralmente o valor referente ao repasse de 2013. Ele se compromete a aplicar bem os recursos que virão do petróleo.

Nova rotina


O prefeito João Castelo (PSDB) reduziu sua rotina de despachos no Palácio La Ravardière. Na semana passada, o prefeito foi apenas na sexta-feira, participar de uma reunião com alguns secretários, e nesta semana esteve ali quarta-feira, para receber diplomatas norte-americanos. O prefeito passa parte do seu tempo trabalhando em casa e visitando obras que pretende entregar antes de deixar o cargo.

Na liderança


Prefeito eleito de Santa Inês, o deputado federal Ribamar Alves (PSB) assumiu ontem a liderança da bancada do seu partido na Câmara Federal. Vai ficar no cargo até dezembro, quando renunciará ao mandato parlamentar para assumir o cargo de prefeito. Antes de renunciar, Ribamar Alves coordenará a escolha do novo líder do PSB na Câmara Federal.

Bem na lista


O relatório Justiça em Números 2012, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), situa o Poder Judiciário do Maranhão em posição favorável quanto à movimentação processual e produtividade. O documento mostra que o Tribunal de Justiça do Maranhão, considerando 1º e 2º graus, obteve "destaque positivo" em três indicadores. O TJ aparece em 4º lugar no ranking nacional e 1º na Região Nordeste.

Morna


Comparada a pelejas que estão acontecendo em outros estados - São Paulo e Rio de Janeiro, por exemplo - a disputa pelo comando na OAB do Maranhão parece uma ação entre amigos. Em São Paulo, onde três candidatos que tentam a presidência travam uma verdadeira guerra, de nível tolerável, mas com forte pancadaria verbal. No Maranhão, parece não haver disputa entre o presidente Mário Macieira e seu opositor, Roberto Feitosa.

Mico


O presidente da Embratur, Flávio Dino, fez um grande estardalhaço com a inclusão dele no ranking de um sítio na internet que o apontou como o 7º mais importante no turismo nacional. Como o ranking é de 10, a posição do ex-deputado é sofrível. Para festejar como festejou, ele teria que estar pelo menos entre os cinco primeiros.

E MAIS


O deputado Jota Pinto quer obrigar operadoras de planos de saúde a informar ao usuário com antecedência de 30 dias, o descredenciamento de unidades conveniadas.

O deputado Doutor Sérgio Vieira (PTB) anunciou ontem que os municípios de Vila Nova dos Martírios e Açailândia serão contemplados com o "Luz para Todos".

O deputado Manoel Ribeiro (PTB) cobra o cumprimento da lei que obriga os empreendimentos imobiliários a terem Estação de Tratamento de Esgoto (ETE).

A deputada Francisca Primo (PT) parabenizou as mais de 50 cidades, que aniversariam sábado (10), entre elas Tufilândia e Alto Alegre do Pindaré, por exemplo.

Justa e oportuna a iniciativa do deputado Roberto Costa (PMDB) de homenagear o Sampaio Corrêa na Assembleia Legislativa.

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

O ESTADO MAIOR DE hoje (8 de Novembro)


O tropeço de Edivaldo Júnior


Tremendo tropeço a ausência do ainda deputado federal Edivaldo Holanda Júnior (PTC) na Câmara Federal, terça-feira (6), justamente no dia em que foram aprovadas as novas regras de distribuição dos royalties do petróleo. Pelo que foi aprovado, São Luís, cidade que o petecista administrará a partir do dia 1º de janeiro de 2013, receberá R$ 27 milhões. O prefeito eleito Edivaldo Júnior não vai poder dizer que contribuiu para isso. Além dele, outros cinco parlamentares não apareceram para votar. No caso do prefeito eleito, pior ainda: ele estava em Brasília. Oficialmente, sua assessoria informou, ontem, que "compromissos" no Ministério dos Esportes impediram a presença do deputado em plenário. "As reuniões se estenderam durante a tarde e a noite do dia da votação na Câmara", tenta justificar a nota oficial. Vale a indagação: que projetos tão importantes do Ministério dos Esportes para São Luís seriam esses que tirariam o prefeito eleito de uma votação tão crucial como a do rateio dos royalties do petróleo? Há outra versão, segundo a qual Edivaldo Júnior, na verdade, não quis contrariar a presidente Dilma Rousseff (PT) - que vê a aprovação do projeto como uma derrota do governo - e preferiu ausentar-se. Mesmo sabendo que, com as novas regras, a capital maranhense seria muito beneficiada. Pode até ser, mas por que não jogar aberto? Melhor exemplo deu o deputado federal Chiquinho Escórcio (PMDB), que também é da base aliada. O peemedebista estava em São Luís pela manhã - quando participou das posses de Pedro Fernandes e Hildo Rocha -, mas em seguida pegou o primeiro voo disponível para Brasília, para às 17h entrar no plenário da Câmara Federal para votar. O prefeito eleito de São Luís tropeçou.

Contra perdas


A governadora Roseana Sarney passou quase todo o dia de ontem reunida com autoridades federais das áreas financeira e fiscal. O assunto dominante: a brutal queda nos valores das transferências federais, em particular o Fundo de Participação dos Estados. Com outros governadores, Roseana Sarney briga para que as perdas sejam devidamente compensadas.

Boas vindas


Confirmado o seminário por meio do qual o Governo do Estado saudará os prefeitos eleitos e reeleitos. De acordo com o secretário estadual de Comunicação, Sérgio Macêdo, o seminário vai durar três dias - 19, 20 e 21 deste mês. A pauta inclui recepção e reuniões de trabalho com técnicos do Executivo, especialistas do Tribunal de Contas do Estado e membros do Ministério Público.

Unidade


A posse dos secretários Pedro Fernandes (Educação) e Hildo Rocha (Cidades), terça-feira, evidenciou um ponto do grupo alinhado à governadora Roseana Sarney (PMDB). A unidade entre as principais lideranças do grupo é sólida e tende a aumentar à medida que se aproximam as eleições. O que não deixa dúvidas quanto ao apoio ao nome que for escolhido para a disputa de 2014.

Reconhecimento


Ao ser empossado terça-feira na Secretaria de Educação, o deputado federal Pedro Fernandes fez forte alusão a um dos antecessores na pasta. O líder do governo na Assembleia, deputado César Pires (DEM), estava na mesa quando foi destacado por Fernandes. Para o novo secretário, Pires "plantou as bases para que o setor possa agora avançar".

Reincidente


Não é de hoje que Edivaldo Júnior pisa na bola em votações importantes na Câmara Federal. Durante a campanha eleitoral, ele foi acusado de votar contra um salário mínimo maior e a favor dos ruralistas no projeto do Código Florestal. Em todas, a mesma justificativa: seguiu orientação da presidente Dilma Rousseff (PT) - independentemente do que isso pudesse representar para a população.

Queda livre


O Maranhão ocupa a quarta colocação no ranking nacional de exploração do trabalho de crianças e adolescentes na faixa etária de 5 a 17 anos. Mas tem um detalhe que precisa ser enfatizado: a quantidades de crianças e adolescentes exploradas no trabalho caiu de 189 mil em 2009 para 120 mil em 2012. Uma queda de 64%, índice não alcançado em nenhuma região do país.

Planos


O vereador Isaías Pereirinha (PSL), presidente licenciado da Câmara de São Luís, tem dois planos já definidos para os próximos quatro anos. Eleger-se novamente presidente da Casa em 2013 e sair candidato a deputado estadual ou federal em 2014. Caso não consiga a eleição em 2014, vai se aposentar da política. - Política é momento - explica.

Espaço


Uma das promessas de Isaías Pereirinha aos 22 vereadores que fecharam acordo pela votação da presidência da Câmara foi o pluralismo na distribuição de vagas na Mesa Diretora. Segundo o que foi combinado na noite de segunda-feira no Restaurante Mandacaru, vereadores novatos terão direito a três cadeiras. É o motivo de intensas movimentações nos bastidores da Casa entre os que estão chegando.

Bolada


A redistribuição dos royalties do petróleo, aprovada pela Câmara Federal, deve garantir R$ 220 milhões a mais na receita dos 217 municípios maranhenses em 2013. Os números fazem parte de um estudo realizado pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM). Se esse valor for confirmado, R$ 18,3 milhões serão rateados mensalmente pelos municípios maranhenses.

Para compor


O Tribunal de Justiça escolheu ontem os cinco juízes que comporão o quorum do Tribunal Pleno e as câmaras reunidas e isoladas. São eles: Luís Pessoa Costa (12º Juizado Especial Cível e das Relações de Consumo), Andréa Furtado Perlmutter Lago (juíza auxiliar), José Ribamar Goulart Heluy Júnior (4ª Vara do Tribunal do Júri), Patrícia Marques Barbosa (juíza auxiliar) e José Edilson Caridade Ribeiro (6ª Vara da Fazenda Pública). Foram escolhidos por sorteio.

E MAIS


O prefeito João Castelo recebeu ontem o vice-embaixador dos EUA, Todd Champman, a cônsul para Nordeste, Usha Pitts, e a vice-cônsul Amy Reichert.

A visita, de cortesia, foi marcada pela cordialidade. O prefeito presenteou os visitantes com um livro sobre os 400 anos de São Luís e recebeu um sobre Washington (D.C.).

A vereadora Rose Sales (PCdoB) cobrou do prefeito João Castelo, via requerimento, posicionamento em relação à falta de combustível nas ambulâncias do Samu.

O deputado Roberto Costa (PMDB) esteve com a secretaria Olga Simão, prestigiando a abertura da Semana da Cultura, terça-feira, no Centro Histórico de São Luís.

A coluna lamenta a morte, ontem, da cronista e tradutora Maria Tribuzi, companheira e incentivadora do poeta Bandeira Tribuzi.

Escola de Música abre inscrições para novos alunos



Foto: Divulgação
SÃO LUÍS - A Escola de Música do Maranhão Lilah Lisboa de Araújo abre, nesta quinta-feira (8), inscrições para novos alunos. Estão sendo oferecidas 273 vagas para novos alunos com ingresso no primeiro semestre de 2013, direcionadas aos candidatos com ou sem conhecimento teórico ou prático em música. A inscrição pode ser feita até o dia 14, no horário das 8h às 11h30 e das 14h às 18h.
Estão sendo oferecidas vagas para o Curso Fundamental de Música, na modalidade Infantil (para crianças de 9 a 13 anos de idade) e na modalidade Adulto (para alunos a partir de 14 anos de idade); Curso de Musicalização (para crianças com 8 anos completos até dia 30/06/2013), nos turnos matutino, vespertino e noturno, de acordo com disponibilização de horários pela direção da Escola. Os candidatos poderão se inscrever nos cursos de Baixo Elétrico, Bandolim, Bateria, Canto Lírico, Cavaquinho, Clarinete, Flauta Doce, Flauta Transversal, Guitarra Elétrica, Musicalização Infantil, Percussão, Piano, Saxofone, Trompete, Trombone, Trompa, Violão Erudito, Violão Popular, Violino e Violoncelo.
Os interessados em participar da seletiva deverão apresentar no ato da inscrição taxa de pagamento no valor de R$ 5,00 (cinco reais), ficha de inscrição devidamente preenchida (fornecida na Emem) e documento de identificação. O candidato receberá um comprovante de inscrição, devidamente carimbado e rubricado, após a inscrição.
Testes
Os testes seletivos serão em única etapa eliminatória e realizados no período de 10 a 14 de dezembro deste ano, nos horários das 8h às 11h30 e das 14h às 17h30, obedecendo ao cronograma determinado pela Escola.
Os resultados serão divulgados no dia 17 de dezembro, a partir de 8h e serão afixados em quadros de avisos, na sede da Escola. Os aprovados deverão realizar matrícula no período de 17 a 21 de dezembro, nos horários de 8h às 12h e 14h às 18h, na secretaria da Escola (na Rua da Estrela, 363, Praia Grande, Centro).
As provas incluirão conteúdos específicos de execução para quem já é iniciado nos instrumentos de Violino, Violoncelo, Guitarra, Trompete, Trompa, Trombone e Piano. Os testes terão o crivo de uma banca examinadora (com no mínimo dois professores) pertencente ao quadro da Emem, que avaliará ritmo, coordenação motora e entoação.
Para o candidato que optar pelo Curso de Canto, será solicitado que entoe um trecho musical de livre escolha, (música popular ou cantiga de roda) e um exercício escolhido pela banca, em que serão avaliados suas propriedades vocais. Para esta modalidade, o candidato deverá ter idade mínima de 15 anos completos.
Regulamento e outras informações podem ser adquiridos na secretaria da Emem ou pelos telefones (98) 3218-9940 e 3218-9941

NADSON MAYA um amigo que se foi hoje dia 7 de Novembro no assalto a SUCATA no MAIOBÃO

NADSON MAYA se foi, mas espero que esteja ao lado de Deus, pois sempre foi um grande amigo, educado, e acima de tudo muito alegre. Amigo de infância que se foi de forma brutal. A justiça será feita, pois além de recente pai de família, Nadson sempre ajudou seu pai, Roberto na sua luta diária. Ele não merecia tal fim, mas nem tudo podemos controlar na vida. Amigo, todos nós te amamos muito, que esteja com Deus!

O caso foi destaque no imirante


Bandidos assaltam sucata e atiram em funcionário

O Disque-Denúncia do Maranhão está recebendo informações sobre o assalto acontecido no bairro do Maiobão, em uma sucata, neste fim de semana. O crime foi registrado por câmeras do circuito interno do estabelecimento, localizado na Avenida Três, município de Paço do Lumiar. Na ação, dois homens de estatura média chegam ao estabelecimento e ameaçam os empregados da sucata. Equipamentos eletrônicos e uma quantia em dinheiro foram levados do local. Um homem, identificado como Nadison Maya Sousa, que trabalha no local, foi alvejado com dois tiros e está hospitalizado. Segundo informações policiais, a dupla é conhecida por cometer assaltos a estabelecimentos comerciais na região do Maiobão e Parque Vitória. Qualquer informação pode ser encaminhada ao Disque-Denúncia [3223 5800 – capital e 0300 313 5800 – interior]. Não é necessário se identificar, e o serviço funciona 24 horas.

O caso foi destaque na TV DIFUSORA

Filho de dono de Sucata está em coma

Filho de dono de Sucata está em coma

Na manhã de sábado (3) dois assaltantes invadiram a R.S. Sucata, localizada na Avenida 3 do Maiobão.
Nas imagens exclusivas obtidas pelo Jornalismo da TV Difusora, registradas porcâmeras do circuito interno do estabelecimento, os assaltantes aparecem empurrando o dono da sucata, o empresário Cícero Roberto Furtado de Sousa, para dentro de uma sala. Cícero teve ferimentos leves nos joelhos ao cair após ter o cordão puxado do pescoço. Foram levados equipamentos eletrônicos e uma quantia em dinheiro.
Na saída, um dos assaltantes disparou 2 tiros em um dos filhos do empresário, Nadson Roberto Maia de Sousa de 27 anos. Um dos tiros atingiu a cabeça e o outro o abdômen de Nadson.
Segundo informações repassadas pela família do empresário à produção de Jornalismo da Difusora, Nadson ainda está em coma em estado grave no Hospital Municipal Clementino Moura (Socorrão II). A família esperava transferi-lo para o Hospital São Domingos, mas devido o estado do rapaz não foi possível. Nadson é casado e tem um filho de 1 ano de idade.
Os bandidos já efetuaram vários assaltos nos bairros do Cohatrac, Jardim Alvorada, Maiobão e Cidade Operária. As ocorrências geralmente são de assaltos a empresas e residências.
O Disque Denúncia do Maranhão informou que, até o momento, nenhuma denúncia foi registrada sobre os assaltantes.
Para entrar em contato com o Disque Denúncia, basta ligar: [3223 5800 – capital e 0300 313 5800 – interior], não é necessário se identificar e o serviço funciona 24 horas.

Vídeo com a ação dos bandidos


O enterro será a partir das 15:00 hs, saindo de sua residência na Rua 57

Primeiro presidente negro dos EUA é reeleito e faz história - BARACK OBAMA

Sem o mesmo encanto de 2008, ele encarou disputa em meio a crise.

Saiba mais sobre o democrata que ganhou mais 4 anos de mandato.


"Isto aconteceu graças a vocês, obrigado. Mais quatro anos", escreveu o presidente Barack Obama em seu perfil no Twitter na madrugada desta quarta-feira (7), após ser anunciado vencedor das eleições americanas em várias projeções. Um pioneiro em utilizar politicamente as redes sociais, o democrata Obama fez uma campanha mais pragmática e menos apelativa do que em 2008 - principalmente por causa do abalo gerado pela crise econômica em seu mandato.

Neste ano, o primeiro presidente negro dos Estados Unidos tentou encontrar uma nova mensagem para atrair simpatizantes que, há quatro anos, na grande campanha realizada junto a bases eleitorais, repetiram sua oratória baseada no "Yes We Can" ("Sim Nós Podemos").

Os slogans sobre "esperança" e "mudança", usados quando o candidato se apresentou como um líder visionário para mudar o destino dos Estados Unidos, sumiram. Sob o lema "América avança", no entanto, a atual campanha de Obama buscou ecoar o mesmo entusiasmo do pleito anterior, afirmando que o país "precisa proteger o progresso conquistado".

Superintendência do Banco do Brasil recebe o Prof. Josemar e Marconi Lopes para um café da manhã.


POR JUDSON CARLOS  

Edivar Gomes (Gerente Geral BB ag. Maiobão); Marconi Lopes (Vice-Prefeito eleito); Prof. Josemar (Prefeito Eleito);  Pio Gomes (Superintendente Regional BB) e Prenteci Veloso (Gerente de Mercado BB)
Prefeito eleito Josemar agradece a equipe do BB pela recepção.
Leonardo Bruno (c) ladeado pelo Staff do Banco do Brasil.
Isaac, funcionário BB em bate-papo com vice Marconi Lopes e blogueiro Judson Carlos.
 Nesta terça-feira (06/11), o prefeito eleito de Paço do Lumiar, Josemar Sobreiro (PR) e seu vice, Marconi Lopes (PSL) estiveram reunidos para um café da manhã com a superintendência do Banco do Brasil, na agência Maiobão, num encontro informal para comemorar a vitória expressiva nas eleições municipais. O encontro contou também, com a presença do vereador eleito, Leonardo Bruno (PPS).
Lidiane Corrêa; Jornalista – Assessoria de Comunicação & Imprensa