segunda-feira, 26 de novembro de 2012

MADONA quer DILMA em seu show. Enquanto a presidente SUPERA LULA em POPULARIDADE

Na entrevista Luciano Hulk diz que Madona foi uma das primeiras estrelas internacionais a fazer show no Brasil, antes de se tornar um país interessante para mega apresentações internacionais. O apresentador também perguntou o que a cantora havia notado de diferente durante esses 20 anos de idas e vindas ao nosso país.  Madona diz que o mix de talento e beleza chama muito sua atenção, mas não deixa de citar a grande violência nas favelas brasileiras. A rainha do pop sente-se feliz por ter ajudado de alguma forma as pessoas. "Eu dei a muitas pessoas a força e a coragem de acreditar em si mesmas. Especialmente os grupos marginalizados, como a comunidade gay e as mulheres. Para fazê-los sentir que eles tem a liberdade, o poder, a voz. Dar a eles uma voz e dizer - sim eu mereço". 
Para Madona um dia perfeito é bem simples; ficar ao lado dos filhos, acordar naturalmente... Quem diria, muitas pessoas tem essa oportunidade o tempo todo, e não dão valor. "Como seria um dia perfeito pra você?" Pergunta Luciano Hulk
Veja a entrevista no Caldeirão do Hulk 


Dilma Rousseff supera Lula em 2014, afirma Ibope

A presidente foi citada espontaneamente na pesquisa de intenções de voto para as eleições de 2014 por 26% dos entrevistados.
São Paulo - A presidente Dilma Rousseff (PT) superou seu antecessor, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), em intenções de voto para as eleições presidenciais de 2014. Segundo pesquisa Ibope divulgada ontem, Dilma, eleita em 2010 e que deve concorrer à reeleição, foi citada espontaneamente por 26% dos entrevistados como candidata favorita nas eleições de 2014.
Lula foi citado por 19% dos 2.002 eleitores ouvidos em 143 municípios entre os dias 8 e 12 deste mês. Os sete pontos de diferença entre a atual governante e seu mentor político superam a margem de erro do levantamento de dois pontos percentuais para mais ou para menos.
Os resultados fazem parte de uma pesquisa espontânea, ou seja, quando o eleitor sondado responde sua preferência diretamente sem que seja mostrada uma lista de possíveis candidatos. A porcentagem de indagados que não souberam mencionar em quem votariam nas eleições de 2014 chegou a 36%.
O favoritismo dos dois líderes do PT supera significativamente o de qualquer possível candidato da oposição. Em terceiro lugar na pesquisa, aparece o ex-candidato presidencial e ex-ministro José Serra (PSDB) com 4%, que perdeu as eleições presidenciais de 2002 para Lula e as de 2010 para Dilma, e que foi derrotado em outubro pelo candidato do PT na disputa pela Prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad.
No quarto lugar, com 3%, figura o senador Aécio Neves (PSDB-MG), ex-governador de Minas Gerais e considerado como provável candidato dos tucanos nas eleições presidenciais de 2014.
Em levantamentos similares no passado, Lula sempre aparecia à frente de Dilma. Segundo uma pesquisa realizada pelo Datafolha em abril do ano passado, apesar de Dilma já ter aparecido com recorde de popularidade (64% de aprovação), 57% dos brasileiros preferiam o retorno de Lula à Presidência em 2014 contra 32% de Dilma.
Desde que deixou a Presidência em 1º de janeiro de 2011, Lula reiterou que corresponde a Dilma o direito de se apresentar à reeleição.

Sem comentários:

Publicar um comentário